doberman

Doberman

Cão afetuoso mas de forte personalidade
CBKC - Grupo 2
De bom tamanho, ele tem porte altivo e decidido. É notável por sua arquitetura quadrada.
Também conhecido como: Dobie

Informações Gerais

Aliando qualidades de guardião ao faro de caçador, or primeiros Doberman trabalharam com os policiais militares de Thuringe, em seguida nas Forças Armadas, como patrulheiros e guardiões durante a Primeira Guerra Mundial.

O Dobie irá assumir o papel alfa em sua casa se ​​você não for um líder forte. No início, o treino consistente é fundamental para estabelecer o seu papel, tutor, como líder da matilha.

Desde a mais tenra idade, o Doberman manifesta seu temperamento dominador. Mostra-se muitas vezes agressivo com estranhos. Esse comportamento deve ser reprimido imediatamente, sem brutalidade mas com firmeza.

Quando bem adestrado, o Doberman revela ser um cão submisso, afetuoso e de indefectível apego à famíli, do tipo “chiclete”. Ele pode ser gentil com as crianças da família quando criados juntos. É excelente cão de guarda, inteligente vigilante, corajoso e mesmo intrépido e muito atento a tudo o que acontece . Seu temperamento faz parte de seu padrão; os cães agressivos, medrosos ou agitados demais devem ser afastados da reprodução.

A reputação feroz do Dobie precede-o. Ele é temido por aqueles que não o conhecem, estereotipado como altamente agressivo e cruel. Na verdade, ele é um guardião formidável, mas ele é geralmente um cão delicado, vigilante e amoroso. Ele não vai procurar problema, mas ele é destemido e vai defender sua família se ele percebe o perigo.

O visual atual do Dobie é mais fino e mais elegante do que o de anos anteriores. Seu temperamento também mudou um pouco, digamos que os entusiastas da raça, suavizaram um pouco desde seus primeiros dias na Alemanha, embora ele ainda é um excelente cão de guarda.

Um Doberman é ideal para você se você estiver pronto para assumir uma liderança amorosa com seu cão, treiná-lo de forma consistente e paciente dando a quantidade de exercício físicos e desafios para a sua considerável inteligência. E não subestime a inteligência: o Doberman está entre o mais inteligente de todas as raças, e os tutores precisam estar atentos para que não sejam enganados. Se você pensa em deixar seu cão preso ou sozinho no quintal enquanto você joga vídeo game, é melhor você se preparar para ouvir latidos de um cão entediado e destrutivo em vez do companheiro devotado que você pensou.

Desenvolvido como um cão de guarda, o Doberman tem uma habilidade inata, não só para proteger a sua família, mas também para antecipar o perigo e as ameaças. Como ele é muito esperto, ele muitas vezes não está errado, mas se o Doberman não é socializado e treinado para se comportar adequadamente quando encontra um desconhecido, ele pode mostrar desconfiança excessiva para convidados – suspeita de que pode se transformar em agressão.

Muitas pessoas querem um Doberman para fins de proteção, mas quase ninguém realmente precisa de um cão de treinado em proteção exclusivamente – a maioria das pessoas ou famílias simplesmente precisam de um cão de guarda. A reputação do Doberman, inteligência, habilidade instintiva para avaliar ameaças, e sua lealdade inata e proteção de sua família humana são tudo o que é necessário para alcançar esses objetivos, por isso não procure um “cão de treinado para proteção” porque você não precisa e provavelmente não vai saber como lidar nesse caso com seu cão. Um cão bem educado, bem treinados, devidamente socializado que vive com sua família irá protegê-la como parte de sua natureza.

Expectativa de vida

Expectativa
Mínima
10 anos
Expectativa
Máxima
13 anos

Altura

Altura
Mínima
63
cm
Altura
Máxima
72
cm

Peso

Peso
Mínimo
32
kg
Peso
Máximo
45
kg

Características

Adaptabilidade
Nível de afeição
Bom para apartamento
Tendência de latir
Amigável com gatos
Amigável com crianças
Amigável com cães
Necessidade de exercícios
Espaço necessário
Tosa
Problemas de saúde
Inteligência
Gosto por brincadeiras
Queda de pelo
Necessidade social
Amigável com estranhos
Territorialista
Facilidade de treinamento
Cão de guarda
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor

Origem do Doberman

País: Alemanha

Criado na Alemanha a quase cem anos, esse cão de grande elegância deve seu nome a Friedrich Loius Doberman, então encarregado da gestão do canil da pequena cidade de Apolda (Thuringe) e que obteve os primeiros espécimes da raça graças a alguns cruzamentos inteligentes. Entre os ancestrais do Doberman há sem dúvida o Pinscher, o Dogue Alemão, o Pastor de Beaude e o Rotweiler. Cães elegantes como os Galgos e Weimaraners também podem ter sido parte de sua “receita”. Em pouco tempo, ele estava produzindo cães de um tipo distinto. O primeiro Doberman, como ficaram conhecidos, foram vistos em uma exposição de cães em Erfurt, Alemanha, em 1897. Três anos mais tarde a raça recebeu o reconhecimento oficial como uma raça alemã. Quando Dobermann morreu em 1894, o verdadeiro conhecimento das raças que foram combinados para fazer o Dobie foi com ele para o túmulo. Por causa de suas contribuições no desenvolvimento da raça, no entanto, a raça recebeu seu sobrenome em sua honra.

No final do século 19, os criadores alemães que continuaram o trabalho de Dobermann estavam preocupado principalmente com a função, em vez de aparência. Eles queriam desenvolver o Doberman para ser um “super cão”. No início, eles criaram unicamente um cão mais corajoso, inteligente, mais rápido e mais resistentes. Eles conseguiram quase a “perfeição” – mas a raça tornou-se conhecida por ser teimosa e agressiva. Foi Otto Göller quem conseguiu resolver esse problema da raça, após ter feitos outros aportes de sangue, em especial do Black e Tan Terrier e provavelmente do Greyhound.

Por volta de 1908, o Dobie foi trazido para os Estados Unidos. A lenda diz que um dos primeiros Dobies trazidos a America foi exibido em uma competição e ganhou “Best in Show” três vezes consecutivas, antes de qualquer juiz se atrever a abrir a boca do cão para verificar os dentes.

O Dobermann Pinscher Club of America foi fundado em 1921. Um ano mais tarde, a comissão aprovou o padrão da raça que havia sido escrito na Alemanha.

Os próximos 15 anos foram fundamentais para o desenvolvimento do Dobie. Durante a Primeira Guerra Mundial, o número de Dobies na Europa diminuiu severamente, porque as pessoas que estavam morrendo de fome não podiam se dar ao luxo de manter cães grandes. Os Dobies que  sobreviveram foram detidas pelos militares, policiais e pessoas muito ricas. A criação de cães era um luxo; apenas os melhores foram criados.

Depois de 1921, quase todos os reprodutores alemães foram levados para os Estados Unidos. Então veio a Segunda Guerra Mundial, e o Doberman Pinscher novamente estava em perigo na Alemanha. Muitos pensam que se os americanos não tivessem levado tantos cães para os Estados Unidos, a raça hoje estaria extinta.

Em meados dos anos 1900, os alemães tiraram a palavra Pinscher do nome, e os britânicos deixaram alguns anos mais tarde.

Ao longo dos anos, os criadores têm trabalhado diligentemente para trazer de volta a personalidade acentuada do Dobies originais – com bons resultados. Além do Doberman ser protetor de sua família e do lar, ele é conhecido como um companheiro carinhoso e leal.

mostrar mais

Curiosidades sobre o Doberman

– O coletor de impostos Louis Dobermann precisava de um cão de guarda para manter o dinheiro que ele carregava a salvo de ladrões. Ele teve a ideia de fazer o cruzamento de algumas raças que chegaram ao Doberman conhecido hoje. E o nome da raça vem de seu sobrenome;

-Em 2001, quando as torres do World Trade Center caíram, na busca e salvamento das vitimas ele tiveram a ajuda de Dobermans para encontrar sobreviventes e corpos no subsolo;

– Durante a Segunda Guerra Mundial, a United States Marine Corp usou Dobermans em combate como sentinelas, mensageiros e escuteiros;

– Dobermans são vistos em imagens de arquivos da batalha de Okinawa, um dos conflitos mais sangrentos da história americana;

– Em 1994, um memorial de bronze de um Doberman encomendado pelo United Doberman Club foi erguido em Guam. O memorial é chamado de “Always Faithful”(Fiel Sempre).

Cuidados e Bem Estar

O Doberman tem uma grande quantidade de energia e precisa de muito exercício. Ele um cão da família e não deve ser deixado sozinho. Ele fica muito feliz quando é incluído nas atividades familiares.

Os cuidados com o pelo do Doberman são mínimos. Escovações semanais ajudam a manter o pelo com uma boa aparência e diminui bastante os pelos mortos que podem ficar espalhados pela casa. Banho somente quando necessário. Ele não tem cheiro forte de cachorro.

Outros cuidados são com a escovação dos dentes pelo menos duas ou três vezes por semana para remover a formação de tártaro e as bactérias que se escondem no seu interior. A escovação diária é ainda melhor se você quiser prevenir doenças da gengiva e mau hálito.

Cortar as unhas uma vez por mês para evitar machucados e sagramentos. Unhas dos patas têm vasos sanguíneos, e se você cortar demais pode causar sangramento – e seu cão pode não cooperar na próxima vez. Então, se você não tem experiência em aparar as unhas do seu cão, peça a um veterinário ou tosador para fazer isso por você.

Seus ouvidos devem ser verificados semanalmente se há vermelhidão ou um odor ruim, o que pode indicar uma infecção. Quando você verificar as orelhas do seu cão, aproveite e limpe com uma bola de algodão umedecido com um produto suave de pH equilibrado. Ouvido limpo para ajudar a prevenir infecções. Não coloque nada dentro do canal auditivo; apenas limpe o ouvido externo. Estes cuidados devem começar desde filhote para que ele se acostume com todos eles e não venha a ser um problema quando estiver maior.

Verifique também se há feridas, erupções cutâneas, ou sinais de infecção, tais como vermelhidão, sensibilidade, ou inflamação na pele, no focinho, boca, olhos e nas patas. Os olhos devem ser claros, sem vermelhidão ou secreção. Seu exame cuidadoso semanal vai ajudar a detectar potenciais problemas de saúde mais cedo.

A quantidade diária recomendada de ração é de 2,5 a 3,5 xícaras de alimento seco de alta qualidade por dia, dividido em duas refeições.Não coloque comida demais a ponto de ficar sobrando na vasilha do seu cão.

Predisposição à Doenças: Alterações sanguíneas, problemas de coluna, alterações dermatológicas, displasia coxofemoral, síndrome dilatação vólvulo gástrica.

Aparência física

Outro ponto forte no Doberman é sua estrutura que para alguns chega a meter medo sem falar no tamanho. Comprida e óssea, a cabeça de stop pouco desenvolvido e em forma de cunha alongada se desprende bem do pescoço. Seu volume é proporcional ao corpo. Os olhos, de grandeza média e ovais, são escuros ou um tanto claros nos cães marrons. As orelhas, naturais, são bem implantadas no alto sobre o crânio. Elas são imediatamente compridas, e seu contorno anterior é bem junto a face, Esse cão tem quadris bem musculosos, dorso sólido e curto. A cauda é implantada alta.

Pelagem do Doberman

Pelo curto, duro e espesso. Muito bem assentado, liso e igualmente distribuído sobre toda a superfície.

Cor da pelagem

Preto ou marrom, com marcações vermelho ferrugem claramente definidas e limpas.

Filhotes

Cão adultos bem educados são treinados logo cedo quando ainda são filhotes, por isso, comece os treinos de socialização e educação do seu filhote o quanto antes. Se tiver dúvidas procure ajuda profissional onde ele aprenda a se portar educadamente e você possa receber orientações de como continuar o treinamento em cassa. Filhotes são muito ativos e precisam de exercícios, mas também precisam entender logo cedo seus limites.

Preço

R$ 1.200 a R$ 4.500

Perguntas frequentes

O Doberman pode viver em apartamentos ou espaços pequenos?

O Dobermann é ideal para casa com pátio de preferência grande, mas eles podem sim se adaptar à um apartamento desde que você saia todos os dias pelo menos 1 hora por dia para fazer exercícios com ele, mas não pode deixar de fazer atividades em lugares que ele possa correr pois essa raça tem muita energia e precisa gastá-la senão poderá se tornar entediado e obeso.

O Doberman é recomendado para crianças?

O Doberman bem educado é um cão maravilhoso para a família . Ele é confiável e protetor das crianças de sua família, desde que tenha sido socializado e treinado adequadamente. As crianças devem tratá-lo com carinho e gentileza e nunca maltratá-lo (como com qualquer outro cão) que o Dobie será muito amoroso em troca.

O Doberman pode ficar sozinho em casa?

O Dobie é um cão companheiro e protetor de sua família. Ele pode ficar sozinho em casa sendo bem orientado por você. Se for ausentar-se por longos períodos isso já pode ser um problema. Cães podem desenvolver ansiedade por ficar sozinhos e se tornam destrutivos para compensar a ausência de seus tutores.

O Doberman late muito?

Depende do nível de stress do cão. O Doberman é um cão bastante silencioso. Só late quando sente ou percebe algo estranho para dar o alerta. É um cão que cumpre bem a função de vigia.

O Doberman solta muito pelo?

Tem queda de pelo moderada. Cuidados como escovações diárias ajudam bastante a reduzir a queda e mantém o pelo do seu cão mais bonito.

Fotos doDoberman

Vídeos doDoberman

Doberman playing with Baby...

10 Funniest Doberman Videos...

treinamento doberman...

Baby Teases Doberman...

A Doberman's day at the beach (watch in HD)...

Cooper the Swimming Doberman...

Smart 7 week old Doberman puppy...

9 week old Doberman well trained...

mostrar mais

Raças similares aoDoberman

cane-corso

Cane Corso

Forte, ágil, obediente, elegante, robusto e musculoso

terra-nova-raca-cachorro

Terra Nova

Meigo e calmo

mastim-napolitano

Mastim Napolitano

Muito forte. Firme e leal, não é agressivo

dogue-alemao

Dogue Alemão

Dotado de uma boa naturalidade, é muito próximo de seu tutor.

Explore outrasRaças

Deixe seu comentário

Os comentários estão desativados.


Copyright 2015 - Todos os direitos reservados à portaldodog.com.br