Coprofagia em cachorros

Conheça as possíveis causas de alguns cães comerem fezes e como tratar esse desvio de comportamento

por George Augusto — publicado 5 mar 2014 - 22:34

O nome Coprofagia tem origem grega e significa comer fezes, copro “fezes” e “fagia” comer. Esse desvio de comportamento é bastante comum entre os animais, principalmente nos cães. Muitos proprietários tem uma ideia bastante deturpada, pensando, que essa ação se dá devido a deficiência nutricional do animal quando na verdade isso não passa de uma lenda urbana.

coprofagia-cachorros

Coprofagia em cachorros. Foto: Reprodução

Causas da coprofagia

Estudiosos afirmam que em muitos casos da coprofagia canina é devido a algum distúrbio no pâncreas, ou até mesmo, uma suposta presença de verminose no animal. Nesse caso, é importante que um médico veterinário avalie o cão. Um ponto também que deve ser considerado de grande importância é que em alguns casos, os tutores são demasiadamente rígidos ao ensinar ao animal o local correto onde defecar, levando assim, o mesmo a comer as fezes, na esperança de esconder e não ser castigado por seu dono.

A coprofagia dependendo da ocasião pode ser um ato normal. As cadelas comem as fezes dos seus filhotes, para que os predadores não cheguem até o ninho através do cheiro e também para que os animais não fiquem expostos a sujeira.

 

Tratando a coprofagia

O tratamento para esse desvio de conduto que o animal apresenta deve ser feito de forma gradual. Requer paciência por parte do proprietário do animal para que essa prática seja aos poucos abolida dos hábitos do pet.

Muitos profissionais indicam como forma de sessar esse hábito que assim que o animal defecar, o tutor jogue sobre as fezes alguma substância que solte um sabor desagradável ao ser consumida, como a pimenta, o alho e etc. Também é indicado que o proprietário ofereça brinquedos ao animal, fazendo com que o mesmo se distraia, mudando o foco de interesse. Hoje no mercado pet, existem produtos industrializados próprios para o combate da coprofagia.

Alguns casos de coprofagia ocorrem devido ao estresse do animal. Muitos animais que são presos por correntes por longo tempo e sem a oferta de alimento apresentam esse desvio de comportamento. Nesse caso, é indicado que o animal fique solto quando possível. O alimento também é muito importante pois ao dar o sentimento de saciedade evita que o animal procure as fezes.

É de suma importância que o proprietário não permita o cão se alimentar das próprias fezes, ou fezes de outros animais. Pois é através das fezes que muitos parasitas endógenos se disseminam para outros hospedeiros. Ao ingerir o bolo fecal, o animal está introduzindo ao seu organismo milhões de ovos de parasitas, que em um curto espaço de tempo estarão prejudicando a sua saúde.

Jamais castigue seu cão caso ele apresente esse comportamento. Procure sempre a opinião de um profissional da área. Essa prática que é comum entre os animais em geral, tem como ser revertida. Evite se consultar com balconistas de pet shop, pois um medicamento ou produto, pode ser tóxico ou causar alergias em seu animal. O indicado é que o pet seja examinado e medicado (se necessário), por um médico veterinário.

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: george_medvet@hotmail.com

Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 18:50

Para comemorar o aniversário de quatro anos de sua filha com kanye West, Kim Kardashian deu para a pequena North West um filhote de cachorro como presente.

Kim apresentou o pequeno cachorro em suas redes sociais, mas não deu grandes detalhes.

O filhote parece ser da raça Lulu da Pomerânia, também conhecida por Spitz Alemão. Alguns sites internacionais especulam que o cão seja um Teacup Lulu Da Pomeranian, tamanho maior e que apresentaria menos problemas de saúde do que o micro.

 » Read more about: Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha  »

Casal que mantinha 170 cães em péssimas condições é proibido de ter animais

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 9:33

Nos Estados Unidos, um casal foi condenado por maus-tratos a animais por manterem cerca de 170 cachorros em péssimas condições. Mark Vattimo, de 72 anos, e Christine Calvert, de 62, se declararam culpados por negligenciarem os cachorros, todos da raça Yorkshire Terrier.

Em janeiro deste ano, 2017, dezenas de cachorros foram encontrados em uma sala escura. A situação era terrível. Os animais estavam vivendo em meio a muita sujeira e com urina cobrindo o chão e até paredes.

 » Read more about: Casal que mantinha 170 cães em péssimas condições é proibido de ter animais  »

Cães treinados trabalharam no processo de buscas após incêndio da Grenfell Tower, em Londres

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 jun 2017 - 18:15

Na madrugada do dia 14 de junho, um grande e trágico incêndio tomou conta de um prédio residencial de 24 andares localizado em Londres, o Grenfell Tower, e causou a morte de mais de 70 pessoas.

Bombeiros e policiais começaram a trabalhar o mais rápido possível para apagar o fogo e começar as buscas por sobreviventes. E foi aí que começou a participação de cães de serviço.

Cachorros especialmente treinados ajudaram no lento e meticuloso processo de busca.

 » Read more about: Cães treinados trabalharam no processo de buscas após incêndio da Grenfell Tower, em Londres  »

deixe seu comentário:

Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 18:50

Para comemorar o aniversário de quatro anos de sua filha com kanye West, Kim Kardashian deu para a pequena North West um filhote de cachorro como presente.

Kim apresentou o pequeno cachorro em suas redes sociais, mas não deu grandes detalhes.

Kim Kardashian deu um fofo cachorrinho de presente para a sua filha. (Foto: Reprodução / Instagram @kimkardashian)

O filhote parece ser da raça Lulu da Pomerânia, também conhecida por Spitz Alemão. Alguns sites internacionais especulam que o cão seja um Teacup Lulu Da Pomeranian, tamanho maior e que apresentaria menos problemas de saúde do que o micro.

O que também se sabe é que Penélope, filha de Kourtney Kardashian e sobrinha de Kim, também ganhou um filhote igual ao da prima North.

Ao mostrar o pequeno filhote para seus fãs pela primeira vez, Kim só contou que o animal era da sua filha e que ele ainda não tinha nome.

Kim apresentou o filhote para seus fãs através das redes sociais. (Foto: Reprodução / Daily Mail UK / Kim Kardashian Snapchat)

“Gente, quão fofo é o cachorrinho de Northie?”, perguntou Kim para os seus seguidores do Snapchat. Ainda em um vídeo publicado na rede social, Kim olha para o fofo filhote e pergunta: “Como devemos chamar você?”.

Em seu perfil oficial no Instagram, a esposa de kanye West contou que sua sobrinha já escolheu o nome do seu cachorrinho, que agora se chama Honey e perguntou para os seus seguidores: “Como deveremos chamar o nosso?”.

North West e sua prima Penélope ganharam cachorrinhos iguais.
(Foto: Reprodução / Instagram @kimkardashian)

O que sabemos de fato até agora é que ambos os filhotes são muito lindos e fofinhos e esperamos que eles sejam sempre muito bem cuidados.

Fonte: TMZ / Daily Mail UK

Casal que mantinha 170 cães em péssimas condições é proibido de ter animais

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 9:33

Nos Estados Unidos, um casal foi condenado por maus-tratos a animais por manterem cerca de 170 cachorros em péssimas condições. Mark Vattimo, de 72 anos, e Christine Calvert, de 62, se declararam culpados por negligenciarem os cachorros, todos da raça Yorkshire Terrier.

Em janeiro deste ano, 2017, dezenas de cachorros foram encontrados em uma sala escura. A situação era terrível. Os animais estavam vivendo em meio a muita sujeira e com urina cobrindo o chão e até paredes. Os policiais precisaram usar máscaras para conseguirem entrar no local.

Os cães foram encontrados em péssimas condições, vivendo em meio a muita sujeira e doentes. (Foto: Reprodução / UOL / San Diego Humane Society)

Além da visível negligência em relação à higiene do local e dos animais, a saúde dos cães também não estava recebendo a atenção necessária. Vários cachorros estavam com infecções e apresentando perda de pelo.

Após ser identificado, o casal foi encontrado com mais 31 cachorros. Algumas semanas depois, a mulher foi presa em Nevada. Ela estava em um motorhome (também conhecido como trailer) com mais 46 cães.

No total, foram resgatados cerca de 170 cães que estavam sob a responsabilidade e posse do casal. Algumas cadelas estavam grávidas e tiveram seus bebês já em um lugar melhor.

Os oficiais precisaram usar máscaras para conseguirem entrar onde os cães estavam. (Foto: Reprodução / UOL / San Diego Humane Society)

O casal se declarou culpado e foi condenado. Mark Vattimo e Christine Calvert estão proibidos de ter qualquer animal por pelo menos uma década e terão de encarar três anos de pena em liberdade condicional.

Fonte: UOL