A inteligência e a realidade emotiva dos cães

Os mitos e as crenças são os grandes culpados por ainda uma parte das pessoas achar que os animais, inclusive os cães, são seres inferiores,

por Olivier Soulier — publicado 6 ago 2014 - 10:58

Ainda existem muitos mitos, considerações e dizeres fantasiosos no assunto dos cães em geral e de certas raças em particular. O pior é que geralmente quem sofre mais desse tipo de discriminações são os animais.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

De fato, os mitos e as crenças são os grandes culpados por uma parte das pessoas, criadores ou não, ainda acharem que os animais, inclusive os cães, são seres inferiores, com inteligência limitada a aptidões unicamente associativas de causa a efeitos, isentos de sentimentos e por isso podem ou devem ser considerados e tratados de forma grosseira, ver abusiva.

O processo de domesticação, iniciado em torno de dez mil a doze mil anos atrás, assim como a evolução da sociedade humana, levou os cães domésticos a passar do estatuto de ferramenta, servo do ser humano, a conviverem sempre mais perto dentro dos lares e até, muitas vezes, considerados como membros da família.

Só que, por ter considerado os animais como serviçais cativos por tanto tempo, a maioria ainda ignora ou desconhece muitas realidades do “melhor amigo do ser humano”.

Felizmente, essa recente mudança de posição dentro das famílias humanas obra em favor deles.

Além do lado emocional dos proprietários, a curiosidade e evolução do meio cientifico e, principalmente, o crescimento exponencial do mercado e seus resultados econômicos fabulosos impulsionaram pesquisas e descobertas concretas e edificantes sobre, entre outras, a inteligência, as emoções, os sentimentos e as necessidades que lhes são próprios.

Vários resultados dessas pesquisas e descobertas, anteriormente pressentidos pela grande maioria dos proprietários convivendo com proximidade e diariamente com os seus cães, já são amplamente aceitos e comprovados, tais como:

 

Inteligência

O melhor amigo do homem tem capacidade de resolver problemas complexos e é mais parecido com os humanos e outros grandes primatas do que se pensava.

Segundo diversas medidas de comportamento, a capacidade mental do cachorro está próxima à de uma criança de dois anos e meio de idade.

Existem três tipos de inteligência canina:

1) Instintiva;

2) Adaptativa;

3) De trabalho e obediência (equivalente a aprendizagem escolar).

Seus mecanismos mentais não são idênticos aos nossos e possuem seus limites.

Mas disso a concluir que o cão somente segue seus instintos ou condicionamentos, é negar os fatos relatados pelos criadores e os estudos científicos.

 

Realidade emotiva

Vale sempre lembrar que os cães não possuem sentimentos no sentido que nós entendemos. Por exemplo, um cão que destruiu a casa não o fez por vingança.

A vingança, a traição, a crueldade etc são conceitos exclusivamente humanos, não de outras espécies.

Os estudos da psicologia canina comprovam que o cão é capaz de sentir emoções, ansiedade e estresse, assim como os humanos.

Era previsível, por serem sensações relacionadas ao sistema nervoso central, que funciona da mesma maneira para as duas espécies.

O cão sente emoções que vão desde a alegria à dor, passando pela excitação e o desespero.

Alegria e tristeza são emoções fáceis de observar e compreender nos cães, elas costumam aparecer claramente.

Infelizmente, é difícil avaliar sensações “secundárias”, como ansiedade e estresse.

No cão, ouvimos sempre mais falar sobre a ansiedade de separação, em que o sujeito está passando por uma fase de estresse emocional causado pela separação dos proprietários.

A ansiedade pode aumentar aos poucos, como quando o cão entende que o seu dono vai sair.

A área límbica do cérebro, nos casos de ansiedade, provoca uma forte emotividade, resultando em diferentes estados, como medo, irritação e agressividade.

Existem vários tipos de estresse fisiológico (trauma, hemorragia, fraturas e doenças), bem como o estresse emocional, particularmente em casos de conflito.

Nos cães, o estresse pode simplesmente ser o resultado de tédio, o excesso de energia não aliviada, uma relação conflituosa com os proprietários, o uso e abuso de punição, técnicas de educação e treinamento criando uma pressão psicológica forte nos animais.

Em conclusão: vamos esquecer mitos e lendas e voltar a estudar e pesquisar. O conhecimento e a informação sempre trazem uma compaixão crescente da parte das pessoas, soluções eficientes e melhorias notáveis nas interações que vão beneficiando ambas as espécies.

A boa convivência, a nossa consideração com os animais e o tratamento que os humanos oferecem para eles exigem mudanças urgentes e importantes.

Talvez então nós poderíamos ser considerados como “o melhor amigo deles”.

Tutor faz festão de aniversário para cachorro e gasta quase R$ 3 mil

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 nov 2017 - 9:38

Cada vez mais vistos como membros da família por seus tutores, os cãezinhos de estimação estão ganhando muitas coisas que antes era só para os humanos, como é o caso de certidão de nascimento, documento de carteira de identidade e até festinhas de aniversário.

Fazendo da forma como é possível para cada família, os tutores não estão mais deixando os aniversários de seus amigos de quatro patas passar em branco e cada vez mais cachorros estão tendo o seu momento de “Parabéns para você”.

 » Read more about: Tutor faz festão de aniversário para cachorro e gasta quase R$ 3 mil  »

Miley Cyrus publica foto de seus cachorros tomando conta de sua cama

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 nov 2017 - 18:31

Que a atriz e cantora Miley Cyrus é uma apaixonada por animais de estimação, já adotou e cuida de vários cães em sua casa isso todo mundo já sabe. Mas você sabia que a estrela também tem o melhor despertador de todos? Aliás, os melhores despertadores.

Miley, que é uma das técnicas da atual temporada do programa The Voice dos Estados Unidos (aquele que aqui no Brasil conta com a participação de Carlinhos Brown,

 » Read more about: Miley Cyrus publica foto de seus cachorros tomando conta de sua cama  »

Cachorrinho bastante cuidadoso leva rebanho de ovelhas para dentro da casa de seus tutores

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 nov 2017 - 9:24

Rocky é um jovem cachorrinho que foi escolhido por sua família, que possui um rebanho de ovelhas, por conta de sua raça, Border Collie, que é conhecida como uma raça de pastoreio.

O cãozinho tem sete meses de idade e já está sendo treinado para cuidar das ovelhas que seus tutores criam na fazenda onde a família vive, incluindo Rocky.

Por ser ainda muito jovem e estar no início de seu treinamento, o pequeno cachorro às vezes se confunde um pouco e acaba cometendo alguns enganos bem engraçados,

 » Read more about: Cachorrinho bastante cuidadoso leva rebanho de ovelhas para dentro da casa de seus tutores  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Tutor faz festão de aniversário para cachorro e gasta quase R$ 3 mil

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 nov 2017 - 9:38

Cada vez mais vistos como membros da família por seus tutores, os cãezinhos de estimação estão ganhando muitas coisas que antes era só para os humanos, como é o caso de certidão de nascimento, documento de carteira de identidade e até festinhas de aniversário.

Fazendo da forma como é possível para cada família, os tutores não estão mais deixando os aniversários de seus amigos de quatro patas passar em branco e cada vez mais cachorros estão tendo o seu momento de “Parabéns para você”.

Tutor fechou um bar para comemorar o aniversário de três anos do seu cachorrinho. (Foto: Reprodução / Rui Barbosa / G1)

Entre os cães que sabem o que é ter uma comemoração de aniversário está o pequeno Mike Tyson, um Pinscher que ao fazer três anos de idade ganhou uma grande festa de fazer inveja a muita “gente grande”.

O cachorrinho Mike Tyson entrou na vida do tutor Rui Barbosa, um engenheiro eletricista de 64 anos que vive no Amazonas, em 2015. Ele viu um homem arrastando o pequeno cãozinho pela coleira e foi saber qual o motivo daqueles maus-tratos com o animal.

Ao saber que o homem iria vender o cão para pagar uma conta de luz atrasada, Rui Barbosa imediatamente pagou pelo animal. “Perguntei porque ele tava maltratando o animal e ele me disse que estava indo vender ele. Perguntei quanto ele ia cobrar e ele disse que ia vender pelo preço que comprou, R$ 150. Paguei para ele, mas não levei para casa ainda. Fui para Parintins, passei um mês e quando voltei o rapaz me ligou perguntando se eu ia buscar, e eu fui”, contou o tutor ao site G1.

Tutor contou que o cãozinho Mike Tyson é como um filho para ele. (Foto: Reprodução / Rui Barbosa / G1)

Sobre a festa, Rui Barbosa falou que comemora o aniversário do cão todos os anos e que em 2017 decidiu celebrar no bar em que costumava frequentar. A festa contou com bolo, churrasco, bebida liberada e, além dos convidados, o papai humano recebeu todos aqueles que quisessem participar da comemoração.

O valor gasto com o aniversário do cachorrinho Mike Tyson, que começou na tarde do dia 11 de novembro e só terminou na madrugada do dia seguinte, chegou quase aos três mil reais. Muita gente até acha exagero, mas para Rui Barbosa é como comemorar um filho.

Além de churrasco e bebida liberada, aniversário contou com bolo e “parabéns”. (Foto: Reprodução / Rui Barbosa / G1)

“Eu sou solteiro e não tenho filhos, a princípio era a Dolly (cachorrinha que ele tinha e faleceu em 2016) e agora é o Mike Tyson. É como se fosse um filho, e até como uma criança. Ele pode nunca ser um médico, engenheiro, advogado, mas não vai me dar decepção, não vai fazer coisa errada”, contou o amoroso tutor.

Fonte: G1

Miley Cyrus publica foto de seus cachorros tomando conta de sua cama

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 nov 2017 - 18:31

Que a atriz e cantora Miley Cyrus é uma apaixonada por animais de estimação, já adotou e cuida de vários cães em sua casa isso todo mundo já sabe. Mas você sabia que a estrela também tem o melhor despertador de todos? Aliás, os melhores despertadores.

Miley, que é uma das técnicas da atual temporada do programa The Voice dos Estados Unidos (aquele que aqui no Brasil conta com a participação de Carlinhos Brown, Lulu Santos, Michel Teló e agora Ivete Sangalo) publicou, na última quinta-feira, 16 de novembro, uma foto em uma de suas redes sociais mostrando seis dos seus sete cachorros bem folgados em cima de sua cama.

Louca por cachorros, a famosa cantora trata seus pets como membros da família e sempre que pode divulga a causa animal, sendo uma grande apoiadora da adoção de cães, tendo inspirado sua irmã Noah Cyrus a adotar um filhote após participar de evento que ajudou fundação de animais de resgate e ajudado seu noivo, o ator Liam Hemsworth, a também adotar um cão.

A foto dos cachorros de Miley em cima da cama foi publicada no Twitter oficial da atriz cedo pela manhã, o que realmente nos faz acreditar que, assim como acontece com tantos outros tutores, são os cães da cantora, que lançou há pouco tempo o seu mais novo álbum de estúdio, intitulado “Younger Now”, que a acordam pela manhã.

Mas nós, apaixonados por cachorros, sabemos muito bem que acordar com muitos lambeijos e a companhia dos peludos na cama já faz o dia começar bem melhor, não é mesmo?