Universidade Federal Fluminense cria projeto para operar cães de focinho curto com preço até 80% menor

Com o valor cobrado pela Universidade, mais pessoas podem oferecer a cirurgia aos seus pets, que passam a respirar bem e ter uma melhor qualidade de vida

por Andrezza Oestreicher — publicado 2 fev 2016 - 14:38

Cães de raças como bulldog francês e inglês, pug, shih-tzu e boxer são extremamente fofinhos, não é verdade? Muita gente acha que o maior charme deles é o focinho curto (ou achatado, como também podem ser chamados), um dos pontos que todas essas raças têm em comum.

Porém, esse “charme” também pode trazer alguns problemas de saúde para os bichinhos. Um grande número de animais dessas raças, e mais outras de focinho curto, sofrem de Síndrome Braquicefálica.

Cães de focinho curto sofrem de Síndrome Braquicefálica. (Foto: Reprodução / Love Pet Food)

Cães de focinho curto sofrem de Síndrome Braquicefálica. (Foto: Reprodução / Love Pet Food)

Essa síndrome afeta diferentes áreas do trato respiratório por conta das alterações na anatomia dos animais, o que acaba dificultando a respiração desses cães, podendo causar até a morte do animal.

Sabe aquela sensação de podemos sentir perto de animais dessas raças de que eles estão com a respiração muito forte ou de que eles não estão conseguindo respirar direito? Pois é mais ou menos isso.

Para que esses animais passem a respirar melhor, com mais facilidade e tenham uma melhor qualidade de vida, a saída é cirurgia. Ela se chama rinoplastia e consiste na abertura da narina dos cães (ao final da operação o cão sai apenas com pequenos pontinhos nas narinas). Porém o custo dela é muito elevado, podendo custar até R$ 2,5 mil em clínicas veterinárias particulares.

Durante a cirurgia um pedacinho da lateral do nariz do animal é tirado. (Foto: Reprodução / Ville Chamonix)

Durante a cirurgia um pedacinho da lateral do nariz do animal é tirado. (Foto: Reprodução / Ville Chamonix)

Pensando no grande número de tutores que não podem pagar esses altos valores, mas se preocupam com a saúde do seu cão e apreensivos por conta no aumento no número de casos de mortes de cães no Rio devido à síndrome, professores do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal Fluminense (UFF) criaram o Projeto Narizinho.

O projeto da Universidade do Rio de Janeiro cobra um valor até 80% mais baixo do que é cobrado em clínicas particulares, com isso um maior número de animais podem passar pelo procedimento e ter uma qualidade de vida e saúde bem melhor.

Cão com a narina esquerda operada e com pontinho e a direita ainda normal, impedindo uma boa respiração. (Foto: Reprodução / Medicina Veterinária - Animais de companhia)

Cão com a narina esquerda operada e com pontinho e a direita ainda normal, impedindo uma boa respiração. (Foto: Reprodução / Medicina Veterinária – Animais de companhia)

A operação feita pelo projeto custa cerca de R$ 500, mas esse valor não é da cirurgia em si, ele cobre apenas os exames necessários para checar a saúde do animal e se ele está apto para a cirurgia. A operação sai de graça.

Após a cirurgia, os animais que costumavam cansar rápido, não aguentar muita brincadeira, se engasgavam na hora de se alimentar e roncavam bastante, passam a respirar melhor e com isso vem também uma melhoria na qualidade de vida e saúde. Com a respiração normalizada, os animais conseguem brincar mais, dormir melhor e se alimentar sem maiores perigos.

Antes da cirurgia, com as narinas ainda normais e após a cirurgia, com as narinas mais abertas possibilitando uma melhor respiração. (Foto: Reprodução / Bulldog Apollo)

Antes da cirurgia, com as narinas ainda normais e após a cirurgia, com as narinas mais abertas possibilitando uma melhor respiração. (Foto: Reprodução / Bulldog Apollo)

Para quem mora no Rio de Janeiro e quer mais informações ou entrar para a fila de espera da cirurgia ligar para o número (21) 98025-6745 ou ir diretamente até a Universidade Federal Fluminense (UFF), que fica em Niterói.

Nós torcemos para que os cursos de Medicina Veterinária de ouras Universidade e Faculdades espalhadas pelo Brasil se inspirem e abram projetos como esse.

Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 9:36

A atriz Paolla Oliveira é uma amante de cachorros assumida e nós já demos muitas provas disso aqui no Portal do Dog.

Tutora de três cachorros (dois deles adotados) e 11 gatos, Paolla também é madrinha da ONG Paraíso dos Focinhos e sempre está participando de campanhas para ajudar a instituição, além de incentivar a adoção.

Pronta pra semana… Só que no horário de verão. 😂🙆

 » Read more about: Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro  »

Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 18:24

Pela primeira vez os hotéis e resorts do complexo Disney passaram a aceitar famílias hospedem também seus cachorros de estimação.

O Disney’s Yacht Club Resort, Disney Port Orleans Resort – Riverside, Disney’s Art of Animation Resort e o Disney’s Fort Wilderness Resort, todos localizados em Orlando, na Flórida, abriram suas portas ontem, dia 15 de outubro, para receber também hóspedes caninos.

Os animais não podem circular por todas as áreas dos hotéis e os quartos onde eles podem se hospedar com suas famílias ficam em andares específicos,

 » Read more about: Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez  »

Instituto Luisa Mell recebe a visita da estrela teen Larissa Manoela

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 9:33

Depois do resgate dos 135 cães feito por Luisa Mell, com o apoio da polícia e de uma superequipe, em um canil de Osasco, o Instituto Luisa Mell recebeu o apoio e visita de diversas celebridades que ficaram tocados com a situação dos animais.

Na última sexta-feira, dia 13 de outubro, mais uma celebridade foi até o Instituto. Dessa vez foi a atriz e cantora Larissa Manoela que esteve no local conhecendo as instalações e todos os animais que são ajudados por lá.

 » Read more about: Instituto Luisa Mell recebe a visita da estrela teen Larissa Manoela  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 9:36

A atriz Paolla Oliveira é uma amante de cachorros assumida e nós já demos muitas provas disso aqui no Portal do Dog.

Tutora de três cachorros (dois deles adotados) e 11 gatos, Paolla também é madrinha da ONG Paraíso dos Focinhos e sempre está participando de campanhas para ajudar a instituição, além de incentivar a adoção.

Pronta pra semana… Só que no horário de verão. 😂🙆

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Paolla também parece ser do time daqueles que adoram passar qualquer tempo que tem livre com seus animais. Na reta final das gravações da novela a “A Força do Querer”, onde interpreta a policial Jeiza, a atriz curtiu a manhã da última segunda-feira, dia 16 de outubro, relaxando com um de seus cachorros e publicou uma imagem no seu perfil oficial no Instagram.

Junto da foto, que mostra a atriz deitada com um de seus cães em uma rede Paolla escreveu: “Pronta pra semana… Só que no horário de verão.”

Algumas horas depois, Paolla publicou mais uma foto com outro animal, dessa vez com o cachorro Iron, um cão policial da raça Pastor Belga Malinois com quem ela divide a cena na novela.

“Ganhando um carinho nas últimas gravações com meu fiel escudeiro em #AForçaDoQuerer. Vou sentir muita saudade do Iron. E vocês?”, escreveu a atriz, que parece bastante apegada ao animal, na legenda da foto.

Ganhando um carinho nas últimas gravações com meu fiel escudeiro em #AForçaDoQuerer. Vou sentir muita saudade do Iron. E vocês? 😢😘

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Nós já falamos aqui que Paolla até demonstrou certo interesse em adotar o cão, que atualmente pertence ao Batalhão de Ações com Cães da Polícia Militar do Rio de Janeiro, mas que está pertinho de se aposentar.

Nós continuamos torcendo para que a atriz acabe ficando mesmo com Iron e lhe dê muito amor e a aposentadoria que ele merece, assim como ela faz como todos os seus animais.

Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 18:24

Pela primeira vez os hotéis e resorts do complexo Disney passaram a aceitar famílias hospedem também seus cachorros de estimação.

O Disney’s Yacht Club Resort, Disney Port Orleans Resort – Riverside, Disney’s Art of Animation Resort e o Disney’s Fort Wilderness Resort, todos localizados em Orlando, na Flórida, abriram suas portas ontem, dia 15 de outubro, para receber também hóspedes caninos.

Cães já podem se hospedar em quatro hotéis do complexo Disney em Orlando. (Foto: Reprodução / Petcha / Disney Parks Blog)

Os animais não podem circular por todas as áreas dos hotéis e os quartos onde eles podem se hospedar com suas famílias ficam em andares específicos, tudo para que tanto os cães quanto pessoas que possuem alergia ou outros problemas tenham mais comodidade e tranquilidade durante sua estadia.

Cada quarto poderá hospedar no máximo dois cachorros por vez e os animais serão muito bem recebidos nos resorts. No momento do check-in, os cães receberão um kit de boas-vindas do Pluto que inclui: esteira e tigelas para comida e água, uma etiqueta de identificação, sacolas descartáveis ​​de plástico, almofadas de cachorro, e mapas de locais para caminhar com os cachorros e uma etiqueta para porta indicando que tem um animal de estimação no quarto.

A taxa cobrada pela presença de cada animal será de 75 dólares por noite no Disney Yacht Club e 50 dólares por noite nos outros três resorts Disney abertos para cães. Essas taxas destinam-se a cobrir os custos de limpeza.

Os cães irão receber um kit de boas-vindas do Pluto no momento do check-in. (Foto: Reprodução / Petcha / Disney Parks Blog)

No complexo Disney você encontra ainda a Best Friends Pet Care, uma instalação de serviço completo para animais de estimação. O Local funciona como creche, onde os cães podem ficar durante o dia enquanto seus tutores estão nos parques, e também funciona como hotel pet, onde os animais podem ficar hospedados por uma semana direto.

Para se hospedar nos hotéis Disney o cachorro deve estar com as vacinas em dia e espera-se que o animal seja bem comportado e que os tutores respeitem as áreas proibidas para pets.

Fonte: Disney Parks / Petcha