Dr. Aubrey Lavizzo demonstra como injetar insulina do seu cão diabético

por Fabio Sakita — publicado 30 nov 2012 - 8:17

 

Já demos dicas para lidar com a insulina de cachorros diabéticos, e no vídeo (audio em inglês) que separamos, você confere o Dr. Aubrey Lavizzo, com o auxílio de sua assistente Cole Severson, aplicando uma injeção de insulina na cachorrinha Vegas e explicando alguns passos básicos para esse processo.

1: Importante manter a insulina mantida em um refrigerador e lidar com o conteúdo com cuidado.

2: Ter separado uma injeção descartável e a insulina (cheque com seu veterinário se o seu protocolo de injeção inclui esterilizar a pele do cão antes do procedimento). Geralmente os veterinários indicam que o cachorro se alimente logo antes da injeção.

3: Quando você tirar a insulina do refrigerador, vire o frasco gentilmente com a mão, não balance nem sacuda.

4: Segure o frasco de cabeça para baixo, insira a seringa e puxe a insulina até atingir a quantidade prescrita.

5: Pegue a pele solta entre as omoplatas.

6: Injete a insulina rapidamente e firmemente na pele.

7: Se mais de uma pessoa na sua casa realizar o procedimento, mantenha uma agenda, para que todos saibam se naquele dia o cachorro já tomou ou não a dose de insulina. A agenda também é interessante para monitorar a doença.

8: Se você está se perguntando se o seu cão já tomou ou não a dose de insulina, é melhor pular e dar só a próxima dose do que arriscar uma overdose.

9: Agulhas descartáveis devem ser usadas apenas uma vez.

10: Um diagnóstico de diabetes não significa uma sentença de morte. Diabetes pode ser controlada e o seu cão pode viver ainda muitos anos.

 

Após ser filmada jogando cachorro em bueiro e vídeo viralizar na internet, mulher se diz arrependida

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jan 2018 - 9:30

Nos últimos dias, um vídeo revoltante viralizou na internet e deixou os amantes de cachorros e protetores animais chocados com as cenas. As imagens mostram uma mulher jovem carregando um cãozinho pelo pescoço e em seguida jogando o animal dentro de um bueiro.

A agressão ao animal aconteceu em Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal, e foi realizada por Juliana Oliveira Soares, uma estudante de 21 anos que foi localizada pela Polícia Civil e já prestou depoimento,

 » Read more about: Após ser filmada jogando cachorro em bueiro e vídeo viralizar na internet, mulher se diz arrependida  »

Para viajar na cabine dos aviões da Delta, cachorros deverão comprovar que são bem comportados

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 jan 2018 - 18:36

A companhia aérea Delta Airlines informou que a partir de 1º de março, algumas normas irão mudar para que alguns animais possam voar na cabine de suas aeronaves junto dos tutores.

Em anuncio feito na última sexta-feira, dia 19 de janeiro, a empresa vai exigir dos tutores, além de toda a documentação que já é exigida atualmente, algumas garantias extras de que o animal é capaz de se comportar dentro da cabine do avião durante todo o tempo de voo.

 » Read more about: Para viajar na cabine dos aviões da Delta, cachorros deverão comprovar que são bem comportados  »

Pequeno gatinho ajuda cachorro a superar dor após perder seu melhor amigo

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 jan 2018 - 9:30

Nós sempre falamos das diversas formas como os cães podem ajudar a nós e a outros animais. Porém, às vezes são eles que precisam de ajuda, como aconteceu com Forsberg quando ele perdeu o seu melhor amigo.

Forsberg, um cachorro da raça Golden Retriever, era muito apegado ao gato Ginger. Eles eram melhores amigos, faziam tudo juntos e eram muito felizes com a amizade que tinham.

Porém, depois de oito anos e meio de uma linda amizade,

 » Read more about: Pequeno gatinho ajuda cachorro a superar dor após perder seu melhor amigo  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Após ser filmada jogando cachorro em bueiro e vídeo viralizar na internet, mulher se diz arrependida

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jan 2018 - 9:30

Nos últimos dias, um vídeo revoltante viralizou na internet e deixou os amantes de cachorros e protetores animais chocados com as cenas. As imagens mostram uma mulher jovem carregando um cãozinho pelo pescoço e em seguida jogando o animal dentro de um bueiro.

A agressão ao animal aconteceu em Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal, e foi realizada por Juliana Oliveira Soares, uma estudante de 21 anos que foi localizada pela Polícia Civil e já prestou depoimento, onde afirmou que está arrependida da violência contra o cão.

Mulher foi filmada jogando seu cachorrinho dentro de um bueiro. (Foto: Reprodução / TV Anhanguera)

De acordo com Juliana, ela ficou com raiva depois de ver que o animal tinha mordido sua filha, de um ano e três meses de idade. “Ele mordeu a minha filha e foi um instinto materno. Inclusive ela está com marcas que o cachorro fez. Foi por isso, mas eu me arrependo sim, me arrependo. Eu sei que foi desproporcional eu ter feito isso. Mas, foi na hora da raiva, na hora que eu a vi no chão, chorando e eu fui pegar ele e ele estava rosnando para ela, acabei fazendo isso”, disse a estudante em entrevista à TV Anhanguera.

O cachorro, que Juliana afirmou ter recebido de presente no dia 13 de janeiro, foi rapidamente resgatado por agentes da Guarda Civil Municipal de Novo Gama graças a um morador da região que viu tudo e pediu ajuda.

De acordo com os agentes, o animal não estava machucado e foi entregue para um vizinho de Juliana. “Nós mesmos que resgatamos o cachorro. Não foi difícil, o bueiro não era muito fundo. Um vizinho viu e quis ficar com ele. Prometeu cuidar bem do animal, então entregamos o cachorro a ele”, contou Iran Silva, comandante da Guarda Civil Municipal de Novo Gama, ao G1.

O animal foi resgatado sem machucados e está em um novo lar. (Foto: Reprodução / G1 / TV Anhanguera)

Depois de ser localizada, Juliana foi levada para o Centro Integrado de Operação de Segurança (Ciops) da cidade e assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por maus-tratos a animais.

Ela foi liberada e deve ser acusada pelo crime de maus-tratos a animais.

Fonte: G1

Para viajar na cabine dos aviões da Delta, cachorros deverão comprovar que são bem comportados

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 jan 2018 - 18:36

A companhia aérea Delta Airlines informou que a partir de 1º de março, algumas normas irão mudar para que alguns animais possam voar na cabine de suas aeronaves junto dos tutores.

Em anuncio feito na última sexta-feira, dia 19 de janeiro, a empresa vai exigir dos tutores, além de toda a documentação que já é exigida atualmente, algumas garantias extras de que o animal é capaz de se comportar dentro da cabine do avião durante todo o tempo de voo.

Os tutores deverão assinar uma declaração afirmando que o animal sabe se comportar. (Foto: Reprodução / The Vacation Times)

Entre essas exigências estão provas de saúde ou vacinação pelo menos 48 horas antes do voo.

De acordo com a companhia aérea, essas medidas foram tomadas para que a segurança de todos durante os voos seja ainda maior.

O motivo que levou a Delta a tomar essas medidas foi o aumento no número de reclamações de animais que, além de urinar e defecar no avião, mordem outros passageiros, como o caso que aconteceu em junho do ano passado, onde um passageiro foi mordido diversas vezes no rosto pelo cachorro de outra pessoa e precisou ir para o hospital.

Essas exigências valem, principalmente, para animais de serviço, que viajam fora das gaiolas, como cães-guia, que ajudam pessoas algum tipo de limitação, e animais de apoio emocional, que muitas vezes não são treinados. Nestes casos os tutores deverão assinar uma declaração afirmando que o animal sabe se comportar.

As novas exigências valem, principalmente, para animais de serviço. (Foto: Reprodução / The Vacation Times)

Para os animais que viajam em gaiolas nada muda.

De acordo com John Laughter, vice-presidente sênior de segurança da Delta, a empresa está buscando um equilíbrio entre “a necessidade legítima dos passageiros de terem esses animais” e a segurança durante os voos.

Fonte: O Globo