Buldogue Inglês

Muito sensível e afetuoso
CBKC - Grupo 2
Cão de pelo curto, com o corpo muito perto do chão e pesado para seu tamanho
Também conhecido como: English Bulldog ou Bulldog

Informações Gerais

Às vezes chamado de Bulldog Inglês ou o Buldogue Britânico, a raça teve origem na Inglaterra e tem um passado sangrento. Ele é descendente dos Mastiffs lutadores que foram trazidos para as Ilhas Britânicas pelos romanos e foram usada em um esporte sangrento chamado bullbaiting. Hoje, no entanto, o Bulldog apenas ligeiramente se assemelha a seus antepassados ​​na aparência. E toda a ferocidade que ele exibiu nos combates bullbaiting? Tudo ficou no passado. A despeito de sua aparência feroz, você seria desafiado a encontrar um cão com uma disposição mais doce, mais amoroso.

Buldogues nunca são confundidos com outras raças de cães. Eles são de tamanho médio com um corpo espesso e rebaixado. Sua cabeça é curta, grande e quadrada. Eles têm ombros e peitos largos, com, pernas robustas e espessas.

Embora o Buldogue seja baixinho, ele é largo e musculoso. A sua cabeça têm amplas bochechas que se estendem para os lados de seus olhos, e a pele em sua testa sempre está enrugada. Um Buldogue tem o lábio superior caído e sua mandíbula para frente, o que significa que os dentes inferiores ficam mais expostos do que os seus dentes superiores. A mandíbula do Buldogue é enorme e forte, destinados à travar em seu oponente e segura-lo.

Apesar da representação usada por uma banda como um cão feroz, o Buldogue de hoje foi criado para ser carinhoso e gentil. Ele é, na verdade, resoluto e corajoso, mas ele não foge de uma briga. Ele geralmente tem uma dignidade calma quando chega a maturidade, e enquanto é simpático e brincalhão, pode ser um pouco teimoso e protetor de sua família. Buldogues amam as pessoas. Só querem a atenção de seus tutores e quem sabe tirar um cochilo no colo deles.

Infelizmente, a estrutura do corpo e da cabeça original do buldogue faz dele propenso a problemas de saúde, especialmente dificuldades respiratórias e de articulações. Eles podem rapidamente se tornar obesos se eles não fizerem a quantidade necessária de exercícios. Muito peso pode agravar problemas de saúde existentes.

Expectativa de vida

Expectativa
Mínima
8 anos
Expectativa
Máxima
12 anos

Altura

Altura
Mínima
30
cm
Altura
Máxima
40
cm

Peso

Peso
Mínimo
20
kg
Peso
Máximo
25
kg

Características

Adaptabilidade
Nível de afeição
Bom para apartamento
Tendência de latir
Amigável com gatos
Amigável com crianças
Amigável com cães
Necessidade de exercícios
Espaço necessário
Tosa
Problemas de saúde
Inteligência
Gosto por brincadeiras
Queda de pelo
Necessidade social
Amigável com estranhos
Territorialista
Facilidade de treinamento
Cão de guarda
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor

Origem do Buldogue Inglês

País: Reino Unido

Assim como todos os cães de face achatada, o Buldogue seria oriundo de um longínquo ancestral, o Molosso de Epire, sem dúvida introduzido na Inglaterra por navegadores fenícios. Entre o século XII e o século XVIII, o Buldogue – que ainda não se parecia com o atual – era famoso naquele país por causa das brigas contra touros (bull-baitings). A raca, outrora procurada, caiu rapidamente no esquecimento, e a criação só foi retomada mais tarde, com o objetivo de eliminar toda e qualquer agressividade. Atualmente, vários criadores tentam restituir ao Buldogue seu aspecto histórico.

Essas lutas com touros, na verdade, tinha um propósito; foram pensadas para amaciar a carne do touro. Por muitos anos, esta prática foi dito para “thin” (afinar) o sangue do touro e fazer sua carne ficar mais macia depois dele ser massacrado.Essa crença era tão forte que muitas localidades na Inglaterra tinha leis que exigem que touros servirem de “isca” antes de serem abatidos.

Mais do que isso, era um esporte popular em uma época em que não existiam esportes profissionais, programas de TV, filmes ou jogos de vídeo. O touro bravo lançaria o cão no ar com seus chifres se pudesse, para o deleite da multidão assistindo. O cão, por outro lado, iria tentar trincar os dentes no touro, geralmente em seu focinho, e levá-lo ao chão pela força de sua mordida dolorosa. As lutas de bullbaitings eram anunciados e multidões apostavam no resultado.

Esses primeiros Buldogues eram mais altos e mais pesados ​​do que os de hoje, e eles foram criados especialmente para serem hábeis nesse esporte sangrento. Em 1835, depois de muitos anos de controvérsia, bullbaiting foi proibido na Inglaterra, e muitos pensaram que o Buldogue desapareceria uma vez que ele já não tinha um propósito. Na época, o Buldogue não era um companheiro carinhoso. Eles viveram para lutar com os touros, ursos e qualquer outra coisa que era colocada diante deles. Era tudo o que sabiam fazer.

E assim o Buldogue sofreu uma reestruturação. Criadores dedicados e pacientes começaram a selecionar somente os cães que tinham um temperamento dócil para a reprodução. Cães agressivos e neuróticos não eram autorizados a se reproduzir. Ao focar sua atenção sobre o temperamento do Buldogue, estes criadores transforam o Buldogue no gentil e carinhoso cão que vemos hoje.

Criadores começaram a exibir na Inglaterra os novos Buldogues de conformidade com as exigências para a raça  em 1859. A primeira exposição de cães que permitiu que os Buldogues participassem foi em Birmingham, Inglaterra, em 1860. Em 1861, um Buldogue chamado King Dick ganhou nessa competição de Birmingham. Um dos seus descendentes, um cachorro chamado Crib, mais tarde foi descrito como sendo “próximo da perfeição.”

Em 1864, o primeiro clube da raça Buldogue foi formado por um homem chamado RS Rockstro. O clube tinha cerca de 30 membros e seu lema era “Hold Fast.” Um membro do clube, Samuel Wickens, escreveu o primeiro padrão da raça, usando o pseudônimo de Philo-Kuon . Padrão da raça do Buldogue supostamente foi o primeiro escrito no mundo. O clube infelizmente foi dissolvido depois de apenas três anos.

Em 1875, outro Bulldog Club foi fundado, e desenvolveu um padrão da raça que foi semelhante ao de Philo-Kuon. Este clube da raça existe ainda hoje .

Buldogues foram trazidos para os Estados Unidos, chamado Donald participou de um concurso em Nova York em 1880. Um Buldogue chamado Bob foi registrado no American Kennel Club em 1886. Em 1890, um vídeo de H. D. Kendall de Lowell, Massachusetts fundou The Bulldog Club of America. Foi um dos primeiros clubes da raça que se tornar membro do American Kennel Club. No início, o clube usou o padrão britânico da raça, mas acharam que não foi conciso o suficiente, então eles desenvolveram o padrão americano, em 1894, para o que eles chamaram o raça do buldogue americano . Os ingleses recriminaram o nome e também alguns dos itens do novo padrão. Depois de muito trabalho, o padrão foi revisto e aceito em 1896. Este padrão é usado ainda hoje.

O American Kennel Club reconheceu o Buldogue em 1890. Durante os anos 1940 e 1950, Buldogues estavam perto das 10 melhores raças em popularidade. Hoje, o Bulldog ocupa o 12º lugar entre os 155 raças e variedades registadas pelo AKC, um tributo a suas credenciais sólidas como um companheiro.

Mais do que qualquer outra coisa, o Buldogue é um triunfo da habilidade humana para reabilitar uma raça inteira e torná-la companheira, carinhosa e desejável por sua personalidade. Em 1800, cidades como Roma aprovaram leis que os Buldogues não podia caminharam nas ruas, mesmo na coleira devido à sua ferocidade e, no entanto, alguns anos mais tarde, o Buldogue já estava se tornando conhecido como um cão mais amigável e mais tranquilo. Tudo porque alguns criadores dedicados tiveram paciência, conhecimento e uma visão do que o Buldogue poderia ser.

mostrar mais

Curiosidades sobre o Buldogue Inglês

 

– Buldogues Ingleses são as mascotes da Universidade da Geórgia desde 1956, sob o nome de Uga. Cada Uga tem sua própria carteira de estudante.

– Buldogues não podem nadar. Sua enorme cabeça, dorso e pernas curtas limitam sua capacidade para se manter acima da água.

– Buldogues são bem conhecidos por ter flatulência. Se o problema parece excessivo com o seu, fale com o seu veterinário.

– Buldogues são comedores vorazes e vão comer demais se tiverem chance.

– Devido ao tamanho de suas cabeças, Buldogues têm dificuldade em dar à luz . A maioria exige cesariana.

 

 

Cuidados e Bem Estar

Buldogues são inertes dentro de casa e principalmente em um sofá bem confortável. Não precisam de uma grande quantidade de exercício (eles precisam fazer para não ganhar muito peso). Eles são cães de interior e preferem um estilo de vida descontraído. Cerca de 15 minutos jogando, eles estão prontos para uma sesta. Este baixo a moderado nível de energia faz com que o Buldogue seja adequado para qualquer tipo de casa ou apartamento. Você pode levar o Buldogue para uma caminhada de uma milha ou duas durante no horário em que o sol não esteja tão quente, mas ele vai estar muito feliz com um breve passeio para cima e para baixo na sua rua.

Por causa da estrutura do seu rosto, Buldogues não se dão muito bem em clima extremamente quente (ou frio). Eles respiram com dificuldade quando está quente e o seu corpo não consegue dissipar o calor interno. Eles são especialmente suscetíveis à insolação. Se eles ficarem expostos ao sol quente somente por meia hora em temperaturas muito elevadas podem morrer. Fornecer-lhe um ambiente climatizado e muita água fresca. Buldogues também não são nadadores. Suas cabeças maciças são pesadas e ele afunda. Se você tem uma piscina ou algo parecido, proteja seu Buldogue de cair dentro.

O Buldogue é pouco provável que seja uma estrela na prova de obedience, mas uma vez que ele aprende alguma coisa, ele nunca se esquece. Ele aprende melhor através de sessões de treino divertidos que envolvem repetição e reforço positivo por meio de recompensas (petiscos) e elogios.

Ele tem a pele macia, solta, especialmente na cabeça, pescoço e ombros. Sua cabeça é coberta com rugas pesados ​​e ele tem duas dobras soltas na garganta (a partir do queixo para o peito) para formar o que é chamado de papada. Lembre sempre de enxugar bem após o banho para evitar problemas de saúde.

Escovar seu Buldogue uma vez por semana com uma escova de cerda firme. Limpe o rosto com um pano úmido todos os dias, tendo o cuidado de limpar dentro das rugas. Algumas pessoas sugerem enxugando as rugas com lenços umedecidos que têm lanolina e aloe vera. Se a pele do seu Bulldogue ficar irritada dentro das rugas, peça ao seu veterinário para recomendar uma pomada calmante. Depois de ter limpado as rugas, lavar o nariz do seu Buldogue e aplicar vaselina para ele para mantê-la macia e impedir que se torne seca e escamosa.

O Buldogue tem tendência a queda de pelo. Se você tiver tempo para escová-lo mais do que uma vez por semana, vai ajudar a reduzir a quantidade de pelo que fica em suas roupas e móveis.

Outras necessidades é o cuidado com as unhas e higiene bucal. Cortar as unhas do seu Buldogue uma ou duas vezes por mês. Quanto mais cedo você começar esses cuidado mais acostumado ele vai ficar e isso vai se tornar um tempo divertido para vocês dois.

Escove os dentes pelo menos duas ou três vezes por semana – diariamente é melhor – para remover o tártaro e bactérias. Comece quando seu cachorro for novinho ainda para criar o hábito.

No cuidados com o seu cão fique atento para verificar se há feridas, erupções cutâneas, ou sinais de infecção, tais como vermelhidão, sensibilidade, ou inflamação na pele, nos ouvidos, focinho, boca e olhos, e nas patas. Orelhas não devem ter mal cheiro, sem muita cera ou sujeira dentro, e os olhos devem ser claros, sem vermelhidão ou secreção. Seu exame cuidadoso semanal vai ajudar a detectar potenciais problemas de saúde mais cedo.

A quantidade diária de alimento recomendado é de 1/2 a 2 xícaras de uma ração de alta qualidade por dia, divididos em duas refeições. O Buldogue tem tendencia a obesidade, cuidados  especiais na alimentação vão evitar que seu cachorro tenha problemas nas articulações. Não deixe comido sobrando na vasilha o dia todo.

Predisposição à Doenças: Alterações respiratórias, cardíacas, dermatológicas, predisposição a obesidade, dificuldade no parto e displasia coxofemoral.

Aparência física

A cabeça do Buldogue é maciça e muito grande. As pequenas e finas orelhas, implantadas no alto, são mantidas "em rosa". Os olhos, implantados baixos sobre a face, são arredondados. O focinho é curto e lardo, com stop profundo e pronunciado. O topo do focinho é reforçado na direção dos olhos. Os lábios são espessos e pendentes. O pescoço é um tato curto, forte, com muita pele frouxa, espessa e enrugada ao redor. Seu corpo em geral é forte e musculoso. A cauda é redonda, lisa e um tanto curta.

Pelagem do Buldogue Inglês

O pelo do seu Buldogue é reto, curto, de textura fina, lisa e brilhante.

Cor da pelagem

Buldogues vêm em uma variedade de cores: rajado vermelho; com manchas; sólido branco; vermelho sólido, castanho, creme pálido ao fulvo claro, amarelo pálido, vermelho ou amarelo;. e malhado (grandes manchas de duas ou mais cores) preto sólido não é comum e não é muito admirado.

Filhotes

Os filhotes de Buldogue Inglês são animais que estão em fase de crescimento, e é nessa época que adquirem aprendizados e hábitos. Portanto devemos desde filhote acostumar nossos animais com banhos, limpezas dentárias, limpezas de ouvidos e consultas periódicas ao médico veterinário.

Preço

R$ 2500 a R$ 8000

Perguntas frequentes

O Buldogue Inglês pode viver em apartamentos ou espaços pequenos?

Se adapta facilmente na vida em apartamento.

O Buldogue Inglês é recomendado para crianças?

Seu temperamento amável faz do Buldogue um excelente companheiro para as crianças, mesmo as mais novas.

O Buldogue Inglês pode ficar sozinho em casa?

Não deixe seu cão sozinho por longos períodos. Ele vai sentir muito sua falta e vai procurar uma maneira não muito agradável de demonstrar isso na sua mobília ou estofados.

O Buldogue Inglês late muito?

Não tem o hábito de latir e o faz somente quando necessário.

O Buldogue Inglês solta muito pelo?

Sua perda de pelo é pouca e pode ser reduzida ainda mais com escovações semanais

Fotos doBuldogue Inglês

Raças similares aoBuldogue Inglês

Terra Nova

Meigo e calmo

Boxer

Boxers são divertidos, alegres, companheiros e enérgicos

Mastim Tibetano

Guardião por natureza, corajoso, fiel e dócil.

Bulmastife

Ativo, cheio de ardor e seguro de si.

Explore outrasRaças

Deixe seu comentário

Os comentários estão desativados.