Colocando o microchip em seu cachorro

por Samantha Kelly — publicado 22 ago 2012 - 23:12

O tamanho do Microchip é praticamente equivalente ao de um arroz.

 

Pontos positivos:

– Muitos cães e pets no geral que se perderam não voltam para casa por não terem uma identificação.
– Microchips são uma maneira de identificar seu pet permanentemente.
– Os microchips devem ser registrados em uma companhia especializada que irá reunir você e seu cão.
– Colocar o microchip é um procedimento simples e rápido que pode ser feito pelo seu veterinário.

 

Por que colocar o Microchip?

É recomendável que você identifique seu pet, mesmo que não haja a intenção de viajar ou deixá-lo ficar na rua. Até mesmo os cachorros que vivem em casa podem se perder e talvez nunca serem achados se não houver uma forma de identificação. Coleiras com identificação são comuns e efetivas, mas podem facilmente sair do corpo do pet. Por serem implantados embaixo da pele, o microchip é uma alternativa mais permanente.

O que é um Microchip?

O microchip é um aparelho eletrônico bem pequeno, do tamanho de um arroz, que usa ondas de rádio para transmitir informações armazenadas em um sistema. Essas informações são lidas com um scanner especial. Microchips de pets geralmente possuem um número de identificação. Eles não precisam ser carregados na energia e não possuem partes móveis. O material que compõe o aparelho é compatível com o corpo do animal, então infecções e rejeições acontecem raramente.

Após a injeção, o microchip fica envolto pelo tecido do local. Pode mover levemente, mas geralmente fica no lugar ou perto de onde aconteceu a incisão. Para ler as informações do chip, um scanner compatível é necessário. Diferentes empresas usam diferentes chips; entretanto, há scanners que podem ler todo tipo de chips.

 

O Procedimento

Muitas clínicas veterinárias possuem o equipamento para implantar e coletar as informações dos microchips. Cada um vem em uma seringa estéril. Para implantar, o veterinário insere a agulha bem abaixo da pele do animal, perto do ombro e empurra o êmbolo da seringa. O procedimento inteiro, como uma injeção normal, é muito rápido e não precisa de medicamento de dor nem anestesia.

 

Como o sistema funciona?

Quando um cão perdido ou machucado é levado para a emergência ou para um abrigo, ele pode passar pelo scanner em busca de um microchip. Se o cachorro possuir o aparelho, o scanner lê o número de identificação. Se o chip tiver sido registrado corretamente, o hospital ou abrigo pode fornecer o número para a companhia do microchip, essa responsável por manter os dados do dono. A companhia então entra em contato com o dono do cachorro e o pet pode ir para casa.

 

Registro de Microchip e manutenção

Para completar o processo, você precisa registrar o microchip do seu pet com a companhia responsável. Algumas companhias cobram um preço extra pelo registro. Caso a companhia não tenha suas informações,  não há como o número do registro fazer esse link entra o seu pet perdido e você.

Mantenha as informações fornecidas para a companhia do microchip (ex.: endereço, email e telefone) atualizadas.

É recomendado que em adição ao microchip, uma coleira com as informações do animal ainda seja usada, porque na tag pode haver a indicação que seu cão possui um microchip e qual o fabricante.

Durante o exame de rotina do seu pet, o microchip deve ser testado para garantir que ele continua funcionando. O uso do scanner não causa nenhum desconforto e não leva mais de alguns segundos.

Alguns países, como Estados Unidos e Inglaterra, já estão tornando obrigatório o uso do microchip em pets.

 

Texto traduzido por Portal do Dog: Fonte Vet Street

Cachorro come bolo de casamento no dia da festa

por Andrezza Oestreicher — publicado 27 jul 2017 - 18:24

O que você faria se estivesse guardando o bolo de casamento do seu irmão na sua casa e, por um descuido, seu cachorro de estimação, em um ataque de gula, devorasse tudo?

Foi exatamente isso o que aconteceu com Donna McMahon, tutora da gulosa Labrador Bella juntamente com seu marido Liam.

O casal estava cuidando do bolo para o casal de noivos e estavam bastante tranquilos quanto à segurança do doce, que tinha três andares e havia custado 120 libras (cerca de 490 reais).

 » Read more about: Cachorro come bolo de casamento no dia da festa  »

Paolla Oliveira é madrinha de ONG e divulga parceria com joalheria para ajudar os animais

por Andrezza Oestreicher — publicado 27 jul 2017 - 9:33

Apaixonada por animais e tutora de dez gatos e três cachorros, a atriz Paolla Oliveira é madrinha de uma ONG protetora de animais do Rio de Janeiro, a Paraíso dos Focinhos.

A madrinha Paolla já adotou animais da ONG e sempre divulga as campanhas do local e os bichinhos que estão disponíveis para adoção, além de sempre que possível ir pessoalmente até lá ver como estão os animais.

Que coisa boa foi receber esta linda e talentosa atriz como madrinha da ONG mais querida do Rio.

 » Read more about: Paolla Oliveira é madrinha de ONG e divulga parceria com joalheria para ajudar os animais  »

Boneca Barbie vem acompanhada com cachorro que faz cocô e pá para a limpeza

por Andrezza Oestreicher — publicado 26 jul 2017 - 9:38

Apesar de atualmente já existirem inúmeras novidades quando o assunto é brinquedo infantil, a boneca Barbie ainda continua fazendo bastante sucesso e lançando novidades.

Batizada de “Barbie® Walk & Potty Pup” (Barbie passeio e pequeno filhote), a novidade da Barbie, uma boneca amada por crianças de várias gerações, vai agradar em cheio os amantes de animais.

A boneca vem agora acompanhada de um cachorrinho que ela precisa levar para passear para que ele faça as suas necessidades.

 » Read more about: Boneca Barbie vem acompanhada com cachorro que faz cocô e pá para a limpeza  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Cachorro come bolo de casamento no dia da festa

por Andrezza Oestreicher — publicado 27 jul 2017 - 18:24

O que você faria se estivesse guardando o bolo de casamento do seu irmão na sua casa e, por um descuido, seu cachorro de estimação, em um ataque de gula, devorasse tudo?

Foi exatamente isso o que aconteceu com Donna McMahon, tutora da gulosa Labrador Bella juntamente com seu marido Liam.

Cadela destruiu bolo de casamento bem no dia da festa. (Foto: Reprodução / The Sun UK)

O casal estava cuidando do bolo para o casal de noivos e estavam bastante tranquilos quanto à segurança do doce, que tinha três andares e havia custado 120 libras (cerca de 490 reais).

Donna conta que ainda pediu para que o marido se certificasse de que a gaiola com a caminha de Bella estivesse bem trancada. Porém, na manhã do dia do casamento, ao chegar na cozinha, Donna teve um choque ao ver o bolo no chão comido pela metade e Bella sentada olhando para o chão, com a boca suja e sabendo muito bem que tinha feito coisa errada.

“Quando me levantei de manhã e abri a porta da cozinha, gritei e explodi em lágrimas. O bolo tinha sido totalmente destruído”, contou Donna, que também deu a parcela de culpa que seu marido Liam merecia por ter se esquecido de trancar a cadela.

Ao abrir a porta da cozinha, mulher se deparou com o bolo comido no chão e sua cadela com cara de culpada. (Foto: Reprodução / The Sun UK)

Desesperada, Donna e outra dama do casamento entraram em contato com várias lojas de bolo e também pediram ajuda pelo Facebook. No final das contas, todos tiveram muita sorte e conseguiram um bolo novinho para levar para a festa.

Já Liam, que até então só tinha esquecido de trancar Bella apenas uma vez em dois anos, disse que dessa vez aprendeu a lição, pois da outra vez que ele esqueceu de trancar a cadela foi justamente em um dia que tinham 20 cupcakes esfriando na cozinha e ela comeu tudo.

“Nos dois anos que temos Bella, eu só esqueci de fechar sua gaiola uma vez – e naquela noite ela comeu 20 cupcakes recém-assados ​​que estavam esfriando na cozinha. Então eu suponho que os sinais de alerta estavam lá e eu escolhi o pior momento possível para esquecer”, disse Liam.

Apesar de todo o bolo comido, a cadela ficou bem. (Foto: Reprodução / The Sun UK)

Os noivos só ficaram sabendo de tudo quando o problema tinha sido resolvido e a festa já estava acontecendo. Já a cadela, apesar de todo o bolo de chocolate que comeu, Bella ficou bem.

Fonte: The Sun UK

Paolla Oliveira é madrinha de ONG e divulga parceria com joalheria para ajudar os animais

por Andrezza Oestreicher — publicado 27 jul 2017 - 9:33

Apaixonada por animais e tutora de dez gatos e três cachorros, a atriz Paolla Oliveira é madrinha de uma ONG protetora de animais do Rio de Janeiro, a Paraíso dos Focinhos.

A madrinha Paolla já adotou animais da ONG e sempre divulga as campanhas do local e os bichinhos que estão disponíveis para adoção, além de sempre que possível ir pessoalmente até lá ver como estão os animais.

A ONG resgata e trata animais, como cães, gatos e até cavalos, que são, na maioria das vezes, encontrados em péssimas condições, doentes, com fraturas e após terem sofrido maus-tratos.

Paolla usa o seu perfil oficial no Instagram para publicar muitas fotos da ONG Paraíso dos Focinhos e para mostrar os animais que estão lá esperando para serem adotados e ganharem um lar.

Agora, a atriz está divulgando também uma parceria que a ONG fez com uma grande joalheria para ajudar os animais.

Vivendo apenas de doações e de vendas de produtos através do site de e-commerce paraisodosfocinhos.com.br, a Paraíso dos Focinhos fez uma parceria com a Monte Carlo Joias.

A joalheria tem uma coleção de charms de animais chamada “Coleção Pets”, e cada berloque da coleção vendido, a Monte Carlo vai doar 1 kg de ração para a ONG. Os produtos selecionados participantes da campanha

Paolla Oliveira já está andando com sua pulseirinha cheia de charms de bichinhos e divulgando a campanha em suas redes sociais.

Os produtos selecionados participantes da campanha podem ser encontrados neste link: http://www.montecarlo.com.br/jolie-pets