Border Collie

Tenaz, perspicaz, alerta, receptivo e inteligente. Jamais nervoso ou agressivo
CBKC - Grupo 1
Muito simplesmente, o Border Collie é muito dinâmico. Sua personalidade é caracteristicamente alerta, energico, trabalhador e inteligente. Ele aprende rápido - tão rápido que às vezes é difícil ter desafios novos para ele.
Também conhecido como: Cão de Tenerife

Informações Gerais

Indiscutivelmente considerado o melhor cão de pastoreio do mundo, o Border Collie é inteligente, viciado em trabalho intenso. Seu foco é lendário – e isso pode ser um caos quando ele está entediado. Popular por sua boa aparência e tamanho médio.

Um bom Border Collie pode ser o companheiro para uma vida toda, mas somente se ele está em sintonia com seu tutor criativo que pode mantê-lo ocupado com o brincadeiras para cães – agility, flyball, flying disc games, herding trials, obedience, tracking – ou quem vai ensiná-lo a fazer tarefas em casa ou fazenda. Se quiser que o talentoso Border Collie que você viu estrelando no cinema, deve estar ciente de que vai precisar dedicar tempo e esforço para mantê-lo ocupado.

Se você está disposto a assumir uma liderança amorosa, treiná-lo de forma consistente e carinhosa, dar a abundância de exercício e uma boa  maneira de aproveitar sua inteligência considerável, então sim, o Border Collie pode ser bom para você.

Não subestime a inteligência dele. Esta é uma das raças mais inteligentes de cão, e cujo os proprietários precisam prestar atenção para que e inteligência dele não supere a sua. Não espere que um Border Collie fique feliz no quintal e aceite ficar preso enquanto você assiste seus programas de TV favoritos. Essa é uma das maneiras de deixar seu cão entendiado, o que vai levá-lo a latir e se tornar um destruidor ao invés de um cão calmo, bem comportado, companheiro e leal, como você pensou.

O Border Collie também é conhecido por ser altamente sensível aos comandos de seu tutor e está sempre atento a cada  sugestão de comando, como o uso de um apito, um sinal com a mão ou até mesmo uma sobrancelha levantada.

Como a maioria das raças de pastoreio que têm uma tendencia forte de proteção inata, o Border Collie pode ser cauteloso com estranhos. Socialização precoce e frequente é essencial para impedi-lo de tornar-se tímido ou agressivo na presença de pessoas que ele não conhece. Ele também é altamente sensível ao som, e pode desenvolver fobias de ruído, especialmente de tempestades, se ele não está acostumado a ruídos altos ou inesperados. No lado positivo, ele é um excelente cão de guarda e sempre vai alertá-lo sobre qualquer coisa ou pessoa fora do comum.

Expectativa de vida

Expectativa
Mínima
12 anos
Expectativa
Máxima
15 anos

Altura

Altura
Mínima
45
cm
Altura
Máxima
55
cm

Peso

Peso
Mínimo
13
kg
Peso
Máximo
20
kg

Características

Adaptabilidade
Nível de afeição
Bom para apartamento
Tendência de latir
Amigável com gatos
Amigável com crianças
Amigável com cães
Necessidade de exercícios
Espaço necessário
Tosa
Problemas de saúde
Inteligência
Gosto por brincadeiras
Queda de pelo
Necessidade social
Amigável com estranhos
Territorialista
Facilidade de treinamento
Cão de guarda
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor

Origem do Border Collie

País: Reino Unido

Seus ancestrais seriam cães nórticos, guardiães da rebanho de Rennes, que chegaram a Escócia durante as invações vikings e cruzado em seguida com pastores autóctones. O Border Collie deve seu nome a região de pequenos vales dos Border na fronteira entre Escócia e Inglaterra, onde a raça se desenvolveu graças aos pastores.  Vários textos do século XVI já o mencionavam. Agricultores criaram suas próprias variedades individuais de cães pastores para as áreas montanhosas. Como Borders muitas vezes tendem a levar o rebanho sozinho, eles precisam pensar de forma independente e ser capazes de andar cerca de 50 quilômetros por dia em um país cheio de  montanhas.

No castelo real em Balmoral, Rainha Victoria se apaixonou por um Collie, e esse é o ponto em que as diferenças entre Collie de hoje e Border Collie começou a tomar forma. Logo depois disso, os treinos para cão pastor começaram em 1876, quando 100 ovelhas galesas selvagens foram levadas a Londres para uma demonstração. Por volta da virada do século passado, o que nós conhecemos como Border Collie chegou. No entanto, o nome Border Collie não entrou em uso até depois da Primeira Guerra Mundial.

Hoje, o Border Collie é reconhecido como o premier sheepherding dog.  A raça Border Collie foi reconhecida pelo American Kennel Club em 01 de outubro de 1995.

mostrar mais

Curiosidades sobre o Border Collie

– Border Collie são conhecidos como cães de pastoreio, mas uma BC atualmente detém o Recorde Mundial do Guinness para Fastest Car Window Opened by a Dog. Striker, um Border Collie da Hungria, abriu a janela sem ser elétrica em 11,34 segundo. Impressionante;

– Border Collies já participaram de filmes como “Babe, um porquinho atrapalhado” e ” Um hotel para cachorros”,

– O Border Collie é altamente sensível, muitas vezes responde ao comando mais sutil e aparentemente capaz de prever os desejos do seu tutor;

– É um viciado em trabalho e gosta de estímulos físicos e mentais, o Border Collie deve ter uma forma positiva de direcionar sua energia. Caso contrário, ele vai inventar suas próprias brincadeiras – e isso pode se tornar um problema de convivencia;

– O Border Collie vai tentar agrupar tudo que se move, incluindo crianças, carros, pessoas em bicicletas, gatos e esquilos. Ele pode se tornar um verdadeiro problema se ele começar a andar livremente pelas ruas do seu bairro;

– Na lista que categoriza a inteligencia canina feita pot Stanley Coren, o Border Collie está em primeiro lugar.

Cuidados e Bem Estar

Enquanto o Border Collie é um cão altamente adaptável, ele é mais adequado para um ambiente que lhe dá algum espaço: a casa da cidade com um quintal bem vedado, ou uma exploração agrícola do país ou rancho. Por que ele tem uma propensão para pastorear e perseguição, ele deve ser protegido contra o seu instinto não tão brilhante para perseguir carros.

Independentemente do ambiente, ele requer uma grande quantidade de estímulo físico e mental todos os dias, e ele precisa de um tutor que está disposto e pronto para lhe proporcionar isso. Pode ser um grande problema para os tutores que não conhecem essa raça e não sabem onde estão se metendo. Se você está pensando em um Border Collie, certifique-se que você está disposto a atender todas as necessidades para queima natural de energia e lidar com uma mente brilhante. Se você não tem uma fazenda, praticar esportes para cães é uma boa alternativa.

O trabalhador Border Collie não é chegado a muito luxo, e ele não precisa de cuidados excessivos para mantê-lo com boa aparência. Seu pelo é resistente às intempéries. Escovação mais frequente durante o período de perda de pelos é uma boa ideia para minimizar esse problema dentro de casa (a perda de pelo é sazonal). Banho somente quando necessário – de quatro em quatro meses, ou quando ele está realmente sujo ou com um cheiro terrível.

Escove os dentes do seu Border Collie , pelo menos duas ou três vezes por semana para remover o acúmulo de tártaro e as bactérias que se escondem no seu interior. A escovação diária é ainda melhor se você quiser prevenir doenças da gengiva e mau hálito.

Apare as unhas uma vez por mês, se necessário, e verifique seus ouvidos uma vez por semana se tem alguma sujeira, vermelhidão, ou mau odor que pode indicar uma infecção. Em seguida, limpe-os com suavidade semanalmente com uma bola de algodão umedecido com pH balanceado.

Verifique também se há feridas, erupções cutâneas, ou sinais de infecção, tais como vermelhidão, sensibilidade, ou inflamação na pele, no nariz, boca e olhos, e nas patas. Os olhos devem ser claros, sem vermelhidão ou secreção. Seu exame cuidadoso semanal vai ajudar a detectar possíveis problemas de saúde mais cedo.

Quanto a alimentação recomenda-se 1,5 a 2 xícaras de alimento seco de alta qualidade por dia, divididos em duas refeições. Essa quantidade vai variar de conformidade com o quanto de energia seu cão gasta por dia.

Predisposição à Doenças: Displasia coxofemural, alterações oftálmicas, surdez e alergias a picada de insetos.

Aparência física

De aparência atlética, seu tronco é ligeiramente mais longo que a altura na cernelha. O pescoço é de bom comprimento, forte e musculoso, ligeiramente arqueado e alargando em direção aos ombros. Sua cabeça é razoavelmente larga; occipital não pronunciada. Bem proporcional, de contorno suave demonstrando qualidade, graça e perfeito equilíbrio, combinados com substância suficiente para conferir uma impressão de resistência.

Pelagem do Border Collie

Duas variedades: moderadamente longa e lisa.
Em ambas, a pelagem de cobertura é densa e de textura média, subpelo macio e
denso, fornecendo boa proteção contra intempéries. Na variedade de pelagem
moderadamente longa a abundância de pelos forma uma juba, culotes e pincel. Na
face, orelhas, anteriores (exceto para franjas) e posteriores do jarrete ao solo o pelo
deve ser curto e liso.

Cor da pelagem

Acor mais comum de pelo é a preta com manchas brancas no rosto, pescoço, pés, pernas e ponta cauda, com ou sem castanho. No entanto, ele pode ser bicolor, tricolor ou cor sólida, exceto branco.

Filhotes

Os filhotes de Border Collie são muito atléticos e extremamente inteligentes. Recomenda-se começar seu treinamento o quanto antes para não se tornar um cão desobediente. A fêmea, em boas condições de saúde, pode ter em torno de 10 filhotes.

Preço

R$ 1000 a R$ 2500

Perguntas frequentes

O Border Collie pode viver em apartamentos ou espaços pequenos?

Este é um cão que não pode viver em apartamento e que deve, preferencialmente, ter fácil acesso a um quintal grande devido sua grande necessidade de exercícios e seu tamanho também.

O Border Collie é recomendado para crianças?

O Border Collie é um bom cão de família, desde que ele receba o treinamento apropriado enquanto ainda é novinho. Ele se dá bem com crianças e outros animais de estimação, embora seu instinto de cuidar de rebanho vai levá-lo a mordiscar, perseguir e latir para as crianças (especialmente crianças muito pequenas) e com os outros animais que você tiver em casa vai ser do mesmo jeito.

O Border Collie pode ficar sozinho em casa?

Nada de deixá-lo sozinho por longos períodos. Ele é um cão muito apegado a sua família humana. Solidão é igual a comportamento destrutivo.

O Border Collie late muito?

Tem tendência a latir, principalmente como aviso de algo estranho ou desconhecido.

O Border Collie solta muito pelo?

Sua queda de pelo é por período. Escovação semanal é indicada para retirar os pelos mortos.

Fotos doBorder Collie

Raças similares aoBorder Collie

Welsh Corgi (Cardigan)

Ativo e descontraído

Boiadeiro Australiano

Dócil, fiel e dinâmico

Sem Raça Definida (SRD)

Diverso e único para cada mistura e personalidade.

Leonberger

Calmo, afetuoso e leal

Explore outrasRaças

Deixe seu comentário

Os comentários estão desativados.