Beagle

Corajoso, alerta, inteligente e possui um temperamento equilibrado.
CBKC - Grupo 6
Pequeno, compacto e resistente, Beagles são companheiros ativos para crianças e adultos. São alegres e divertidos, mas também podem ser teimosos
Também conhecido como: Beagle

Informações Gerais

Com um tamanho compacto, natureza feliz e com pelos de fácil manutenção, o Beagle há muito tempo tem um lugar garantido como uma das raças mais populares para as famílias.

Normalmente cães extrovertidos, os Beagles são descritos com temperamento alegre, porém também com uma natureza levada. Eles podem ser danados, determinados e teimosos em seus esforços de atingir o que querem (geralmente comida).

Não deixe que o tamanho pequeno ou charme inegável do Beagle enganá-lo: estes cães ainda nascem para caçar. Eles já foi descritos como “um nariz com quatro pernas”, e adoram seguir uma trilha de cheiro. No minuto em que eles cheiram algo interessante, estão propensos a seguir seus narizes ao invés do chamado de seus tutores.

Há algumas coisas que você deve estar ciente antes de levar um Beagle para casa: A coisa mais importante a saber é que Beagles são governados por seu nariz. O Beagle seguirá um cheiro interessante onde quer que o leve, através de ruas movimentadas a milhas de casa, por isso, um local murado é essencial para mantê-lo seguro.

Um pouco de informação relacionada é que Beagles eles gostam de comer. Adoram! E eles são criativos sobre como localizar e ter acesso aos alimentos. Tutores experientes colocam comida, latas de lixo e qualquer outra coisa que possa ter cheiro de algo comestível fora de alcance do Beagle. No lado positivo, o amor aos alimentos  ajuda bastante na hora de treinar Beagles. Eles vão fazer qualquer coisa por um petisco.

Beagles têm em dois tamanhos: de 33 à 38 centímetros (altura da cernelha) e pesam 9 à 13 quilos, enquanto a maior variedade inclui Beagles que pesam até 35 quilos.

Ele ainda é usado em matilhas, muitas vezes organizadas por instituições, incluindo universidades e escolas. Um ansioso e irrequieto cãozinho, cheio de entusiasmo e vigor e sempre pronto para qualquer atividade que o envolva. Tudo sobre a raça dá a impressão de atletismo e não existe melhor visão do que uma matilha de Beagles em plena perseguição, suas cabeças baixas farejando, as caudas rígidas para cima e concentrados na perseguição.

Quem já escutou a voz de um Beagle reconhece o som único que eles emitem. Os amantes da raça amam, os seus vizinhos não vão entender bem que tipo de latido é. Não são conhecidos por terem uma tendência a latidos, apenas quando estão solitários ou entediados.

A melhor maneira de treinar um Beagle é fazendo com que as aulas sejam o mais divertidas possível. Por ser um cão muito inteligente, bom de resolver problemas e com um olfato poderoso, pode ter certeza que ele descobrirá como ultrapassar qualquer obstáculo que está em seu caminho.

Expectativa de vida

Expectativa
Mínima
13 anos
Expectativa
Máxima
16 anos

Altura

Altura
Mínima
33
cm
Altura
Máxima
39
cm

Peso

Peso
Mínimo
9
kg
Peso
Máximo
35
kg

Características

Adaptabilidade
Nível de afeição
Bom para apartamento
Tendência de latir
Amigável com gatos
Amigável com crianças
Amigável com cães
Necessidade de exercícios
Espaço necessário
Tosa
Problemas de saúde
Inteligência
Gosto por brincadeiras
Queda de pelo
Necessidade social
Amigável com estranhos
Territorialista
Facilidade de treinamento
Cão de guarda
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor

Origem do Beagle

País: Reino Unido

O Beagle é originário da Inglaterra. Sua herança remonta à matilhas de caça mantidas pela aristocracia rural para caçar veados e lebres. Sabujos Beagle – como eram conhecidos, já em 1475, quando a palavra “Beagle” foi usada pela primeira vez para descrever este tipo de cão de caça. É uma questão de debate se o nome vem de uma palavra celta que significa “pequeno” ou de uma palavra francesa que significa “boca aberta” ou “boca alta.” Dada a propensão do Beagle para latir quando ele pega um rastro interessante, a última teoria parece mais provável.

Os primeiros Beagles pareciam diferentes, dependendo do tipo de solo sobre o qual eles iriam caçar. Houndsmen que viviam no campo do sul da Inglaterra produziram cães lentos e pesados. Os Beagles para terreno acidentado da fronteira da Inglaterra com a Escócia eram ágeis e tinham muita resistência.

No início do século XIX, os criadores trabalharam para padronizar a raça para que eles tivessem uma uniformidade na aparência e no temperamento. Mas ainda hoje, eles não são tão diferentes dos Beagles de 200 anos atrás. Se um desses cães pudessem avançar para o futuro, você ainda iria reconhecê-lo como um Beagle, e o mesmo acontece se um Beagle moderno pudesse ser transportados para o passado.

A primeira menção do Beagle na América foi em 1642. Beagles foram usados ​​no Sul antes da Guerra Civil, mas estes cães tinham pouca semelhança com os seus homólogos ingleses. Depois da guerra, as importações inglesas formaram a base do Beagle americano moderno. O pequeno farejador de caça não parou por aí: ele continuou e se tornou uma das raças favoritas na América, encontrando seu nicho especial como um animal de estimação da família.

O American Kennel Club e o Beagle Specialty Club ambos foram fundados em 1884. Nesse mesmo ano, o AKC começou a registrar Beagles.

mostrar mais

Curiosidades sobre o Beagle

– Beagles são usados ​​como cães para detectar odores suspeitos nos aeroportos dos Estados Unidos, onde a sua simpatia lhes permite procurar armas, drogas e alimentos ilegais sem deixar os passageiros nervosos;

– Por volta de  1800, os Beagles existiam em diversos tamanhos, mas os menores cães “de bolso” foram particularmente populares. Estes cães mediam  apenas 22 centímetros;

–  O Snoopy do desenho animado era da raça Beagle. Uma prova era sua preocupação constante com sua bacia de comida vazia;

– O Beagle tornou-se popular na Inglaterra muito cedo em sua história. Durante o reinado de Edward II (1307 – 1327) e Henry VII (1485 – 1509). Também a rainha Elizabeth I (1533 – 1603) mantinha em seu bolso um Beagle que tinha apenas 9 centímetros de altura;

– O ex-presidente dos Estados Unidos, Lyndon Baines Johnson, possuia dois Beagles durante seu mandato: Him e Her;

– O cantor Barry Manilow colocou seu Beagle, Bagel, em diversas capas de seus álbuns;

– O Beagle é muito inteligente no sentido de que ele é um bom solucionador de problemas. Ele pode não responder de imediato aos seus comandos, mas ele vai descobrir rapidamente como superar todos os obstáculos que estão impedindo-o de chegar onde ele quer;

– Beagles têm cerca de 220 milhões de receptores de cheiro em comparação com os míseros 5 milhões em pessoas, o que os torna muito bons em distinguir aromas;

– Todos os Beagles com pedigree precisam ter a ponta da cauda branca;

– Para testar drogas para a indústria, bilhões de animais – principalmente roedores, cães, gatos e primatas – são trancados em laboratórios anualmente e submetidos a práticas dolorosas. Inserção de substâncias tóxicas em seus olhos, inalação forçada de fumaça e implantação de eletrodos em seu cérebro são apenas algumas destas práticas. Via de regra, são utilizados animais de pequeno porte e dóceis, para facilitar o manejo dentro dos institutos de pesquisa. Neste cenário, a raça Beagle, infelizmente, se encaixa perfeitamente e são eles os preferidos dos vivisseccionistas.

Cuidados e Bem Estar

Beagles são cães fáceis de cuidar. Uma boa escovação no pelo com uma luva apropriada, uma ou duas vezes por semana, remove os pelos mortos e ajuda a mantê-los longe de roupas e móveis. E essa é a má notícia: Beagles soltam pelos durante o ano todo. A boa notícia: a menos que seu Beagle role em algo fedido, que é uma possibilidade forte, ele não deve precisar de um banho mais do que três ou quatro vezes por ano.

Manter as orelhas caídas do seu Beagle limpas com uma solução recomendada pelo seu médico veterinário. Não use cotonetes dentro do ouvido; eles podem empurrar a sujeira mais para dentro. Use sempre bolas de algodão, sem ir muito profundo.

Apare as unhas regularmente, geralmente a cada duas semanas. Elas nunca devem estar tão longas a ponto de você ouví-las batendo no chão.

O Beagle precisa de exercício diário, seja uma longa caminhada na coleira ou uma brincadeira em uma área segura. Ele gosta de viver a vida ao ar livre em climas temperados. É um cão que se relaciona bem, portanto,  precisa da companhia tanto de outros cães ou da sua família humana; geralmente fica mais feliz se puder dividir o seu tempo entre a casa e brincadeiras no quintal.

Um quintal cercado é uma necessidade para um Beagle. Ele é um viajante por natureza, por isso, pensando na possibilidade dele fugir – uma ocorrência comum com Beagles – certifique-se de implantar um microchip e usar etiquetas de identificação em sua coleira para que ele possa ser devolvido a você.

Escovar os dentes do seu Beagle pelo menos duas ou três vezes por semana para remover o acúmulo de tártaro e as bactérias que se escondem no seu interior. A escovação diária é ainda melhor se você quiser prevenir doenças da gengiva e mau hálito.

Predisposição à Doenças: Doença do disco intervertebral, Eye Cherry (Olhinho de Cereja), Atrofia Progressiva da Retina e Glaucoma.

Aparência física

O Beagle tem uma cabeça de comprimento moderado. Poderosa sem ser grosseira. Mais refinada nas
fêmeas, livre de rugas ou franzidos. Possui olhos marrom escuro ou avelã, relativamente grandes; nem profundos, nem
proeminentes; bem separados, com expressão meiga e suplicante. As orelhas são longas, de extremidades arredondadas, as quais devem atingir a ponta da trufa quando esticadas para frente.
O Beagle é curto no lombo, mas bem balanceado. Tem cauda forte; de comprimento moderado; inserção alta; portada empinada sem curvar-se sobre o dorso, nem inclinar-se para frente, desde a raiz. Bem revestida de pelos, especialmente na sua parte inferior.

Pelagem do Beagle

Beagles têm pelos duplos, lisos, denso que é resistente à chuva.
A queda de pêlos ocorre durante todo o ano.

Cor da pelagem

A cor mais comum para Beagles é tricolor com uma sela preta, pernas brancas, peito, barriga, e uma ponta branca na cauda, ​​e castanho na cabeça e em torno da sela. A segunda combinação mais comum é vermelho e branco em um padrão irlandês manchas na face, pescoço, pernas e ponta da cauda.

Filhotes

Por ser uma raça geralmente bem ativa e inteligente, que é conhecida por se entediar quando não trabalhada, é recomendado que o treinamento comece logo cedo. Adestramento com reforço positivo, principalmente utilizando petiscos para esse cão que adora comer, é um ótimo caminho. Sempre fique de olho na quantidade para não passar do limite diário.

Como os Beagles são conhecidos por morderem a serem o terror quando o assunto são controles remotos, sapatos, ou qualquer coisa que seja boa de mastigar, é interessante não incentivar esse comportamento desde filhote e substituir por brinquedos próprios para cachorros.

Preço

R$ 800 a R$ 2500

Perguntas frequentes

O Beagle pode viver em apartamentos ou espaços pequenos?

Beagles têm a tendência para latir, isso pode incomodar bastante seus vizinhos. Além disso, é uma raça que precisa de espaço para longas caminhadas e brincadeiras.

O Beagle é recomendado para crianças?

Muito recomendado para crianças. É muito carinhoso e paciente.

O Beagle pode ficar sozinho em casa?

Não é recomendado deixá-lo longos períodos sozinho, além de latir muito, pode desenvolver um comportamento destrutivo ou, na pior das hipóteses, tentar fugir.

O Beagle late muito?

Sim, late bastante, mas é algo que pode ser controlado com algumas horas de treinamento que deve começar o mais cedo possível.

O Beagle solta muito pelo?

Não é quantidade de pelo que incomoda, mas sim a frequência. O Beagle vai ter queda de pelo o ano inteiro.

Fotos doBeagle

Raças similares aoBeagle

Dálmata

Sensível, calmo, agradável, amigável, sem timidez ou hesitação

Bloodhound

Dócil, gentil e manso

Basset Hound

Plácido, tenaz e afetuoso. Não é violento.

Beagle Harrier

o Harrier é extrovertido, amistoso. dóceil e teimoso.

Explore outrasRaças

Deixe seu comentário

Os comentários estão desativados.