Buldogue Francês

Alegria é sua principal característica. Brincalhão, companheiro e silencioso.
CBKC - Grupo 9
Frenchies são conhecidos por sua atenção tranquila. Eles seguem seus tutores por toda casa, sem fazer incomodar em nada. Quando eles querem a sua atenção, eles vão carinhosamente cutucar você com a pata.
Também conhecido como: Bouledogue Français, French Bulldog, Frenchie.

Informações Gerais

Bastante orelhudo e com corpo forte e musculoso (por isso ganhando o apelido de cão-morcego e cão-porquinho), o buldogue francês é à sua maneira belo e tem um apelo único. Esteticamente, outras raças, inegavelmente, são mais glamourosas e vistosas, mas a beleza está nos olhos de quem vê e o que muitos vêem no buldogue francês são os atributos que tornam esta raça uma das melhores companhias caninas no mundo de hoje. O Buldogue Francês é pequeno, mas significativo na compilação com um corpo muscular poderoso.

Ele ostenta um pelo de fácil manutenção e curto para acompanhar sua personalidade calma. O Frenchie gosta de jogar, mas ele também gosta de passar os seus dias relaxando no sofá. Buldogues Franceses são inteligentes, e treiná-los é fácil, desde que você comece a fazer o treinamento parecer um jogo divertido. Eles pensam por si mesmos. Esta abordagem freethinking também pode levar a uma natureza teimosa.

Essa não é uma raça ideal para competir em obedience ou agility, embora alguns tenham tentado o desafio. Se você quer um cão atlético, com muita energia e que pode ser deixado sozinho por longos períodos, o Frenchie não é a raça para você. 

Este é um cão que esbanja amor para com seus companheiros humanos, tanto quanto ele ama receber o mesmo tratamento em troca. Eles podem, contudo, ser territorialistas e possessivos com seus tutores, especialmente na presença de outros cães. Socialização é uma obrigação para esta raça. Com uma natureza que é ao mesmo tempo bem-humorada e brincalhona, o Buldogue Francês precisa conviver com alguém que é firme e paciente com todas as travessuras e idiossincrasias que o fazem tanto frustrante quanto amável. Buldogues Franceses vão alertar seus tutores se um estranho abordar, mas não é seu estilo latir sem justa causa. Esta é uma raça altamente alerta que ladra criteriosamente. Se um Buldogue latir é bom ir verificar do que se trata.

Um conselho: qualquer cão, não importa quão bom, pode desenvolver níveis detestáveis de ​​latido, gosto por cavar e outros comportamentos indesejáveis ​​se ele estiver entediado, sem treinamento ou sem supervisão. E qualquer cão pode demonstrar uma certa rebeldia durante sua “adolescência”. No caso do Frenchie, os anos de “adolescência” podem começar aos seis meses e continuar até que o cão esteja com cerca de dois anos de idade.

Expectativa de vida

Expectativa
Mínima
9 anos
Expectativa
Máxima
12 anos

Altura

Altura
Mínima
29
cm
Altura
Máxima
35
cm

Peso

Peso
Mínimo
8
kg
Peso
Máximo
14
kg

Características

Adaptabilidade
Nível de afeição
Bom para apartamento
Tendência de latir
Amigável com gatos
Amigável com crianças
Amigável com cães
Necessidade de exercícios
Espaço necessário
Tosa
Problemas de saúde
Inteligência
Gosto por brincadeiras
Queda de pelo
Necessidade social
Amigável com estranhos
Territorialista
Facilidade de treinamento
Cão de guarda
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor

Origem do Buldogue Francês

País: França

O “Bouldogge Français”, como ele é conhecido no seu país natal/adotivo, a França, na verdade, teve origem na Inglaterra, na cidade de Nottingham. Mesmo sendo menor e leve, o Buldogue Francês lembra o Buldogue Inglês. A hipótese é de que o Buldogue Francês teria sido introduzido no decorrer do século XIX por operários ingleses têxteis, e em seguida cruzado com diversos cães caçadores de ratos, como Carlins e, sem dúvida, com outro Dogues do norte da Bélgica. O cão que resultou desse cruzamento foi apreciado como caçador de ratos por inúmeros comerciantes, mercadores de vinho e açougueiros que decidiram, por volta de 1880, desenvolver a raça e dar-lhe o aspecto atual. Ele tornou-se o cão favorito da classe operária parisiense e, depois, dos burgueses e dos artistas.

O Buldogue Francês prosperou na França e na Europa, e seu encanto logo foi descoberto pelos americanos também. Os Estados Unidos viu seu primeiro Buldogue Francês no Westminster Kennel Club Show em 1896. A raça foi rapidamente apelidada carinhosamente de “Frenchie”, nome utilizado até hoje.

O clube americano foi formado e, em 1898, patrocinou uma das mais elegantes exposições de cães (apenas para buldogues franceses) já realizadas. O cenário gracioso atraiu espectadores ricos, e o Frenchie logo conquistou a América. Sua popularidade entre a alta sociedade disparou, e em 1913, eles estavam entre os cães mais populares nos Estados Unidos.

mostrar mais

Curiosidades sobre o Buldogue Francês

– O artista impressionista Toulouse Lautrec colocou um Frenchie em um de seus quadros, “Le Marchand des Marrons”;

– O Buldogue Francês é popular entre celebridades – O ator Leonardo di Caprio compartilha a custódia de seu Frenchie com a ex-namorada Gisele Bündchen;

– A especialista em Lifestyle Martha Stewart’s fez um blog exclusivamente para seu Frenchie;

– Miss Asia Kinney, cadela de Lady Gaga, é uma Buldogue Francês e uma verdadeira celebridade. Ela e seu irmao, Koji, são centrais na vida da Mãe Monstro. Asia foi garota propaganda da marca Coach;

– Celebridades internacionais que amam seus Buldogues Franceses: Eva Longoria, Hilary Duff, Lady Gaga, Hugh Jackman, Ashley Olsen, Leonardo DiCaprio, Chrissy Teigen e John Legend, Dwayne Johnson, Rachel Bilson, Zach Braff, Reese Witherspoon, David e Victoria Beckham, Jack Osbourne, Carrie Fisher.

– Celebridades nacionais que amam seus Buldogues Franceses: Preta Gil, Padre Fábio de Melo, Bárbara Evans, Maria Cecilia e Rodolfo, Fátima Bernardes e William Bonner, Thaila Ayala e Paulo Vilhena.

– Buldogues Franceses não são bons nadadores e não devem ter acesso a piscinas, tanques ou outros tipo qualquer de local com muita água;

– As ruguinha do Buldogue Francês no rosto vêm do Buldogue Inglês. Elas foram intencionalmente criadas no Buldogue Inglês para que o sangue não caísse nos olhos, se o cão se ferisse em uma briga;

– As “orelhas de morcego” nem sempre foram uma unanimidade. Antigamente, alguns criadores as preferiam caídas;

– Bufar (quando está ofegante), roncar e  grunhir, e outros barulhos estranhos são especialidade dessa raça;

– Eles também têm tendência a babar e a ter flatulência;

– O Buldogue Francês é considerado por muitos a raça canina mais desejada do momento;

– A reprodução do Buldogue Francês é feita por inseminação artificial. As patas posteriores do Buldogue Francês macho não suportam seu peso e por isso não conseguem fazer a cobertura de maneira adequada na fêmea;

– Porque eles têm uma cabeça tão grande em comparação ao resto do corpo, muitas vezes, quando a mãe está em trabalho de parto, o canal não é grande o suficiente para comportar os filhotes e uma cesariana se faz necessária;

– Por causa de todas as particularidades do Buldogue Francês, desde sua concepção ao nascimento, o preço dos filhotes é naturalmente influenciado. Consulte apenas criadores responsáveis, visite o canil antes de efetuar a compra e peça todos os exames comprovando a saúde dos animais.

Cuidados e Bem Estar

Buldogues franceses não precisam de um monte de exercício, mas não abrem mão de caminhadas diárias para mantê-los em um peso saudável. Eles não se dão muito bem com o calor intenso pelo fato de serem braquicefálicos. Precisam ser monitorados em dias quentes para garantir que eles não desidratem. Evite caminhar ou fazer exercícios nos períodos de sol muito quente. O ideal seria pela manhã cedo ou no final do dia.

Muitos buldogues franceses gostam de jogar e vão gastar muito do seu tempo em várias atividades, mas eles não têm tanta energia assim. Não precisam de um quintal grande ou longos períodos de exercício. Esta raça é propensa a exaustão pelo calor e não deve ser exercitada em temperaturas quentes.

Ao treinar um buldogue francês, leve em conta que, embora eles são inteligentes e geralmente ansiosos para agradar, eles também têm vontade própria. Isso significa que eles podem ser teimosos. Muitas técnicas de treinamento diferentes são bem sucedidas com esta raça, por isso, não desista se um determinado método não funcionar; apenas tente uma técnica diferente. Para despertar o seu interesse de Frenchie, tente fazer o treinamento parecer um jogo com muita diversão e prêmios. É importante treinar seu filhote de Buldogue Francês, principalmente se você pretende dar-lhe liberdade dentro de casa quando ele atingir idade adulta.

Buldogues franceses são bastante fáceis de se cuidar, só precisa de um escovação ocasional para manter seu pelo saudável. Eles não soltam muito pelo. Comece os cuidados de manutenção do corpo do seu Frenchie quando ele ainda é novinho para que ele se acostume a ficar em uma mesa ou no chão enquanto você ou outra pessoa fazem o trabalho. Quando você estiver cuidando do seu Frenchie em qualquer fase da vida, é necessário verificar se há crostas, lesões de pele, manchas, pele áspera, escamosa ou sinais de infecções. Você também deve verificar orelhas, olhos e dentes para qualquer sinal de inflamação ou mau cheiro. Ambos são sinais de que seu Frenchie pode precisar de ver o veterinário.

Orelhas limpas regularmente com um pano úmido e usar um cotonete ao redor. Nunca coloque o cotonete dentro do canal auditivo. Se as bordas das orelhas estão secas, aplicar óleo mineral para bebé com moderação. O óleo também pode ser utilizado no focinho quando estiver seco.

As unhas precisam ser aparadas regularmente. Isto impede qualquer tipo de machucado que pode ser doloroso para o cão.

Mantenha as rugas faciais limpas e secas para evitar infecções bacterianas. Sempre que você banhar seu cão, tomar o cuidado extra e enxugar completamente a pele entre as dobras. Banhe seu Buldogue Francês mensalmente ou conforme a necessidade, e use um shampoo para cachorro de alta qualidade para manter os óleos naturais em sua pele e pelos.

A quantidade diária de ração recomendada é de 1 a 1,5 xícara de alimento seco de alta qualidade por dia, dividido em duas refeições. Lembre sempre que a ração acompanha as fases de vida do seu cão. Alimente-o com a ração adequada para cada idade e sempre consulte o médico veterinário para acompanhamento.

Predisposição à Doenças: Protusão da glândula da terceira pálpebra (glândula de Harder).

Aparência física

De estrutura compacta e com ossos sólidos, o Buldogue Francês tem a cabeça bastante forte, enrugada, larga e quadrada, com o crânio achatado, a testa bombeada e o stop muito acentuado. A chanfradura curta tem rugas concêntricas. O focinho, redobrado apresenta trufa preta e narinas bem abertas. Os olhos, alertas e contornados por pálpebras pretas, são escuros, arredondados e salientes. As orelhas são bem eretas. O pescoço, ligeiramente apertado, é curto; o peito largo; o dorso musculoso; e os quadris atarracados. Os membros anteriores são retos curtos e espessos; os posteriores, um pouco mais compridos e bem musculosos; as patas são arredondadas. A cauda é bem curta e implantada abaixo, é colada às nádegas.

Pelagem do Buldogue Francês

Seu pelo é curto, brilhante e macio.

Cor da pelagem

- Uniformemente colorido fulvo, tigrado ou não, ou com manchas limitadas (Pied).
- Fulvo tigrado ou não, com manchas médias ou predominantes.
Todas as nuanças do fulvo são admitidas, do vermelho ao café com leite. Os exemplares inteiramente brancos são classificados dentro dos fulvos tigrados com manchas brancas predominantes. Desde que um exemplar apresente a trufa muito
escura, olhos escuros debruados com pálpebras escuras, alguma despigmentação da face poderá ser excepcionalmente tolerada nos cães muito bons.

Filhotes

Independentemente da raça, filhotes de cachorro são exploradores, vão entrar em coisas que não deveriam, e mastigar coisas que podem prejudicá-los. Por ser caro tanto para reparar ou substituir itens destruídos como para pagar as contas do veterinário, use o método da grade de proteção.

O quanto antes houver socialização e treinamento de obediência, melhor para o cão.

 

Preço

R$ 2500 a R$ 8000

Perguntas frequentes

O Buldogue Francês pode viver em apartamentos ou espaços pequenos?

Buldogues Franceses não precisam de muito espaço e se adaptam muito bem em apartamentos ou pequenas residências.

O Buldogue Francês é recomendado para crianças?

Eles geralmente se dão bem com todos, incluindo as crianças.

O Buldogue Francês pode ficar sozinho em casa?

O Buldogue Francês é seu companheiro constante. Para onde você for, ele vai lhe acompanhar em cada cômodo da casa ou apartamento. Deixá-lo sozinho por longos períodos causaria um sofrimento enorme para seu cão. Além, claro, de torná-lo um destruidor.

O Buldogue Francês late muito?

Buldogues Franceses são silenciosos e discretos. Latem somente quando necessário e isso merece atenção por parte do tutor.

O Buldogue Francês solta muito pelo?

Sua queda de pelo é mínima durante todo o ano.

Fotos doBuldogue Francês

Raças similares aoBuldogue Francês

Lhasa Apso

Alegre, seguro de si, alerta, estável e indiferente com estranhos.

King Charles

Feliz, inteligente, reservado, gentil e afetuoso.

Poodle

Inteligente e capaz de uma relação estreita.

Maltês

Inteligente, esperto e dócil

Explore outrasRaças

Deixe seu comentário

Os comentários estão desativados.