Coprofagia em cachorros

Conheça as possíveis causas de alguns cães comerem fezes e como tratar esse desvio de comportamento

por George Augusto — publicado 5 mar 2014 - 22:34

O nome Coprofagia tem origem grega e significa comer fezes, copro “fezes” e “fagia” comer. Esse desvio de comportamento é bastante comum entre os animais, principalmente nos cães. Muitos proprietários tem uma ideia bastante deturpada, pensando, que essa ação se dá devido a deficiência nutricional do animal quando na verdade isso não passa de uma lenda urbana.

coprofagia-cachorros

Coprofagia em cachorros. Foto: Reprodução

Causas da coprofagia

Estudiosos afirmam que em muitos casos da coprofagia canina é devido a algum distúrbio no pâncreas, ou até mesmo, uma suposta presença de verminose no animal. Nesse caso, é importante que um médico veterinário avalie o cão. Um ponto também que deve ser considerado de grande importância é que em alguns casos, os tutores são demasiadamente rígidos ao ensinar ao animal o local correto onde defecar, levando assim, o mesmo a comer as fezes, na esperança de esconder e não ser castigado por seu dono.

A coprofagia dependendo da ocasião pode ser um ato normal. As cadelas comem as fezes dos seus filhotes, para que os predadores não cheguem até o ninho através do cheiro e também para que os animais não fiquem expostos a sujeira.

 

Tratando a coprofagia

O tratamento para esse desvio de conduto que o animal apresenta deve ser feito de forma gradual. Requer paciência por parte do proprietário do animal para que essa prática seja aos poucos abolida dos hábitos do pet.

Muitos profissionais indicam como forma de sessar esse hábito que assim que o animal defecar, o tutor jogue sobre as fezes alguma substância que solte um sabor desagradável ao ser consumida, como a pimenta, o alho e etc. Também é indicado que o proprietário ofereça brinquedos ao animal, fazendo com que o mesmo se distraia, mudando o foco de interesse. Hoje no mercado pet, existem produtos industrializados próprios para o combate da coprofagia.

Alguns casos de coprofagia ocorrem devido ao estresse do animal. Muitos animais que são presos por correntes por longo tempo e sem a oferta de alimento apresentam esse desvio de comportamento. Nesse caso, é indicado que o animal fique solto quando possível. O alimento também é muito importante pois ao dar o sentimento de saciedade evita que o animal procure as fezes.

É de suma importância que o proprietário não permita o cão se alimentar das próprias fezes, ou fezes de outros animais. Pois é através das fezes que muitos parasitas endógenos se disseminam para outros hospedeiros. Ao ingerir o bolo fecal, o animal está introduzindo ao seu organismo milhões de ovos de parasitas, que em um curto espaço de tempo estarão prejudicando a sua saúde.

Jamais castigue seu cão caso ele apresente esse comportamento. Procure sempre a opinião de um profissional da área. Essa prática que é comum entre os animais em geral, tem como ser revertida. Evite se consultar com balconistas de pet shop, pois um medicamento ou produto, pode ser tóxico ou causar alergias em seu animal. O indicado é que o pet seja examinado e medicado (se necessário), por um médico veterinário.

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: [email protected]

Cadelinha morre de tanta tristeza após ser abandonada por seu tutor em aeroporto

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 nov 2017 - 9:28

Nós ficamos completamente arrasados e de coração partido quando acontece algo com nossos animais de estimação. A morte dos nossos amigos peludos é uma dor enorme e o mesmo acontece se eles fogem e se perdem, casos que nos trazem muita preocupação sobre como eles estão longe de nós.

Para os cães, a dor da morte de seus tutores também é muito grande, perdendo apenas para o sofrimento do abandono, que os enche de uma enorme tristeza.

 » Read more about: Cadelinha morre de tanta tristeza após ser abandonada por seu tutor em aeroporto  »

Evelyn Regly adota cãozinho SRD do Instituto Luisa Mell

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 nov 2017 - 18:32

Grande sucesso nas redes sociais e no YouTube, onde conta com mais de três milhões de seguidores, a blogueira e youtuber Evelyn Regly acabou de passar por um momento muito difícil em sua vida.

Junto da alegria de se mudar para uma casa nova grande e espaçosa, seu sonho junto com o marido, Evelyn teve a tristeza de perder o seu cachorrinho de estimação e melhor amigo Bidu.

Eu só queria agradecer a todas as mensagens e orações.

 » Read more about: Evelyn Regly adota cãozinho SRD do Instituto Luisa Mell  »

Tutor faz festão de aniversário para cachorro e gasta quase R$ 3 mil

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 nov 2017 - 9:38

Cada vez mais vistos como membros da família por seus tutores, os cãezinhos de estimação estão ganhando muitas coisas que antes era só para os humanos, como é o caso de certidão de nascimento, documento de carteira de identidade e até festinhas de aniversário.

Fazendo da forma como é possível para cada família, os tutores não estão mais deixando os aniversários de seus amigos de quatro patas passar em branco e cada vez mais cachorros estão tendo o seu momento de “Parabéns para você”.

 » Read more about: Tutor faz festão de aniversário para cachorro e gasta quase R$ 3 mil  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Cadelinha morre de tanta tristeza após ser abandonada por seu tutor em aeroporto

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 nov 2017 - 9:28

Nós ficamos completamente arrasados e de coração partido quando acontece algo com nossos animais de estimação. A morte dos nossos amigos peludos é uma dor enorme e o mesmo acontece se eles fogem e se perdem, casos que nos trazem muita preocupação sobre como eles estão longe de nós.

Para os cães, a dor da morte de seus tutores também é muito grande, perdendo apenas para o sofrimento do abandono, que os enche de uma enorme tristeza.

Foi o que aconteceu com uma cadelinha que recebeu o nome de Nube Viajera dos veterinários que fizeram seu tratamento.

Nube Viajera foi encontrada vagando pelo aeroporto de Palonegro, na Colômbia. De acordo com testemunhas e funcionários do aeroporto, a cadelinha passou cerca de um mês sem sair de dentro do aeroporto e sempre cheirando a todos que ela encontrava.

Mesmo recebendo os cuidados necessários, a tristeza consumiu a cadelinha e ela acabou falecendo. (Foto: Reprodução / The Telegraph UK / CEN)

A suspeita é que o tutor da cadela tenha abandonado o animal no aeroporto e que ela não saiu de lá na esperança de que sua família voltasse para buscá-la.

Ainda segundo os funcionários do local, tanto muitos deles quanto vários passageiros ofereceram comida ao animal, mas ele sempre se recusou a comer, tamanha era a sua tristeza.

A cadela foi resgatada depois que uma ONG foi informada do caso. Assim, Nube Viajera foi retirada do aeroporto e levada para receber cuidados médicos, já que ela estava extremamente desnutrida e cada vez mais fraca.

Porém, a tristeza da cadelinha não teve fim ao ser levada para receber cuidados. De acordo com os médicos veterinários que cuidaram de Nube Viajera, ela continuou se recusando a comer e, mesmo recebendo alimentos e remédios por meio de injeção intravenosa, sua saúde não melhorou e ela foi ficando cada vez mais triste, entrando em uma depressão que acabou levando a cadelinha à morte.

É preciso que todos aqueles pensam em levar um animal para casa entendam que esses bichinhos se apegam tanto aos seus humanos, que ser abandonado por aqueles que o pet mais ama pode afetar de uma forma muito forte a vida desses animais, como foi o caso da cadelinha Nube Viajera, que acabou falecendo após ser abandonada.

Fonte: The Telegraph UK

Evelyn Regly adota cãozinho SRD do Instituto Luisa Mell

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 nov 2017 - 18:32

Grande sucesso nas redes sociais e no YouTube, onde conta com mais de três milhões de seguidores, a blogueira e youtuber Evelyn Regly acabou de passar por um momento muito difícil em sua vida.

Junto da alegria de se mudar para uma casa nova grande e espaçosa, seu sonho junto com o marido, Evelyn teve a tristeza de perder o seu cachorrinho de estimação e melhor amigo Bidu.

Eu só queria agradecer a todas as mensagens e orações. Tenho certeza que Deus ouviu cada um de vcs. Estava indo pra São Paulo hoje, antes de ir pro aeroporto, fui visitar meu Bidu no hospital, senti a patinha dele gelada e ele mesmo com os olhos abertos, parecia se despedir de mim…. mas eu não queria acreditar naquilo. Beijei ele, fiz carinho na sua barriguinha e disse pra ele que Deus tava cuidando dele. A última semana foi tão difícil pra nós… difícil acordar e não ter ele indo atrás de nós no banheiro, sua caminha vazia, sem ele latir pedindo biscoito de maisena que ele adorava… a casa parecia estar com um vazio sem fim. Ficamos sem força pra trabalhar, pra fazer a mudança pra casa nova… nada tinha graça e não tinha mesmo. Cadê ele no meio das caixas fazendo bagunça?! Pedindo pra ir na rua?! 😔 Hoje ele nos deixou…. Fizemos tudo que podíamos por ele, e ele sentiu tanto isso, que lutou até o fim… foi um velhinho guerreiro, mas agora se foi. Viveu com a gente tantos anos, viu a gente namorar, noivar e casar. Ele esteve nos melhores e nos piores momentos das nossas vidas. Nós vamos levar ele pra sempre nos nossos corações. Filho, descansa em paz! Mamãe te ama e vai te amar pra sempre! Meu bafinho❤️🐶😔#Biduzi 2002 ✝️ 2017

A post shared by Evelyn Regly (@evelynregly) on

O cãozinho, que já tinha 15 anos e estava bastante velhinho, acabou ficando doente por conta do peso da idade e faleceu, após ficar internado e lutar bastante pela vida.

Porém, cerca de cinco dias depois do falecimento de Bidu, um novo membro chegou para animar a nova casa da família, o cachorrinho vira-lata Pernalonga.

Pernalonga foi adotado há cerca de um mês atrás, quando Evelyn foi visitar o Instituto Luisa Mell para gravar um vídeo e ajudar o local, divulgando o trabalho que a ativista animal Luisa Mell faz.

Cheguei xentiiiii!!!!! Êêê 👏🏻👏🏻👏🏻 Pra quem não me conhece, eu sou o Pernalonga. Fui resgatado junto com a minha mãe e meus irmãos pelo @institutoluisamell 🐾 minha mãe foi no instituto há um mês atrás e ela nem foi pra me adotar, mas eu não quis nem saber, eu que adotei ela. 😇 Ela não resistiu ao meu charme 😬 Eu não pude ir com ela no mesmo dia, pq eu tinha que castrar e tomar umas vacinas, mas depois o @institutoluisamell é tão bacana que cuidou tudo disso pra mim e ontem eu fiz a minha primeira viagem de avião. Fui pra minha casa nova e virei carioca cara, tá pensando o que mermão?! Kkkk ontem quando cheguei tudo era novo pra mim… me deparei com um negocio escrito meu nome, mas fiquei com medo daquilo. Depois minha Mãe subiu nela e me ensinou que era pra eu dormir. Se chama cama cara!!!! Eu ameiiiiii!!!!! 🤗 Nem chorei sabia? Eu sempre quis ter um lar. Dormi a noite toda, mas acordei minha mãe 5:59, pq eu tava apertado pra fazer xixi. Ela me soltou no quintal e eu abri a torneira naquele mato kkkkkk Ganhei uns negócios pra eu comer da amiga da minha mãe do @petdobred, ela disse que é brinquedo. Pq eu quis comer uns chinelos que eu vi no chão 🙄 agora já sei que não pode… mas dá mole não hein gente… aquelas havaianas são tentadoras kkkkkkk Espero que meus amigos do Instituto possam ter a sorte que eu tive. Conta pra todo mundo aí que meus amigos ficaram lá no @institutoluisamell esperando pra ter um lar também. Eles fazem feira de adoção sempre. Não gasta dinheiro não cara, adote um dos meus amigos pra gente ficar feliz. 💙#PernalongaRegly

A post shared by Evelyn Regly (@evelynregly) on

Porém, como na época a blogueira ainda estava em um apartamento pequeno esperando a casa ficar pronta e o cãozinho ainda precisava tomar algumas vacinas e ser castrado antes de ser liberado, Evelyn preferiu esperar se mudar para depois buscar o Pernalonga para o animal passar a viver de vez com sua família.

Finalmente esse dia chegou e a youtuber voou até São Paulo, no dia 17 de novembro, especialmente para buscar o cãozinho, que se adaptou muito bem na casa nova, descansou bastante para repor as energias e já começou a brincar e se soltar.

(Vídeo: Reprodução / YouTube Evelyn Regly)

Nós ficamos muito felizes que o Pernalonga chegou para encher o novo lar da família de felicidade e afastar a tristeza.