4 fev 2014 - 22:17

Catarata em cães

Saiba mais sobre a catarata em cães, doença que acomete animais de todas as idades, porém principalmente os idosos

Escrito por George Augusto
Acadêmico de Medicina Veterinária

A catarata é uma doença que acomete os olhos de diversos animais, assim como o ser humano e os cães. Essa moléstia se instala no cristalino dos olhos, fazendo com que os mesmos fiquem com uma aparência opaca, levando assim à perda parcial ou total da visão do animal. Essa enfermidade ocorre em animais de diferentes idades, sendo os mais susceptíveis os de maior idade (idosos). Isso acontece por conta da deficiência de proteínas do cristalino levando a opacidade de um olho e/ou de ambos.

 

Catarata em cachorros. Foto: Reprodução

Catarata em cachorros. Foto: Reprodução

 

Classificações da catarata

Catarata Congênita: Começa a se apresentar desde o nascimento do animal, quando os proprietários já conseguem observar a opacidade do cristalino dos recém-nascidos. Uma das principais causas da catarata Congênita se dá por conta de infecção ou de origem medicamentosa.

Catarata Herdada: Acomete diferentes tipos de raças e idade. Esse tipo de catarata é passada na genética do animal, por isso os criadores castram os animais que portam esse gene para que a doença não passe para seus descendentes.

Catarata Desenvolvida: Essa forma de catarata é desencadeada acontece devido a erros em manejo ou acidentes, como: Exposição excessiva do cão ao sol; expor o animal à radiação; forma hereditária; uso de certos medicamentos, como por exemplo: corticóides; inflamação ocular; trauma no olho; infecções e Diabetes Mellitus.

 

Principais sinais clínicos para a catarata em cães

Os principais sinais clínicos que podem ser observados na catarata, são:

– Animal com sensibilidade à claridade;

– Dificuldade de enxergar à noite;

– Mudança na cor do centro do olho, apresentando uma cor azulada ou branca e com aspecto opaco e, em alguns casos, perda significativa da profundidade da visão.

 

Diagnóstico da catarata em cães

O diagnóstico dessa enfermidade é de suma importância, já que muitas pessoas confundem com outras doenças oculares que são bastante semelhantes à catarata.  O médico veterinário irá avaliar o cristalino do animal, o fundo do olho e diversas partes do olho do animal, a fim de diagnosticar para começar com o tratamento.

 

Tratamento da catarata em cães

A catarata em cães não tem cura, porém há meios de tratamento através de ato cirúrgico, onde a lente do animal é removida. Muitos animais não voltam a ter a visão habitual, porém em muitos casos pode haver uma melhoria significativa no quadro. É importante que o tratamento seja feito por um médico veterinário especialista em oftalmologia, já que é um tratamento muito complexo e delicado.

 

Prevenção

Como qualquer doença oftalmológica, o mais indicado é a prevenção. Qualquer alteração no olho de um animal é necessário que seja diagnosticado, consequentemente o inicio do tratamento. Quanto mais cedo o diagnóstico, mais chance tem de um tratamento bem sucedido, por isso procure sempre a opinião de um médico veterinário e jamais tome decisões precipitadas. Um cão com catarata é um animal que merece um cuidado maior e atenção redobrada em determinado estágio da doença, por conta de certas limitações e dificuldades diárias que a doença leva ao paciente.

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: [email protected]


  • Compartilhe


  • Receba as notícias do
    Portal do Dog no seu email!
    É gratuito!


    Deixe seu comentário