A inteligência e a realidade emotiva dos cães

Os mitos e as crenças são os grandes culpados por ainda uma parte das pessoas achar que os animais, inclusive os cães, são seres inferiores,

por Olivier Soulier — publicado 6 ago 2014 - 10:58

Ainda existem muitos mitos, considerações e dizeres fantasiosos no assunto dos cães em geral e de certas raças em particular. O pior é que geralmente quem sofre mais desse tipo de discriminações são os animais.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

De fato, os mitos e as crenças são os grandes culpados por uma parte das pessoas, criadores ou não, ainda acharem que os animais, inclusive os cães, são seres inferiores, com inteligência limitada a aptidões unicamente associativas de causa a efeitos, isentos de sentimentos e por isso podem ou devem ser considerados e tratados de forma grosseira, ver abusiva.

O processo de domesticação, iniciado em torno de dez mil a doze mil anos atrás, assim como a evolução da sociedade humana, levou os cães domésticos a passar do estatuto de ferramenta, servo do ser humano, a conviverem sempre mais perto dentro dos lares e até, muitas vezes, considerados como membros da família.

Só que, por ter considerado os animais como serviçais cativos por tanto tempo, a maioria ainda ignora ou desconhece muitas realidades do “melhor amigo do ser humano”.

Felizmente, essa recente mudança de posição dentro das famílias humanas obra em favor deles.

Além do lado emocional dos proprietários, a curiosidade e evolução do meio cientifico e, principalmente, o crescimento exponencial do mercado e seus resultados econômicos fabulosos impulsionaram pesquisas e descobertas concretas e edificantes sobre, entre outras, a inteligência, as emoções, os sentimentos e as necessidades que lhes são próprios.

Vários resultados dessas pesquisas e descobertas, anteriormente pressentidos pela grande maioria dos proprietários convivendo com proximidade e diariamente com os seus cães, já são amplamente aceitos e comprovados, tais como:

 

Inteligência

O melhor amigo do homem tem capacidade de resolver problemas complexos e é mais parecido com os humanos e outros grandes primatas do que se pensava.

Segundo diversas medidas de comportamento, a capacidade mental do cachorro está próxima à de uma criança de dois anos e meio de idade.

Existem três tipos de inteligência canina:

1) Instintiva;

2) Adaptativa;

3) De trabalho e obediência (equivalente a aprendizagem escolar).

Seus mecanismos mentais não são idênticos aos nossos e possuem seus limites.

Mas disso a concluir que o cão somente segue seus instintos ou condicionamentos, é negar os fatos relatados pelos criadores e os estudos científicos.

 

Realidade emotiva

Vale sempre lembrar que os cães não possuem sentimentos no sentido que nós entendemos. Por exemplo, um cão que destruiu a casa não o fez por vingança.

A vingança, a traição, a crueldade etc são conceitos exclusivamente humanos, não de outras espécies.

Os estudos da psicologia canina comprovam que o cão é capaz de sentir emoções, ansiedade e estresse, assim como os humanos.

Era previsível, por serem sensações relacionadas ao sistema nervoso central, que funciona da mesma maneira para as duas espécies.

O cão sente emoções que vão desde a alegria à dor, passando pela excitação e o desespero.

Alegria e tristeza são emoções fáceis de observar e compreender nos cães, elas costumam aparecer claramente.

Infelizmente, é difícil avaliar sensações “secundárias”, como ansiedade e estresse.

No cão, ouvimos sempre mais falar sobre a ansiedade de separação, em que o sujeito está passando por uma fase de estresse emocional causado pela separação dos proprietários.

A ansiedade pode aumentar aos poucos, como quando o cão entende que o seu dono vai sair.

A área límbica do cérebro, nos casos de ansiedade, provoca uma forte emotividade, resultando em diferentes estados, como medo, irritação e agressividade.

Existem vários tipos de estresse fisiológico (trauma, hemorragia, fraturas e doenças), bem como o estresse emocional, particularmente em casos de conflito.

Nos cães, o estresse pode simplesmente ser o resultado de tédio, o excesso de energia não aliviada, uma relação conflituosa com os proprietários, o uso e abuso de punição, técnicas de educação e treinamento criando uma pressão psicológica forte nos animais.

Em conclusão: vamos esquecer mitos e lendas e voltar a estudar e pesquisar. O conhecimento e a informação sempre trazem uma compaixão crescente da parte das pessoas, soluções eficientes e melhorias notáveis nas interações que vão beneficiando ambas as espécies.

A boa convivência, a nossa consideração com os animais e o tratamento que os humanos oferecem para eles exigem mudanças urgentes e importantes.

Talvez então nós poderíamos ser considerados como “o melhor amigo deles”.

Câmeras flagram momento em que cadela é abandonada por tutor, mas história tem final feliz

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 set 2017 - 9:27

A cidade de Dallas, no Texas, Estados Unidos, sofre com o grave problema de abandono de animais. Os abrigos locais fazem tudo o que podem. Resgatam, cuidam e encontram lares para os bichinhos, mas o abandono continua.

Pensando em minimizar ao máximo isso, autoridades locais colocaram câmeras de segurança em um ponto da cidade conhecido por ser um local onde muitos animais são abandonados. E parece que essa ajuda já está trazendo efeitos.

O primeiro caso flagrado pelas câmeras,

 » Read more about: Câmeras flagram momento em que cadela é abandonada por tutor, mas história tem final feliz  »

Atleta do UFC Cláudia Gadelha tem ajuda de cachorrinho em nova fase de vida e carreira

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 set 2017 - 9:28

Mudanças nem sempre são fáceis, principalmente quando elas são grandes e quando precisamos passar por elas sozinhas. Como é o caso da mudança do Brasil para os Estados Unidos que a atleta do UFC Cláudia Gadelha passou há pouco tempo.

Além de precisar passar por tudo isso sem nenhum membro de sua família ao seu lado, a lutadora também está com treinadores novos.

Seja bem vindo, bebe!! Welcome to my baby!! #teamclaudia #TeamCG #thisisfancy #myfancydog

 » Read more about: Atleta do UFC Cláudia Gadelha tem ajuda de cachorrinho em nova fase de vida e carreira  »

Após forte terremoto que deixou muitos mortos, México comemora resgate de cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 set 2017 - 18:23

Infelizmente, novos desastres naturais aconteceram e trouxeram muita dor e transtornos. Dessa vez, um forte terremoto de magnitude de 7.1abalou o México no dia 19 de agosto, última terça-feira.

Essa magnitude de terremoto é muito forte e os danos que ela pode causar são incontáveis. Muitas pessoas perderam suas casas e muitas pessoas morreram. De terça-feira para cá as buscas por pessoas com vida em meio aos escombros não param. Não só por pessoas,

 » Read more about: Após forte terremoto que deixou muitos mortos, México comemora resgate de cachorro  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Câmeras flagram momento em que cadela é abandonada por tutor, mas história tem final feliz

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 set 2017 - 9:27

A cidade de Dallas, no Texas, Estados Unidos, sofre com o grave problema de abandono de animais. Os abrigos locais fazem tudo o que podem. Resgatam, cuidam e encontram lares para os bichinhos, mas o abandono continua.

Pensando em minimizar ao máximo isso, autoridades locais colocaram câmeras de segurança em um ponto da cidade conhecido por ser um local onde muitos animais são abandonados. E parece que essa ajuda já está trazendo efeitos.

Momento em que o homem abandonou a cadelinha foi flagrado por câmeras de segurança. (Foto: Reprodução / Vídeo / Life With Dogs)

O primeiro caso flagrado pelas câmeras, no início de agosto, foi o de uma cadelinha que foi levada de carro até o local e abandonada por um senhor. Enquanto a cadelinha foi resgatada e recebeu todos os cuidados que precisava, o homem foi identificado depois que entidade de proteção animal SPCA do Texas compartilhou o vídeo na sua página do Facebook.

O homem, que de acordo com o SPCA se chama Gorge Spears, se entregou na polícia depois que um mandado de prisão foi emitido em seu nome. Ainda segundo informações, acusações criminais de crueldade serão peticionadas.

Felizmente, a cadelinha, que foi elogiada por todos, foi adotada rapidamente e já está muito bem e feliz em seu novo lar.

A cadelinha foi adotada rapidamente por um casal que está encantado por ela e lhe dando muito amor. (Foto: Reprodução / Facebook SPCA of Texas)

Segundo uma publicação feita pela DPCA do Texas, a cadela, que recebeu o nome de K.D. está indo extremamente bem em sua nova casa, onde todos se encantaram com toda a sua doçura. “KD trouxe tanto amor para minha casa… Ela é extremamente calma e só quer amar a todos que conhece”, disseram os novos tutores da cadelinha.

Fonte: Life With Dogs

Atleta do UFC Cláudia Gadelha tem ajuda de cachorrinho em nova fase de vida e carreira

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 set 2017 - 9:28

Mudanças nem sempre são fáceis, principalmente quando elas são grandes e quando precisamos passar por elas sozinhas. Como é o caso da mudança do Brasil para os Estados Unidos que a atleta do UFC Cláudia Gadelha passou há pouco tempo.

Além de precisar passar por tudo isso sem nenhum membro de sua família ao seu lado, a lutadora também está com treinadores novos.

Seja bem vindo, bebe!! Welcome to my baby!! #teamclaudia #TeamCG #thisisfancy #myfancydog

A post shared by CG (@claudiagadelhaufc) on

Para ajudar nesse período de adaptação após a mudança, que aconteceu bem perto de sua próxima grande luta no UFC Japão, realizada hoje na cidade de Saitama, a atleta decidiu levar um cachorrinho para a sua nova casa.

O cachorro Pablo, um pequeno filhote que logo se tornou um membro de sua família, entrou na vida de Gadelha em junho deste ano e está tornando a vida e a adaptação da atleta em Albuquerque, cidade localizada no estado americano do Novo México e onde a lutadora está morando, muito melhor e mais tranquila.

Meio de semana corrido por aqui, mas o sorriso está sempre estampado no nosso rosto. Obrigada Senhor por permitir com que eu trabalhe com o que amo. As artes marciais definem caráter e aproxima o adolescente rebelde da família. Estimule a pratica do esporte! Salve uma vida. Seja grato. Que Deus abençoe a quarta feira de vocês!! Half of the week for me, a lot work to do still but we are always smiling. Thank you Lord for letting me do what I love as a job. Martial arts is a beautiful thing, builds character and makes families stick together even more. We gotta stimulate the practice of sport!! Save a life. Be thankful. Have a great Wednesday everyone!! #teamclaudia #teamCG #mma #ufc #ufcjapao #ufcjapan #elevationtraining #newmexico #bullterrierlovers

A post shared by CG (@claudiagadelhaufc) on

“Estou sozinha aqui nos Estados Unidos e não tenho nenhum membro da minha família por perto, apenas meus treinadores, que são novos na minha vida. Então, o Pablo vem me ajudando bastante”, contou Cláudia Gadelha para o site UOL Esporte.

A atleta Cláudia Gadelha vai protagonizar, junto com a também brasileira Jéssica Bate-Estaca, a segunda luta mais importante do UFC Japão. Com certeza, Gadelha terá um novo e especial torcedor a seu favor, o pequeno Pablo.

Fonte: UOL Esporte