Lulu da Pomerânia

Muito dócil, extrovertida, inteligente e vivaz.
CBKC - Grupo 5
O Lulu da Pomerânia (Spitz Alemão) está sempre
atento, esperto e é excepcionalmente devotado ao seu dono. É fácil de
ser treinado. Sua desconfiança com estranhos e sua ausência de instinto de caça fazem dele um cão de guarda ideal para casas e fazendas. Ele não é nem tímido nem agressivo. Indiferente às intempéries, robustez e longevidade são seus atributos mais importantes.
Também conhecido como: Pomeranian, Pom, Lulu, Spitz Alemão, Zwergspitz e Spitz Anão

Informações Gerais

Vivo e inteligente, a Lulu da Pomerânia de pelo abundante e aerado, é extremamente apreciado pelos amantes de cães suntuosos. Cão de luxo no passado, tornou-se contudo muito popular.

É um guardião eficaz, ousado e que pode por vezes se mostrar audacioso. Ele late muito, porque está sempre alerta e precisa se expressar. O Spirtz, ou Lulu da Pomerânia, desconfia de estranhos e é bastante briguento com outros cães. Seu adestramento é fácil, pois ele é atento e receptivo a ordens.

Esse cão é extraordinariamente ligado ao dono e uma companhia alegre e esperta, de fácil convivência e muito afetuoso não é medroso nem agressivo.

O Pom é o menor membro da família de cães Spitz, que inclui o Samoyed , Malamute do Alaska, e Norwegian Elkhound , entre outros.

Bonitos, resolutos e peludos, os Poms são inteligentes e leais às suas famílias. No entanto, não deixe sua fofura enganá-lo. Estes cães têm mentes independentes e corajosas. Eles estão atentos e curiosos sobre o mundo em torno deles. Infelizmente, em suas mentes, eles são muito maiores do que realmente são, o que às vezes pode levá-los a perseguir e atacar até mesmo os cães muito maiores. Felizmente, se forem devidamente socializados com outros cães e animais, eles geralmente se dão muito bem com eles. Apesar de seu pequeno tamanho, o Lulu da Pomerânia tem um latido alto e é excelente cão de guarda.

São excelentes animais de estimação para os idosos e aqueles que estão ocupados, porque não é uma raça excessivamente dependente. Eles também são bons para moradores de apartamento ou casas que não têm um quintal.

Geralmente são bons em aprender truques, mas você deve ser consistente e firme quando treiná-los . Se você não estabelecer-se como lider superior em sua casa, o seu Pom será mais do que feliz em assumir e pode mesmo tornar-se mandão.

São treinados como cães de assistência auditiva. Eles também são excelentes cães de terapia e trazem alegria e conforto aos doentes e idosos em hospitais e asilos. Se você gostaria de um companheiro tamanho “p” com personalidade de sobre, o Lulu da Pomerânia pode ser a escolha para você.

Expectativa de vida

Expectativa
Mínima
15 anos
Expectativa
Máxima
16 anos

Altura

Altura
Mínima
18
cm
Altura
Máxima
22
cm

Peso

Peso
Mínimo
3
kg
Peso
Máximo
4
kg

Características

Adaptabilidade
Nível de afeição
Bom para apartamento
Tendência de latir
Amigável com gatos
Amigável com crianças
Amigável com cães
Necessidade de exercícios
Espaço necessário
Tosa
Problemas de saúde
Inteligência
Gosto por brincadeiras
Queda de pelo
Necessidade social
Amigável com estranhos
Territorialista
Facilidade de treinamento
Cão de guarda
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor

Origem do Lulu da Pomerânia

País: Polónia

Descendente do cão dos pântanos (Canis familiaris palustris), que viveu há cerca de 6.000 anos e cujos os restos fossilizados foram encontrados, o Spitz já era conhecido na Alemanha por volta do ano 1700, mas foi criado em toda a Europa, de modo geral. Constante e metodicamente aprimorado por gerações de criadores especializados, o tipo conservou toda beleza original. Se a Alemanha foi conhecia pelo FCI com o país de origem das diferentes raças de Spitz [palavra que no idioma alemão deriva de “ponta”],  os Países Baixos e a Grã-Bretanha muito contribuíram pela melhora da raça e dispõe de uma criação extremamente ativa. Aliás, os ingleses é que apresentaram os primeiros cães pequenos, no início do século XIX.

Em algumas regiões, o Spitz Lobo tem o nome de “Keeshond” e o Spitz Anão  é conhecido por Pomerânio ou Lulu da Pomerânia. Apesar de serem raças separadas, os Spitz Anões e os Pequenos Spitz são atualmente os mais difundidos, tanto na Europa quanto na América.

Os Pomerânias foram desenvolvidos na província de Pomerânia e é uma das antigas raças Spitz dos países do extremo norte. Os parentes mais próximos do Lulu da Pomerânia são o Elkhound Norueguês , o Schipperke, o Spitz Alemão, o Cão Esquiimo Americano , o Samoieda e outros membros dos Spitzs.

Já no passado essa raça já bestante popular. Muitos nobres e artistas famosos eram tutores de Lulus da Pomerânia. Em 1761, a popularidade Poms chegou a Inglaterra quando Sophie Charlotte, uma princesa de 17 anos de idade de Mecklenburg-Strelitz (a vizinha província de Pomerânia) se casou com o príncipe inglês, que viria a se tornar o rei George III .Ela trouxe com ela um casal de cães brancos chamados Phebe e Mercury e pesavam pouco mais de 9 kg, que era padrão na época. Embora eles fossem populares nos círculos reais, a nova geração não pegou com o público em geral.

Tudo isso mudou durante o reinado de neta da rainha Charlotte, a rainha Victoria. Durante seus 64 anos como a rainha da Inglaterra, a rainha Victoria criou mais de 15 raças diferentes de cães. Em seus últimos anos, ela gostava especialmente de Pomeranias, que ela viu pela primeira vez em 1888, durante uma viagem à Itália. Ela se apaixonou por um Pom sable e vermelho chamado Marco que pesava apenas 5 kg. Hoje, muitos acreditam que ele foi a inspiração para a reprodução de Pomerânios menores.

Marco passou a competir sob o nome da rainha em muitas exposições de cães e ganhou muitos prêmios. Victoria também comprou três outros Poms na mesma viagem a Florença em 1888. Depois de Marco, a rainha Victoria teve uma Pomerania muito famosa, era uma fêmea chamada Gina, que também se tornou campeã em exposições de cães em Londres. Victoria amava tanto os Poms que quando ela em seu leito de morte, pediu que seu Pom favorito (nomeado Turi) fosse trazida à sua cabeceira.

O amor de Victoria por Pomeranias, especialmente os menores, inspirou os inglêses criadores de cães a começarem a reprodução de uma linhagem menor ainda que os Poms da época. Durante os anos de 1900 até os anos de 1930, a quantidade de cães dessa raça aumentou muito nas exposição de cães e campeonatos nacionais da Grã-Bretanha. Foi durante esse tempo que o padrão da raça foi estabelecido. Também durante este tempo, uma maior variedade de cores tornaram-se disponíveis. No início, os Poms eram principalmente branco, preto, chocolate ou azul, mas depois que um cão laranja começou a ganhar em competições de cães em 1920, a gama de cores expandiu.

A popularidade do Pom se espalhou por todo o Atlântico. Em 1888, um Pomerânia chamado Dick foi o primeiro a entrar no livro genealógico do American Kennel Club (AKC). Em 1892, o primeiro Pom foi inserido em uma exposição de cães em Nova York. Depois disso o AKC reconheceu a raça em 1900. O Pomerânia cresceu rapidamente em popularidade nos Estados Unidos. Em 1909, o American Pomeranian Club foi aceito como um clube e se tornou membro da AKC e designado como o Clube de Pais para a raça. Em meados do século, era uma das raças mais populares nos Estados Unidos.

mostrar mais

Curiosidades sobre o Lulu da Pomerânia

– Pesando em média 3 quilos hoje em dia, os Pomerânias já chegaram a pesar 7 vezes esse valor, chegando a ter em média 14 quilos. Outra característica era sua pelagem branca;

– A Rainha Victoria foi a pessoa responsável pelo Lulu da Pomerânia que vemos hoje. No final de 1800, ela abriu seu próprio canil e cada vez mais importava cães menores e de todas as cores, criando o “perfeito” cão de colo;

– Eles são descendentes de cães que puvavam trenós na Finlândia e Islândia. Acredite se quiser, o pequenino tem como alguns de seus ancestrais os grandões Malamute do Alasca, Samoyeda e Husky Siberiano;

– Apenas 1 Lulu venceu o Best in Show no Westminster desde que a competição começou em 1877: Great Elms Prince Charming II, em 1988;

– Dois Lulus da Pomerânia ficaram famosos por terem sobrevivido ao naufrágio do Titanic em 1912: Lady, da tutora Miss Margaret Hays e o Pom de Elizabeth Barrett Rothschild, ambos tendo escapado com suas tutoras em botes salva-vidas;

– O teólogo Martinho Luthero, tinha um Pom chamado Belferlein que ele mencionou muitas vezes em seus escritos;

– O artista Michelangelo, tinha um Pom que ficava sentado em uma almofada de cetim observando-o pintar o teto da Capela Sistina;

– O físico Isaac Newton, tinha Pom chamado Diamond que teria mastigado muitos de seus manuscritos;

– O compositor Mozart também era tutor de um Lulu da Pomerânia que se chamava Pimperl e a quem dedicou uma ária;

– Membros de realeza que já foram tutores de um Pomerânia: Rainha Victoria, Rainha Charlotte (esposa de George III), Rei George IV, Maria Antonieta e Josephine Beauharnais (Imperatriz da França);

– Nos tempos atuais, são tutores de um Lulu da Pomerânia: Zezé de Camargo, Karina Bacchi, Celso Zucatelli, Paris Hilton, Kelly e Sharon Osbourne, Eva Longoria, Nicole Richie, Jessica Alba, Gwen Stefani, LeAnne Rimes, Fran Drescher, Kate Hudson, Keanu Reeves, David Hasselhoff e Liza Minnelli;

– Jiff é o Lulu da Pomerânia que participou do clipe “Dark Horse”, da cantora Katy Perry.

– Lulus da Pomerânia famosos: Boo, Jiff, Giggy, Paçoca e Sashi.

Cuidados e Bem Estar

Pomerânias são muito ativos dentro de casa e são uma boa escolha para moradores de apartamento e as pessoas sem um quintal cercado. Eles têm um moderado nível de atividade e só precisam de duas  ou três caminhadas curtas diárias ou um tempo de atividades fisícas.

Eles são incrivelmente saudáveis e podem até fazer caminhadas mais longas, mas sempre tenha em mente que eles são pequenos e sensíveis ao calor. Eles gostam de brincar e podem se entediar com facilidade, por isso certifique-se de que tenham bastantes brinquedos e possam revesá-los com freqüência para que seja sempre algo novo. Eles gostam especialmente os brinquedos que seja um desafio.

Uma atividade que você e seu Pom podem desfrutar é o treinamento de truques. Poms gostam de aprender coisas novas e gostam de ser o centro das atenções, então ensinar truques é uma maneira perfeita de se relacionar com eles, proporcionando-lhes um exercício de estimulo mental.

Eles têm pouca paciência e perdem a atenção muito rápido, faça sessões curtas de treinamento mas que sejam divertidas. Recompense seu Pom com elogios, guloseimas , ou brincar sempre que ele executa corretamente um comando ou faz outra coisa que você gosta.

Para manter os pelos longe de suas roupas e móveis, escove e penteie seu Lulu da Pomerânia, pelo menos, duas vezes por semana com uma escova mais lisa e pente de metal. Isso distribui a oleosidade natural da pele, e mantém o pelo e pele saudáveis, e impede nós ou emaranhados. Certifique-se de escovar e pentear o pelo até a pele para remover todo o sub-pelo solto.

Você pode banhá-lo com a frequência que desejar, pode ser semanal ou mensal, desde que você use um shampoo suave condicionador. Se ele começa com aquele cheiro característico de cachorro entre os banhos, polvilhe um pouco de pó de bebê em seu pelo, deixe descansar alguns minutos, e em seguida, escove-o.

Outras necessidades incluem higiene bucal e cuidados com as unhas. Poms são propensos a problemas dentários, então isso é algo que você deve estar especialmente atento. Uma boa ideia é escovar os dentes pelo menos uma vez por semana, melhor ainda se for diariamente.

Cortar as unhas regularmente com cuidado para não machucar seu cão. Se você não tem muito experiencia em cortas as unhas peça ajuda ao veterinário ou tosador. Se forem cortadas muito curtas podem sangrar.

Aproveite e verifique se há feridas, erupções cutâneas, ou sinais de infecção, tais como vermelhidão, sensibilidade, ou inflamação na pele, nos ouvidos, focinho, boca, nos olhos, e nas patas. Orelhas devem cheirar bem, sem muita cera ou sujeira dentro, e os olhos devem ser claros, sem vermelhidão ou secreção. Seu exame cuidadoso semanal vai ajudar a detectar potenciais problemas de saúde mais cedo.

No que se refere a alimentação, seja cuidadoso com a quantidades certas por refeição. O recomendado são de 1/4 a 1/2 xícara de alimento seco de alta qualidade por dia, dividido em duas refeições. Não deixe comido sobrando na vasilha do seu cão, isso ajuda a evitar doenças como a obesidade.

Predisposição à Doenças: Alergia, epilepsia e problemas nos olhos.

Aparência física

O Spitz tem cabeça de raposa, larga atrás e que se afina progressivamente até a ponta do nariz. A trufa é pequena e redonda. Os olhos, um tanto oblíquos, são de cor escura. As orelhas, pequenas, triangulares e implantadas no alto, são mantidas sempre eretas. O peito é profundo, o dorso curto, e o vento de um tanto é guido. A cauda, é implantada no alto e felpuda, é erguida desde a base e enrolada sobre os quadris. Essa morfologia, características dos Spitz, evolui em função do formato. Assim, à medida que o tamanho diminuiu, observa-se que aumenta o aspecto compacto do corpo e também que a cabeça se torna relativamente maior e o crânio mais bombeado, além de a ossatura ficar mais leve. Encontramos todos esses traços repetidos no Spitz Anão.

Pelagem do Lulu da Pomerânia

O Spitz Alemão tem uma pelagem dupla: o pelo externo é longo, reto e separado; o subpelo é curto, grosso e lanoso. Cabeça, orelhas, parte da frente dos membros
anteriores e posteriores e as patas são cobertas por pelos curtos e espessos (aveludados). O resto do corpo tem uma longa e rica pelagem. Não ondulada, crespa
ou encordoada e nem repartida no dorso. Pescoço e ombros são cobertos por uma abundante juba. A parte posterior dos membros anteriores é bem franjada, as pernas posteriores têm franjas abundantes da garupa até o jarrete. A cauda é espessa.

Cor da pelagem

- Wolfspitz / Keeshond (Spitz Lobo): Cinza sombreado;
- Spitz grande: Preto, marrom e branco;
- Spitz médio: Preto, marrom, branco, laranja, cinza sombreado, outras cores;
- Spitz pequeno: Preto, marrom, branco, laranja, cinza sombreado, outras cores;
- Spitz anão (Pomerânia): Preto, marrom, branco, laranja, cinza prateado, outras
cores.

Filhotes

Os filhotes são muito ativos e precisam de cuidados especiais para não desenvolverem problemas nas articulações. Pulos de lugares altos, salto, subir e descer escadas devem ser evitados nos primeiros anos de vida.

Comece a treinar seu pequeno companheiro no dia em que ele chegar em casa. São cães muito inteligentes, de vontade própria e por isso um pouco teimosos. Precisam aprender que existe um líder e eles estão submissos a esse líder. Seja paciente e persistente, tratando-os sempre com carinho e elogios quando fazem a coisa certa. Ensiná-lo também logo cedo a obedecer o comando silêncio será muito útil. Com eficientes cães de guarda, sempre vão latir para visar algo estranho, o problema é quando para de latir.

Preço

R$ 3.500 a R$ 7.000

Perguntas frequentes

O Lulu da Pomerânia pode viver em apartamentos ou espaços pequenos?

São excelentes cães para apartamento, mas precisam se exercitar diariamente. Duas caminhadas de curta duração já será o suficiente.

O Lulu da Pomerânia é recomendado para crianças?

Por causa de seu tamanho, eles não são recomendados para famílias com crianças pequenas que podem machucá-los acidentalmente. Eles são mais adequado para uma casa com crianças mais velhas, que sabem como lidar com ele cuidadosamente.

O Lulu da Pomerânia pode ficar sozinho em casa?

Eles são cães um pouco independentes apesar de muito apegado ao seu tutor. Longos períodos de solidão não são recomendados.

O Lulu da Pomerânia late muito?

O Lulu da Pomerânea é alerta e curiosos, excelentes cães de guarda e vai latir para qualquer coisa fora do comum. Ensiná-los a obedecer o comando “silencio” para parar de latir é bem recomendado, do contrario, vai latir o dia todo.

O Lulu da Pomerânia solta muito pelo?

Sua queda de pelo é moderada e pode aumentar durante um certo período no ano. Escovações frequentes diminuem bastante essa perda de pelos.

Fotos doLulu da Pomerânia

Raças similares aoLulu da Pomerânia

Basenji

Inteligente, independente e ativo

Akita

Docil, leal e protetor

Malamute do Alasca

Sociável com os humanos, afetuoso e amigável.

Husky Siberiano

Amigável, gentil, atento, expansivo e independente.

Explore outrasRaças

Deixe seu comentário

Os comentários estão desativados.