Cachorros Braquicefálicos ou focinho achatado

Quando falamos de cachorros braquicefálicos, nos referimos aqueles que possuem o focinho achatado.

por Samantha Kelly — publicado 8 jan 2013 - 16:19

Cachorros braquicefálicos. Foto: Reprodução

 

Quando falamos de cachorros braquicefálicos, nos referimos aqueles que possuem o focinho achatado. O focinho curto, o crânio compacto e o sistema respiratório superior comprimido são algumas características do cachorro braquicefálico. Se você possui um cão com focinho achatado, é bom conhecer as condições que estão implícitas nessas raças e como dono, tomar as medidas necessárias para garantir que seu pet tenha todo o cuidado e o mais importante, uma vida saudável.

 

Porque os cães braquicefálicos têm predisposição à problemas respiratórios?

Cães braquicefálicos foram criados para ter mandíbulas inferiores proporcionalmente normais e mandíbulas superiores mais compactas. Isso significa que seu cachorro pode ter predisposição à problemas respiratórios como resultado a alguma anormalidade em seu trato respiratório. Essas anormalidades são consequencias de gerações de cruzamentos para atingir determinada aparência, sem se importar com os riscos de saúde.

Nem todos os cachorros braquicefálicos possuem anormalidades, e alguns não têm nenhum problema respiratório.

Eles podem ter narinas excepcionalmente estreitas. O palato mole, ou o tecido que separa a cavidade oral da cavidade nasal, pode ser alongado e pendurado na garganta. Palatos moles alongados são muito comuns em cachorros braquicefálicos e é a razão porque tantos emitem um assobio quando respiram.

 

Cachorros braquicefálicos. Foto: Reprodução

 

Intolerância à temperaturas altas

Os cães braquicefálicos não arquejam eficientemente. Arquejar é a maneira que os cães encontram de se resfriar, já que eles não transpiram como os humanos. Então, esses cães são mais propensos a superaquecer que os cães com focinhos longos, e os donos precisam tomar todas as precauções para preveni-lo no calor. O superaquecimento pode causar infartos, colapsos e até a morte.

Os donos devem oferecer pausas frequentes para os cães se refrescarem com água gelada e descanso durante o exercício, especialmente em dias quentes.

É também muito importante frisar que todos os cães braquicefálicos não são “cachorros de fora”. Isso significa que eles não podem morar em um canil no quintal devido a sua intolerância ao calor e à climas frios, por causa de outras dificuldades respiratórias que surgem de suas vias respiratórias estreitas.

 

Viajando com cachorros braquicefálicos. Foto: Reprodução

 

Viajando com um cão braquicefálico

Como o cão braquicefálico tem intolerância tanto ao frio quanto ao calor, eles não viajam bem, particularmente em aviões quando eles são grandes demais para ir na cabine e precisam viajar no porão, este por sua vez geralmente não possui temperatura controlada.

De acordo com o relatório divulgado pelo Departamento de Transporte americano, entre o período de 2005 à 2010, cerca de 50% das mortes de cães que aconteceram no porão do avião foram de cachorros braquicefálicos. Muitas companhias aéreas pelo mundo e aqui no Brasil não transportam cachorros com focinho achatado por não terem a estrutura adequada.

Se não há outra saída e o cachorro precisa viajar no porão, procure horários de clima mais ameno, cheque com a empresa aérea as conexões de seu vôo e se eles garantem algum procedimento especial para os cachorros de focinho achatado.

 

Cachorros braquicefálicos. Foto: Reprodução

 

Problemas associados com cães braquicefálicos

Devido as anormalidades estruturais no trato respiratório, os cachorros com focinho achatado podem ter uma série de problemas respiratórios. Eles têm predisposição à colapso de laringe. A anestesia pode ser particularmente perigosa, como também qualquer condição que causa inchaço da garganta, causando respiração ofegante e latido.

São mais fáceis de superaquecer que outras raças. Porquê eles não podem respirar direito, eles são incapazes de se refrescar de forma eficiente como geralmente os cães fazem, arquejando. Arquejar pode causar um inchaço nas passagens aéreas, causando mais sofrimento e superaquecimento.

Têm predisposição à problemas nos olhos porque suas órbitas são superficiais. Até mesmo uma pequena pancada ou um puxão mais forte com a coleira pode fazer com que o olho saia.  Em alguns cães, os olhos são tão para fora que a pálpebra não fecha; esses cães podem ter de maneira crônica olhos secos. As pálpebras de um cão braquicefálico podem ser disformes.

Os cães braquicefálicos geralmente têm dentes muito juntos e são vulneráveis à cárie. Eles podem desenvolver infecções nas dobrinhas da pele e muitas vezes têm problemas na concepção dos filhotes.

 

Cachorros braquicefálicos. Foto: Reprodução

 

Lista de raças Braquicefálicas: 

Affenpinscher

Buldogue Americano

Cocker Spaniel Americano

Boston Terrier

Boxer

Brussels Griffon

Buldogue Inglês

Bullmastife

Cane Corso

Cavalier King Charles Spaniel

Chihuahua

Chow Chow

Dogo Argentino

Dogue de Bordeaux

Toy Spaniel Inglês

Buldogue Francês

Japanese Chin

Lhasa Apso

Mastife Napolitano

Terra Nova

Pequinês

Presa Canario

Pug

Shar-Pei

Shih Tzu

Tibetan Spaniel

Valley Bulldog

 

Fontes para o artigo:

Vetinfo.com

Wikipedia.org

Padre Fábio de Melo fala sobre seu cachorro Lucca em bate-papo com Pedro Bial

por Andrezza Oestreicher — publicado 27 jun 2017 - 18:32

Nós, amantes de cachorro, volta e meia nos pegamos falando de nossos cães como se fossem pessoas, seres humanos assim como nós. Muitas vezes, nossos cachorros são muito mais do que apenas animais de estimação. Eles são grandes amigos e companheiros que rapidamente se tornam um membro de nossas famílias.

Para o Padre Fábio de Melo parece que também é assim. Durante um bate-papo com o apresentador Pedro Bial, ele falou sobre seus três cachorros.

 » Read more about: Padre Fábio de Melo fala sobre seu cachorro Lucca em bate-papo com Pedro Bial  »

Cachorro é levado junto com moto durante assalto

por Andrezza Oestreicher — publicado 27 jun 2017 - 9:25

A falta de segurança em nosso país está deixando muitos tutores com medo até de mandar os seus pets irem tomar banho nos lugares especializados. Não por conta do tratamento dado aos animais, mas sim por conta dos assaltos.

A família da estudante Rafaela Alves, que mora em Ceilândia Norte, no Distrito Federal, está sofrendo por conta dessa falta de segurança.

No último sábado, dia 24 de junho, o seu cachorrinho, shih-tzu branco com manchas marrons chamado Bob,

 » Read more about: Cachorro é levado junto com moto durante assalto  »

Cachorro de Julia Roberts é encontrado e devolvido

por Andrezza Oestreicher — publicado 26 jun 2017 - 18:36

Ter um cachorro perdido é muito ruim. Não saber o que aconteceu com ele e se ele está bem é terrível. Mas, felizmente, graças a pessoas de bom coração unidas e conectadas na internet e nas redes sociais, cada vez mais animais perdidos conseguem se reunir com suas famílias.

E foi justamente isso o que aconteceu com a família da atriz Julia Roberts e seu cachorro Major, um Labrador na cor chocolate.

O cão havia desaparecido em Malibu,

 » Read more about: Cachorro de Julia Roberts é encontrado e devolvido  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Padre Fábio de Melo fala sobre seu cachorro Lucca em bate-papo com Pedro Bial

por Andrezza Oestreicher — publicado 27 jun 2017 - 18:32

Nós, amantes de cachorro, volta e meia nos pegamos falando de nossos cães como se fossem pessoas, seres humanos assim como nós. Muitas vezes, nossos cachorros são muito mais do que apenas animais de estimação. Eles são grandes amigos e companheiros que rapidamente se tornam um membro de nossas famílias.

Para o Padre Fábio de Melo parece que também é assim. Durante um bate-papo com o apresentador Pedro Bial, ele falou sobre seus três cachorros.

O Padre Fábio de Melo é um tutor apaixonado de três cães. (Foto: Reprodução / Instagram @pefabiodemelo)

Lucca, o Buldogue Francês mais velho do padre, acabou ganhando um enfoque maior, pois foi com o cachorro que o sacerdote pôde começar a mostrar para os seus seguidores das redes sociais o seu lado mais engraçado e explorar o humor.

“Criatura uma das mais interessantes que eu já conheci na minha vida. É um ser humano fantástico. Lucca é o meu filho mais velho, eu tenho três buldogues”, falou o padre ao descrever o seu cachorro para o apresentador.

Além de Lucca, o Padre Fábio de Melo também é tutor de Enzo e Francesca, que é filha de Lucca, e por consequência neta do sacerdote.

Lucca é o seu Buldogue Francês mais velho. (Foto: Reprodução / Instagram @pefabiodemelo)

O amor do Padre Fábio de Melo por seus cachorros fica bastante evidente para quem acompanha as redes sociais do sacerdote. Os animais estão sempre presentes em fotos e vídeos, onde aparecem em diversas situações, inclusive em momentos de carinho com seu tutor.

Meninos chegando do banho.

A post shared by pefabiodemelo (@pefabiodemelo) on

Cachorro é levado junto com moto durante assalto

por Andrezza Oestreicher — publicado 27 jun 2017 - 9:25

A falta de segurança em nosso país está deixando muitos tutores com medo até de mandar os seus pets irem tomar banho nos lugares especializados. Não por conta do tratamento dado aos animais, mas sim por conta dos assaltos.

A família da estudante Rafaela Alves, que mora em Ceilândia Norte, no Distrito Federal, está sofrendo por conta dessa falta de segurança.

No último sábado, dia 24 de junho, o seu cachorrinho, shih-tzu branco com manchas marrons chamado Bob, foi tomar o seu banho no local que sempre frequenta. O cãozinho foi levado para o local pelo motoboy da pet shop.

Tudo estava caminhando da forma normal até o momento em que o cão estava pronto e seria deixado na casa de sua família, às 15 horas. Acontece que, já na porta da casa, o motoboy foi abordado por dois assaltantes, um deles armado, que levaram a moto, uma Honda CG 125 vermelha, com o cachorro ainda dentro da casinha.

O cachorrinho estava dentro da caixa de transporte e foi levado pelos assaltantes na porta de casa. (Foto: Reprodução / Correio Braziliense)

Segundo a própria tutora do animal, seu irmão viu toda a ação dos bandidos pela janela da casa e ainda tentou seguir os assaltantes, mas perdeu os homens de vista.

“Agora, tudo é um risco, já que não é possível confiar que meu cachorro possa tomar banho e chegar em casa com segurança”, contou a tutora triste com o sumiço de seu cão e revoltada com a falta de segurança na região em que mora.

O proprietário da pet shop contou que nunca havia passado por uma situação como essa, mas acredita que os assaltantes não tinham interesse no cachorro e que o animal deve ter sido abandonado na rua. Indignado com o ocorrido, o empresário disse que todos estão bastante engajados em encontrar o cão, que já é um cliente antigo.

Rafaela registrou um Boletim de Ocorrência do caso e segue procurando seu cãozinho. Quem tiver qualquer informação sobre o animal deve entrar em contato através do telefone (61) 99552-8883.

Fonte: Correio Braziliense