24 dez 2012 - 19:11

Cachorro com medo de fogos. O que fazer?

Cachorro com medo de fogos? Veja o que fazer para aliviar esse medo do seu amigo.

Escrito por Samantha Kelly
Jornalista do Portal do Dog

Aqui no Brasil, tudo parece ser uma desculpa para soltar fogos de artifício. Em todas as datas comemorativas e finais de campeonato, quem sofre com toda essa barulheira é o nosso cachorro.

Saiba o que fazer com o seu cachorro que tem medo de fogos de artifício e entenda o porquê dessa fobia.

 

Cachorro com medo de fogos. O que fazer? Foto: Reprodução

 

Porque cachorro tem medo de fogos?

Primeiro é importante entender o porquê do cachorro sentir tanto medo de fogos. O cão possui audição muito sensível, podendo escutar a origem do som em até 6 centésimos de segundo e chegando a escutar até 45 mil hertz.

Então, o som dos fogos (também alarmes e trovões) pode ser uma fonte de inquietação. Inicialmente essa sensibilidade se desenvolveu ao longo da evolução, com o intuito de detectar presas e aprimorar a comunicação com outros companheiros da matilha.

 

Cachorro com medo de fogos. O que fazer? Veja algumas dicas para ajudar seu cachorro nesta hora.

  • Conversar com um adestrador sobre o problema e começar a tratar a questão o quanto antes com treinamentos.
  • Em dias tranquilos, coloque o som de fogos para o seu cachorro ouvir e faça com que esse momento seja de brincadeira e diversão, para que ele associe o barulho a algo positivo.
  • Ficar acariciando o cachorro nesse momento não o ajuda a se ajustar ao barulho, e sim, pode estar incentivando o medo que ele está sentindo.
  • Se o seu cachorro precisa estar em seu lugarzinho seguro durante o tempo em que os fogos de artifício estão sendo soltos, deixe que ele se esconda.
  • As vezes o som da televisão ou do ventilador ajuda a abafar o barulho dos fogos lá fora.
  • Mantenha a calma e projete essa confiança para o seu cachorro. Lembre-se que os cães são peritos em linguagem corporal e vão saber se você estiver só fingindo estar calma.
  • Colocar um algodãozinho no ouvido do cachorro para que ele não escute com tanta intensidade o barulho.
  • Colocar o cão em uma guia, sem estar apertada, para que ele não fuja.
  • Conferir o portão da sua casa. Essa atitude é importante pois muitos cães, quando estão com medo no momento dos fogos, fogem.
  • Manter a coleira no seu cão, com idenficiação, assim como considerar colocar um microchip no animal.
  • Entre em contato com um homeopata para acompanhamento no tratamento de casos de ansiedade. Lembrando que nesse caso, o resultado não é imediato.
  • Sempre converse com o seu veterinário sobre o problema. Em casos extremos, o profissional responsável pode prescrever um tranquilizante para que o cachorro mantenha a calma.
  • Se possível, evite deixar seu cão sozinho em casa em dias que provavelmente soltarão fogos de artifício.

  • Compartilhe


  • Receba as notícias do
    Portal do Dog no seu email!
    É gratuito!


    Deixe seu comentário
    • Rodrigo Weingärtner

      É inconcebivel haver a indicação de contactar um homeopata, cuja ciência em nada reconhece esta prática, ao invés de haver a recomendação de um veterinário.

      • Fabio Sakita

        Olá Rodrigo,

        Há sim a recomendação de conversar com o veterinário e profissional responsável, logo abaixo.
        O homeopata ou o acupunturista é mais para auxiliar em casos extremos no tratamento de alguma ansiedade ligada ao barulho.

        Atenciosamente,

      • Olivia Hammes

        Só porque a “ciência não reconhece”, não quer dizer que não exista valor ou eficiência. O veterinário que trata meus cães, além de ter a formação científica “normal”, alia seu atendimento com iridologia (diagnóstico por meio da iris ocular) e tratamento com florais de bach. O grande diferencial é saber quando e como aplicar alopatia e homeopatia nos diferentes casos.

    • Fabio Menezes

      Rodrigo, vc perdeu a excelente oprtunidade de ficar calado…

      • Diego

        É incrível a ignorância das pessoas , fazem questão de ler o post apenas para falar mal de uma dica tão útil , fazem questão de apenas de criticar ao invés de acrescentar algum comentário valido… Sinceramente são por tipos de pessoas assim que muitos preferem os animais do que os humanos…

    • Raphaelvis

      Aff… Homeopata…
      Poupe o mundo… Cachorro não é gente… Deixa o bicho lá, poxa… Ele tá com medo, daqui a pouco passa… Agora vai fazer isso pelos cães de rua tambem? O povo tá perdendo a noção.

      • Olivia Hammes

        Coma um pouquinho de açúcar, vai te fazer bem.

      • Luiz Carlos

        O medo é o instinto natural de preservação da vida. Todas as espécies animais o possuem. Claro que nós o possuímos. Deixem seus cães em paz e no cantinho deles. Parem de inventar tratamento. Os fogos não são para sempre! Pobres donos ansiosos. Tomem uma pílula.

      • Kelen

        Raphaelvis: ou vc é problematico ou vc nao se preocupa mesmo com animais neh. Vc gostaria de ser um cao q todo santo dia q tem fogos de artificio e ainda d rua?

      • Nelcinea

        As vezes os animais, em especial , cachorro são melhores que muitas pessoas insensiveis e grosseiras como vc demonstra ser. Que Deus nos poupe de tais seres

      • Iara

        Quanta ignorância, Sr Raphaelvis!
        É por causa de pessoas egoístas assim como você, que o mundo não muda!
        “Quem maltrata ou deixa de ajudar um animal necessitado, é alguém que não aprendeu a
        amar.”
        Você não sabe quando será seu último minuto de vida meu irmão, então não espere mais para aprender o verdadeiro amor e se tornar uma pessoa verdadeiramente feliz. Só o amor e a gratidão de um animal para mudar a gente pra melhor. Seja feliz, Raphaelvis.

      • http://www.policiafederal.com eduardo

        Rafael tu eh um babaca morto de fome.

      • Brenda Farias

        Eu provavelmente vou estar na rua com os cachorros e rua que sempre seguem eu e meus amigos e vou sim fazer o máximo possível pra confortá-los. Sem noção é você. ‘Cachorro não é gente’ – dó de teu cachorro, espero que tu trate ele melhor do que aparenta :/

      • Gisele Pereira

        Garanto que um cachorro é mais gente do que você Raphaelvis, deveriam proibir “palpites” em certos posts, só falam asneiras, oh coisa desnecessária :/

    • Michelly

      Raphael e Rodrigo: tão nervosos vão pescar… se não se preocupam com seus
      amigos… nem deviam ter lido o post…

    • Rodrigo Weingärtner

      Vamos a uma pergunta. Vocês amam seus cães ? .. se hipoteticamente vocês responderem que sim, vamos a outra pergunta . Vocês doariam os animais de vocês para serem utilizados em pesquisas ?… eu acredito que não. Bom.. analogamente é exatamente é isso que acontece quando você utiliza um tratamento não convencional e que não é cientificamente comprovado. E é exatamente por amar os meus animais que apenas métodos reconhecidos podem ser empregados neles, além dos melhores remédios. De qualquer forma eu não tenho intensão nenhuma de converter qualquer membro frequentador deste site, porque cada um cuida do seu animal como julga direito. Eu cuido do meu com o melhor. Boa sorte para todos com vossos tratamentos.

    • http://dicasdocao.blogspot.com.br Dicas do Cão

      Ótimas dicas. Muitas pessoas passam por esses problemas, sobretudo no fim do ano. O maior problema é que a maioria não procura nem se informar sobre o que fazer, e acaba descontando nos pobres animais.

    • Esmeralda Luz

      Adorei a matéria, parabéns foi muito útil.
      Com referência ao comentário da Olivia Hammes, acredito demais pois faço uso da iridologia e já usei florais no meu cachorro e o retorno foi fantástico.

    • Elen de Paula

      Raphael, vc tem algum problema??? Acho que quem está perdendo a noção é vc meu caro. Se vc não é capaz de proteger o seu bicho de estimação, tudo bem, respeitamos isso. Mas para seu conhecimento, cães já sofreram infartos e foram a óbito com pânico de fogos de artifício. A minha é um exemplo disso. Não é simplesmente deixar ele quieto que “passa”. lEntão sugiro que realmente pense antes de falar besteiras, afinal quem ama seus bichos não mede esforços para os protegerem. E realmente bichos não são gente, mas são melhores que muitos por aí…

    • biaaa

      adorei

    • Nathi

      Não vai ter como eu levar meu cachorro comigo no ano novo.
      Gostaria de saber se tem algum calmante ( remédio ) que eu possa estar dando para ele ficar um pouco mais calmo .. ?

    • Vinicius

      As dicas são boas com a óbvia exceção da homeopatia… Eu ia compartilhar as dicas, mas indicar
      “homeopata” para cães não da para concordar…. Até porque a homeopatia é ventilada para a cura de “doenças”. O medo dos cães por fogos não é uma doença… Saiba mais: http://pt.wikipedia.org/wiki/Homeopatia

    • Ana Flávia

      Não basta deixar o cão preso. O cachorro do meu vizinho estava preso com uma enforcadeira, ele se matou tentando fugir. E conheço outros cachorros mais velhos que morreram de infarto por conta dos fogos.

    • Larissa Lima

      A minha tambem tem e se chama lessye rsrsrs quase igual. A minha e uma pinscher cor de mel

    • Andreza Albuquerque

      Gostei das dicas!!!