Displasia Coxofemural

A Displasia Coxofemural é a má formação da articulação que liga o osso coxal ao osso fêmur, ocasionando dores muito fortes no pet.

por George Augusto — publicado 15 abr 2014 - 2:43

A displasia coxofemoral, ou  conhecida popularmente por “descadeiramento”, é uma doença que acomete, principalmente, cães que andam diariamente em piso liso. Essa enfermidade é hereditária, ou seja, pode passar para os descendentes, sendo os cães de porte grande e gigante os mais acometidos. Temos como exemplos os cães pastores alemães, filas brasileiros, rottweiler, labrador retriever, golden retriever, entre tantos outros. A displasia coxofemoral é a má formação da articulação que liga o osso coxal ao osso fêmur, ocasionando dores muito fortes no pet.

 

Displasia Coxofemural em cães. Montagem: Portal do Dog.

Displasia Coxofemural em cães. Montagem: Portal do Dog.

 

Principais causas da Displasia Coxofemural

Displasia Coxofemural em cães. Foto: Reprodução

Displasia Coxofemural em cães. Foto: Reprodução

Podemos citar inúmeras causas que influenciam no aparecimento dessa moléstia, porém as principais observadas, são:

– Primeiramente, o piso  em que os animais permanecem o dia inteiro. Isso é um ponto muito importante, pois em pisos escorregadios, os cães tendem a “patinar” com os membros posteriores, acarretando uma sobrecarga na articulação.

– Outro ponto bastante importante é a questão da obesidade. Animais muito acima do peso, tendem a sobrecarregar os membros, sendo isso péssimo para as articulações. A nutrição e o desenvolvimento rápido também são de suma importância, pois influenciam no crescimento e na formação óssea.

 

Sinais clínicos da Displasia Coxofemural

Os principais sinais clínicos aparecem no animal por volta dos 5 meses até 1 ano de vida . Em animais que possuem displasia coxofemoral, é comum encontrarmos sintomatologias, como:

– O cão sente dificuldade de andar, subir escadarias, se apoiar só com os membros posteriores e correr;

– Ocorre a manqueira;

– O quadril apresenta um nível visivelmente mais baixo que o anterior, o pet tende a sentir bastante dor; e em casos mais graves, prostração do mesmo.

 

Diagnóstico da Displasia Coxofemural

O diagnóstico só pode ser feito por um médico veterinário. Baseia-se no exame clínico do animal, sendo avaliados os sinais clínicos que o animal apresenta. Para a confirmação do diagnóstico, normalmente é feito um raio X do animal. É importante que o animal seja levado imediatamente a um profissional, tão logo se perceba alguma alteração.

 

Tratamento da Displasia Coxofemural

O tratamento consiste em terapia medicamentosa escolhida pelo profissional. Normalmente os profissionais indicam uma fisioterapia e um manejo diferenciado do animal. Em casos mais graves, a intervenção cirúrgica é a opção mais eleita, sendo feita a retirada da cabeça do fêmur e posta no lugar uma prótese, deixando assim o animal livre de dores e desconforto.

 

Prevenção da Displasia Coxofemural

Displasia Coxofemural em cães. Foto: Reprodução

Displasia Coxofemural em cães. Foto: Reprodução

A prevenção consiste num manejo correto do animal, procurando não permitir o aumento do seu peso, além de introduzir a prática de exercícios que não sobrecarreguem as articulações. É também interessante atentar para a colocação de pisos que não sejam escorregadios. É importante que diante de qualquer anormalidade no animal, o mesmo seja levado a um profissional para uma avaliação. Animais com displasia coxofemoral levam uma vida relativamente normal, apenas não sendo indicada a sobrecarga nas articulações do pet. Quando o cão é portador  da displasia, não é aconselhável ser posto para a reprodução, pois, como dito anteriormente, é uma doença hereditária. É importante que na hora da compra de um animal de pedigree, o tutor seja informado se há relatos de pais, avós ou ancestrais com a moléstia. Mas, lembre-se: não é porque o animal porta a doença que será considerado inválido. Ele poderá viver normalmente e desempenhar funções rotineiras de forma satisfatória.

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: [email protected]

Rottweiler salva vida de menino que teve uma convulsão durante a madrugada

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 jul 2017 - 9:48

Apesar de ser tachado como uma raça violenta e perigosa, um Rottweiler foi o responsável por ajudar um menino com autismo e depois a salvar a sua vida.

Enzo é um menino de seis anos que tem autismo. Ele e sua família vivem em Ibaté, São Paulo. Quando a criança fez dois anos de idade, os pais levaram para casa um cão da raça Rottweiler. Quiron era um ano mais novo que Enzo e,

 » Read more about: Rottweiler salva vida de menino que teve uma convulsão durante a madrugada  »

Com o dia dos pais chegando, confira as melhores dicas de presentes para os papais de cachorro

por Samantha Kelly — publicado 20 jul 2017 - 19:12

Dia dos pais tem que incluir os papais de cachorro. Pensando nisso, a Doguim, loja do Portal do Dog especializada em apaixonados por animais, oferece uma série de produtos lindos e cheios de design desenvolvidos para pais de peludo.

Com a proximidade do dia 13 de agosto, nós listamos as melhores dicas de presentes para os super pais apaixonados por seus filhos de quatro patas.

Não deixe para última hora para garantir o presente perfeito para os papais de cachorro.

 » Read more about: Com o dia dos pais chegando, confira as melhores dicas de presentes para os papais de cachorro  »

Apesar da falta de recursos financeiros, morador de rua não abandonou seu amigo peludo

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 jul 2017 - 18:30

Gilberto é um homem bem simples e que vive nas ruas. Ele não tem recursos financeiros nem para si mesmo, mas cuida com todo amor e carinho do seu cachorro, um fofo SRD que vive com ele.

Um dia, andando pelas ruas, Gilberto estava atravessando a rua com o cão, quando de repente, por algum motivo, o cão quis voltar no meio do caminho. Nesse momento, um carro atropelou o cachorrinho, que sofreu um machucado bem grave em uma das patas.

 » Read more about: Apesar da falta de recursos financeiros, morador de rua não abandonou seu amigo peludo  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Rottweiler salva vida de menino que teve uma convulsão durante a madrugada

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 jul 2017 - 9:48

Apesar de ser tachado como uma raça violenta e perigosa, um Rottweiler foi o responsável por ajudar um menino com autismo e depois a salvar a sua vida.

Enzo é um menino de seis anos que tem autismo. Ele e sua família vivem em Ibaté, São Paulo. Quando a criança fez dois anos de idade, os pais levaram para casa um cão da raça Rottweiler. Quiron era um ano mais novo que Enzo e, apesar do receio por conta do que as pessoas falavam em relação à raça do cachorro, ele e a criança se deram muito bem rapidamente.

Enzo e Quiron são amigos há quatro anos. (Foto: Reprodução / G1 / Rhozana Diniz Menzani)

O cachorro chegou na casa da família pouco tempo depois que Enzo tinha sido diagnosticado com autismo. De acordo com os pais do menino, o cachorro o ajudou bastante, principalmente na socialização da criança. “Foi a melhor coisa que a gente fez, porque eles se tornaram melhores amigos e se deram superbem e ajudou muito na socialização do Enzo, desde pequeno”, contou Rhozana Diniz Menzani, mãe do Enzo, para a EPTV.

Um tempo depois, o menino foi diagnosticado também com adrenoleucodistrofia, uma doença rara e degenerativa que evolui naturalmente. “A síndrome destrói a capa da mielina, que faz a ligação entre os neurônios. Então, aos poucos a doença compromete os sentidos e movimentos dele. Agora ele já está sem visão e também já não caminha mais”, explicou o pai de Enzo, Nino Menzani.

Há pouco tempo, o cachorrão Quiron, hoje com cinco anos de idade, provou para a família que chegou para proteger não só a casa, mas também o seu melhor amigo Enzo.

O cão ajudou bastante na socialização do menino, que tem autismo. (Foto: Reprodução / G1 / Felipe Lazzarotto/ EPTV)

No meio de uma madrugada, o cão começou a fazer muito barulho na janela do quarto dos pais do menino. Rhozana se assustou e se levantou para ver o que tinha acontecido com o animal. Nesse momento ela passou pelo quarto do filho, onde escutou um barulho também estanho.

Ao entrar, ela viu que seu filho estava tento uma convulsão, coisa que nunca tinha acontecido com ele. Quando Quiron começou agir de forma desesperada, pensei: ‘será que ele está passando mal?’ Porque ele teve dor de ouvido recente, porém já estava bem. Na dúvida, saí correndo do quarto para ver o que estava acontecendo e foi quando vi meu filho tendo uma convulsão. Ele e meu filho estavam fazendo o mesmo barulho, como se estivessem urrando”, explicou a mulher.

Rhozana, que é técnica de enfermagem, imediatamente pegou o seu filho no colo. Ao perceber que ele tinha parado de respirar, a mulher o colocou de volta na cama, fez massagem e respiração boca a boca. O menino voltou a respirar e foi levado para um hospital.

O cão também salvou a vida de Enzo ao perceber que ele não estava bem e acordar seus pais. (Foto: Reprodução / G1 / Felipe Lazzarotto/ EPTV)

O menino fez exames e hoje se recupera bem em casa. Para os pais, Enzo só está vivo graças ao cachorro. Foi graças ao Quiron que eu consegui socorrer meu filho, até porque eu não esperava que isso fosse acontecer. Se não fosse ele, meu filho não estaria mais aqui. Quiron é um anjo da guarda”, disse a mamãe Rhozana.

Fonte: G1

Com o dia dos pais chegando, confira as melhores dicas de presentes para os papais de cachorro

por Samantha Kelly — publicado 20 jul 2017 - 19:12

Dia dos pais tem que incluir os papais de cachorro. Pensando nisso, a Doguim, loja do Portal do Dog especializada em apaixonados por animais, oferece uma série de produtos lindos e cheios de design desenvolvidos para pais de peludo.

Com a proximidade do dia 13 de agosto, nós listamos as melhores dicas de presentes para os super pais apaixonados por seus filhos de quatro patas.

Não deixe para última hora para garantir o presente perfeito para os papais de cachorro. Acesse a Doguim aqui e confira todos os nossos produtos.

 

1) Pais de cachorro (coleção família)

Nossa super coleção ”Família Pet” focada nos pais de cachorro permite que os tutores possam personalizar completamente os produtos, com ilustrações caninas lindas e exclusivas.

Dentre as opções de personalização estão mais de 70 raças caninas (incluindo 8 variações para os queridos vira-latas), até 5 raças por produto com inclusão do nome do pet e 6 cores de fundos (verde, azul, roxo, salmão, rosa e amarelo).

Clique aqui para conferir as canecas, squeezes, almofadas e canecas de chopp disponíveis.

 

2) Lançamento Canecas de Chopp

Temos uma série de opções, fresquinhas para o dias dos pais, com temas divertidos e carinhosos, especialmente para os papais que curtem uma gelada.

Clique aqui para conferir todas as canecas de chopp.

 

3) Fotos e ilustrações personalizadas

Como qualquer apaixonado por pet, nós queremos a fotinho dos nossos filhos em tudo. Na Doguim você pode ter a foto do seu pet personalizada com ilustrações especiais.

Clique aqui para conferir as ilustrações disponíveis.