Fenda Palatina em cães

uma das principais causas para que haja o aparecimento dessa anormalidade genética é a consangüinidade

por George Augusto — publicado 25 dez 2014 - 21:42

A maioria das pessoas já ouviu falar em fenda palatina, principalmente pelo o nome popular, pela qual é conhecida: “Goela de lobo”. Essa anormalidade é percebida principalmente quando o cão é filhote, pois no momento de mamar sempre apresenta um quadro de engasgo. A fenda palatina pode afetar o palato duro, popularmente chamado de “céu da boca” ou o palato mole (continuação do palato duro), fazendo com que haja uma ligação da boca com a região nasal. Além da fenda palatina, existem animais que apresentam as fendas labiais, conhecidas como lábio leporino, porém não é obrigatório que elas ocorram simultaneamente. Por causa da pouca informação das maiorias dos tutores, muitos filhotes de cães que apresentam a fenda palatina chegam a adoecer de pneumonia, devido ao o leite ir diretamente para o pulmão.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A causa do aparecimento da fenda palatina em cães é de origem congênita, ou seja, o animal já a apresenta no nascimento. Estudiosos afirmam que uma das principais causas para que haja o aparecimento dessa anormalidade genética é a consangüinidade. Isso ocorre principalmente em cães de raça, quando o tutor cruza animais que sejam da mesma família.

Os sinais clínicos da fenda palatina são bem clássicos e de fácil visualização. Normalmente são percebidos nos primeiros dias de vida do filhote, quando o mesmo chega a apresentar a seguinte sintomatologia clínica:

– O filhote toda vez, no momento da amamentação, apresenta engasgos;

– O tutor ao abrir a boca do animal, observará uma fissura no céu da boca do animal, podendo ela ser ela bem estreita ou bem larga;

– Pode ser observado um pouco de leite sair pelo nariz.

O pet depois de poucos dias pode apresentar sinais de pneumonia, tais como:

– Febre;

– Anorexia (não se alimenta mais);

– Dificuldade respiratória;

– Prostração;

– Coma e morte na maioria dos casos, já que acomete principalmente cães recém-nascidos.

O diagnóstico final deve ser feito unicamente por um profissional médico veterinário. É importante que o tutor examine o cão em casa, a fim de se observar alguma anormalidade no palato do animal. Em muitos casos, como dito anteriormente, o animal apresenta pneumonia por aspiração, sendo necessário que o médico veterinário faça a auscultação pulmonar, e se achar necessário, um raio-X.

O tratamento para a fenda palatina é unicamente cirúrgico. A cirurgia normalmente é feita quando o animal alcança uma idade segura para ser exposto à uma anestesia. Isso quem determinará é o médico veterinário que estará à frente do caso. Antes mesmo da intervenção cirúrgica, deve fazer o tratamento da pneumonia aspirativa, caso exista. Normalmente são feitas terapias medicamentosas para o quadro ser revertido.

A prevenção deve ser feita pelo tutor ou pelo médico veterinário quando o animal nascer. Deve ser avaliado todo o palato do animal, a fim de se detectar qualquer anormalidade. É importante que isso seja feito, pois assim evita que o tutor perca o filhote por conta das conseqüências advindas desta má formação.

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: [email protected]

Juíza solta cachorro durante julgamento para descobrir quem é o tutor em disputa e a reação do pet não deixa dúvidas

por Samantha Kelly — publicado 16 ago 2017 - 14:39

De um lado da disputa que decidiria o destino do cãozinho Baby Boy, uma mulher insistia que havia comprado o cachorro legalmente de alguém que o vendeu na rua. Do outro lado um indivíduo que garantia que era o dono do pet antes da venda e que ele teria sido vendido sem a sua autorização.

Para resolver de uma vez por todas a disputa, a juíza Judy, uma verdadeira celebridade nos Estados Unidos, resolveu deixar que o próprio pet dissesse,

 » Read more about: Juíza solta cachorro durante julgamento para descobrir quem é o tutor em disputa e a reação do pet não deixa dúvidas  »

Cachorros resgatados juntos das ruas encontram um lar e não vão precisar se separar

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 ago 2017 - 9:16

Os cachorros Hansel e Gretel viviam juntos pelas ruas e foram resgatados também juntos. No local eles sempre ficavam pertinho um do outro e, apesar de cada um ter a sua caminha, eles só dormiam bem juntinhos e aconchegados.

Sempre vistos juntos pelas ruas, os cães, que são provavelmente irmãos, foram resgatados por Rick Tunison, o gerente de um canil em Youngstown, Ohio, nos Estados Unidos. Eles já estavam nas ruas há bastante tempo e foram difíceis de resgatar.

 » Read more about: Cachorros resgatados juntos das ruas encontram um lar e não vão precisar se separar  »

Entenda o fenômeno que está fazendo cães ficarem azuis na Índia

por Samantha Kelly — publicado 15 ago 2017 - 11:57

Cães que vivem nas ruas da cidade de Mumbai, na India, estão ficando azuis.

O fenômeno está acontecendo devido ao contato dos animais com o rio Kasadi, que há muitos anos é impróprio para o uso humano e que, depois de um estudo recente, apresentou um nível 13 vezes mais tóxico do que é considerado seguro.

Apesar dos humanos não chegarem perto do rio, isso não impede que os cães locais bebam, nadem e procurem por comida no rio.

 » Read more about: Entenda o fenômeno que está fazendo cães ficarem azuis na Índia  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Juíza solta cachorro durante julgamento para descobrir quem é o tutor em disputa e a reação do pet não deixa dúvidas

por Samantha Kelly — publicado 16 ago 2017 - 14:39

De um lado da disputa que decidiria o destino do cãozinho Baby Boy, uma mulher insistia que havia comprado o cachorro legalmente de alguém que o vendeu na rua. Do outro lado um indivíduo que garantia que era o dono do pet antes da venda e que ele teria sido vendido sem a sua autorização.

Para resolver de uma vez por todas a disputa, a juíza Judy, uma verdadeira celebridade nos Estados Unidos, resolveu deixar que o próprio pet dissesse, da sua própria maneira, quem era o seu tutor de fato.

Para isso, ela surpreendeu e pediu que trouxessem o cachorro. Quem ele demonstrasse intimidade e carinho seria realmente sua família.

A resposta do cãozinho não decepcionou e deixou claro com quem ele gostaria de ir.

 

Cachorros resgatados juntos das ruas encontram um lar e não vão precisar se separar

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 ago 2017 - 9:16

Os cachorros Hansel e Gretel viviam juntos pelas ruas e foram resgatados também juntos. No local eles sempre ficavam pertinho um do outro e, apesar de cada um ter a sua caminha, eles só dormiam bem juntinhos e aconchegados.

Sempre vistos juntos pelas ruas, os cães, que são provavelmente irmãos, foram resgatados por Rick Tunison, o gerente de um canil em Youngstown, Ohio, nos Estados Unidos. Eles já estavam nas ruas há bastante tempo e foram difíceis de resgatar.

Os cães viviam juntos nas ruas e também foram resgatados juntos. (Foto: Reprodução / Life With Dogs / Devon Carr for Mahoning County Dog Pound & Adoption Center)

As tentativas de resgate foram várias, até que certo dia, os funcionários do canil conseguiram pegar apenas um dos cães. Porém, a amizade e amor entre os animais era tão grande que ao ver seu amigo sendo levado e colocado em uma van, o outro cachorro simplesmente foi atrás, pulou na van e ficou ao lado do seu companheiro.

Por medidas de segurança, quando chegaram ao abrigo os cães foram separados, pois, por estarem em um ambiente bem diferente e que pode ser bem assustador para eles, alguns animais passam a apresentar um comportamento agressivo, até mesmo com outros cachorros.

Porém, os amigos estavam sentindo muita falta um do outro e queriam estar juntos. Então, a equipe decidiu deixar que eles ficassem no mesmo canil e caminhassem juntos.

Apesar de cada cão ter a sua caminha, eles preferiam dormir juntinhos. (Foto: Reprodução / Life With Dogs / Devon Carr for Mahoning County Dog Pound & Adoption Center)

Mesmo dividindo o canil, cada cão tinha a sua caminha, mas como eles gostavam de ficar sempre juntinhos, eles preferiam dormir na mesma caminha, bem aconchegados um no outro.

O amor entre os cães era tão tocante, que, apesar da dificuldade que é para se realizar a adoção de dois animais por uma mesma pessoa, os funcionários do brigo decidiram que não iriam permitir que aqueles cachorros fossem adotados separadamente.

Assim, um dos funcionários publicou uma foto dos cães juntos e em um momento fofo e publicou no Facebook. Por sorte a imagem chamou a atenção da pessoa certa.

She's always taking my toys #pitmix #rescue #spoiled #furbabies #lovethem

A post shared by Hank_Gigi (@hank_gigi) on

Rachel Harris havia se mudado recentemente de Chicago para Dallas, e embora ela precisasse de algum tempo para se instalar, ela estava pensando em adotar cães. Ela se derreteu pelos amigos caninos e entrou em contato com o local onde eles estavam.

Não foi fácil, antes dela já havia uma família interessada nos cães e depois ela teve que mostrar para os funcionários do local que ela seria a melhor escolha para os animais. A distância também não ajudou, mas no final de tudo os cachorros foram adotados por Rachel.

Safe! #pitmix #rescue #spoiled #furbabies

A post shared by Hank_Gigi (@hank_gigi) on

Hoje, os animais estão muito bem e felizes em seu novo lar, onde receberam os nomes de Hank e Gigi, e ganharam um perfil oficial na rede social Instagram.

Fonte: Life With Dogs