Cachorro não precisa de agasalho

Cobrir seu cachorro das patas a cabeça pode deixá-lo bastante desconfortável e pode também ser perigoso.

por Fabio Sakita — publicado 10 abr 2013 - 1:44

Chega o inverno e para proteger seu cãozinho, você vai ao petshop e compra aquele casaquinho de lã, todo forrado para deixar seu amigo bem quentinho.

Devemos lembrar que os cães possuem uma proteção natural, os pelos. Seja curto ou longo, o pelo protege o cachorro nas épocas mais frias, “empacotar” o seu cãozinho pode trazer bastante desconforto e também ser perigoso.
 

Roupinhas podem deixar se cachorro desconfortável. Reprodução/Google


 
De acordo com Mario Marcondes, diretor clínico do Hospital Veterinário Sena Madureira, em São Paulo, muita gente veste o animal somente para dar um passeio fashion. O problema está quando o animal tenta se desvencilhar de uma peça e pode acabar se enforcando.

Animais de pelo longo não precisam de roupas, por mais frio que esteja. Cachorros acima do peso também não, já que a gordura corporal ajuda proteger do frio. Cachorros com essas características podem sofrer de hipertermia, temperatura corporal acima do normal, quando cobertos com muita roupa.

E os sapatos para cães? Nunca! Os sapatinhos fazem o cão perder o tato, um sentido muito importante.

O uso de agasalhos e roupinhas não faz mal ao seu cão, porém devem ser usados de forma correta. Sempre verifique se o utensílio não tolhe os movimentos do seu cãozinho. Nem todo cachorro está acostumado com a ideia de usar roupinha, coloque aos poucos para ir se acostumando.

Há 2 sinais de que seu cãozinho está passando frio, e nesses casos uma proteção será bem vinda:

  • O cãozinho está com ataques de tremedeira.
  • As orelhas e patas estão mais frias que o normal.
  • Apesar da falta de recursos financeiros, morador de rua não abandonou seu amigo peludo

    por Andrezza Oestreicher — publicado 20 jul 2017 - 18:30

    Gilberto é um homem bem simples e que vive nas ruas. Ele não tem recursos financeiros nem para si mesmo, mas cuida com todo amor e carinho do seu cachorro, um fofo SRD que vive com ele.

    Um dia, andando pelas ruas, Gilberto estava atravessando a rua com o cão, quando de repente, por algum motivo, o cão quis voltar no meio do caminho. Nesse momento, um carro atropelou o cachorrinho, que sofreu um machucado bem grave em uma das patas.

     » Read more about: Apesar da falta de recursos financeiros, morador de rua não abandonou seu amigo peludo  »

    Angélica lamenta nas redes sociais a morte do novo filhotinho de sua família

    por Andrezza Oestreicher — publicado 20 jul 2017 - 9:37

    Nós contamos para vocês aqui sobre o mais novo filhotinho do casal de apresentadores Angélica e Luciano Huck. O animal, da raça Rhodesian Ridgeback, ou Leão da Rodésia, foi presente do médico veterinário e adestrador de cães Henrique Perdigão.

    No último domingo, dia 16 de julho, Angélica publicou uma foto em homenagem ao cãozinho Babbo, que passou cerca de 18 dias com a família da apresentadora e, com apenas dois meses, acabou falecendo.

     » Read more about: Angélica lamenta nas redes sociais a morte do novo filhotinho de sua família  »

    Rainha Elizabeth adota cachorro de funcionário que faleceu

    por Samantha Kelly — publicado 19 jul 2017 - 21:18

    A Rainha Elizabeth é conhecida por seu amor por cães, especialmente da raça Corgi. Desde pequena ela sempre teve pelo menos um grupinho de Corgis em sua vida, correndo felizes com aquelas perninhas curtas pelos palácios do Reino Unido.

    Porém, nos últimos anos, ela diminuiu o número de pets e ficou apenas com 3 – Willow, o Corgi, e Vulcan e Candy, dois mixes de Dachshund com Corgi.

    O motivo da mudança se deu por causa de possíveis riscos de queda e o medo do futuro de seus pets,

     » Read more about: Rainha Elizabeth adota cachorro de funcionário que faleceu  »

    deixe seu comentário:
    Siga o Portal do Dog
    Últimas notícias

    Apesar da falta de recursos financeiros, morador de rua não abandonou seu amigo peludo

    por Andrezza Oestreicher — publicado 20 jul 2017 - 18:30

    Gilberto é um homem bem simples e que vive nas ruas. Ele não tem recursos financeiros nem para si mesmo, mas cuida com todo amor e carinho do seu cachorro, um fofo SRD que vive com ele.

    Um dia, andando pelas ruas, Gilberto estava atravessando a rua com o cão, quando de repente, por algum motivo, o cão quis voltar no meio do caminho. Nesse momento, um carro atropelou o cachorrinho, que sofreu um machucado bem grave em uma das patas.

    Gilberto ficou bastante preocupado com a situação do cão e emocionado ao vê-lo receber atendimento. (Foto: Reprodução / Facebook Luisa Mell)

    Desesperado, sem ter nenhum tipo de suporte financeiro para levar o cão a uma clínica veterinária, Gilberto não sabia o que fazer, só sabia que não podia abandonar o seu melhor amigo naquela situação.

    Até que pessoas de bom coração acionaram o Instituto Luisa Mell, que atua principalmente no resgate de animais feridos ou em situação de risco, recuperação e adoção. Voluntários do Instituo foram prontamente até o local e levaram o animal para receber os cuidados médicos necessários.

    O homem ficou o tempo todo do lado do seu amigo peludo. (Foto: Reprodução / Facebook Luisa Mell)

    Gilberto foi junto e não saiu do lado de seu amigo peludo em nenhum momento. No momento do atendimento do animal ele estava bastante emocionado e chorou contando como aconteceu o atropelamento. “A hora que eu atravessei a rua, ele pegou e quis voltar. Aí o carro pegou ele”, contou Gilberto.

    O cãozinho precisou passar por uma cirurgia e depois ficou algumas semanas em tratamento enquanto se recuperava, o que, através do vídeo do Instituto Luisa Mell, podemos ver que aconteceu de forma rápida e tranquila.

    Um resumo em um minuto do nosso trabalho no Instituto Luisa Mell. Todos os dias por aqui são assim: cheios de desafios, poucas derrotas, muitas vitórias e finais felizes! Cada um de vocês que nos ajuda faz, mesmo sem saber, parte dessa e todas as nossas histórias! Obrigada, sempre!

    Posted by Luisa Mell on Wednesday, July 5, 2017

    (Vídeo: Reprodução / Facebook Luisa Mell)

    Esperamos que o morador de rua Gilberto sirva de exemplo e toque o coração de muitas pessoas e deixamos um agradecimento especial e parabéns ao belíssimo trabalho que o Instituto Luisa Mell faz com aqueles animais que mais precisam.

    Fonte: Procura-se Cachorro / Luisa Mell

    Angélica lamenta nas redes sociais a morte do novo filhotinho de sua família

    por Andrezza Oestreicher — publicado 20 jul 2017 - 9:37

    Nós contamos para vocês aqui sobre o mais novo filhotinho do casal de apresentadores Angélica e Luciano Huck. O animal, da raça Rhodesian Ridgeback, ou Leão da Rodésia, foi presente do médico veterinário e adestrador de cães Henrique Perdigão.

    No último domingo, dia 16 de julho, Angélica publicou uma foto em homenagem ao cãozinho Babbo, que passou cerca de 18 dias com a família da apresentadora e, com apenas dois meses, acabou falecendo.

    Um cometa de amor em nossas vidas❤️ #babboksyvickishuck #descanseempaz #rodhesianridgeback 💔

    A post shared by @angelicaksy on

    Apesar de ficar pouco tempo com a família, todos já estavam bastante apegados a Babbo, que também já fazia sucesso nas redes sociais de seus papais humanos.

    Para anunciar o falecimento do animal, Angélica publicou uma linda foto em que ela aparece com o cãozinho e escreveu: “Um cometa de amor em nossas vidas❤”. Junto da frase a apresentadora colocou as hashtags: #babboksyvickishuck #descanseempaz #rodhesianridgeback.

    Sem filtro …, so com amor , gratidao e saudade 🙏

    A post shared by @angelicaksy on

    Depois, a apresentadora também publicou uma imagem do pôr do sol no Stories e escreveu: “para meu Babbo com amor”. No seu perfil do Instagram, a foto do pôr do sol aparece com a legenda: “Sem filtro …, so com amor , gratidao e saudade”.

    Não foi divulgada nenhuma informação sobre a causa da morte do cão, que também pegou os fãs de Angélica e Luciano Huck de surpresa.

    Fonte: UOL