Leucemia em cães

leucemia é a proliferação anormal de glóbulos brancos (leucócitos) do sangue sem uma causa aparente

por George Augusto — publicado 24 maio 2014 - 11:01

A leucemia é uma doença que acomete um número significativo de cães de diferentes raças. Para um melhor entendimento da doença, a leucemia é a proliferação anormal de glóbulos brancos (leucócitos) do sangue sem uma causa aparente, sendo classificado pela a medicina, como um câncer. A medula óssea do animal começa a produzir um número anormal de glóbulos brancos, fazendo com que haja um descontrole das células sanguíneas.

A leucemia, ao contrário do que muitos pensam, não existe em apenas um tipo. A leucemia em cães pode ser dividida em dois tipos, que são Leucemia Linfóide e Leucemia Mielóide.

Leucemia Linfóide: Nesse tipo de leucemia ocorre a produção anormal de leucócitos (glóbulos brancos) pela medula óssea, denominados de linfócitos B. Normalmente, as células cancerígenas se disseminam por todo o sangue, como também, na medula óssea.

Essa doença pode se apresentar de forma crônica, quando é desencadeada de forma lenta e duradoura, ou também de forma aguda, quando é de origem mais rápida e bem mais agressiva, comparada com a crônica.

Os principais sinais clínicos achados em pacientes portadores, são:

– Aparecimento de febre;

– Dores nas articulações;

– Fraqueza;

– Anemia;

– Linfonodos palpáveis;

– Perda de Peso;

– Depressão;

– Morte do animal.

Os animais mais afetados por esse tipo de leucemia são os cães mais novos.

Leucemia Mielóide: Na Leucemia Mielóide, são afetadas, de forma acentuada, as células mielóides, sendo estas classificadas também como glóbulos brancos. Os animais mais afetados por essa classe de leucemia são os cães adultos e os cães idosos. Assim como a Leucemia linfóide, a mielóide também é apresentada na forma crônica e aguda. Os sinais clínicos da Leucemia Mielóide são muito semelhantes aos da linfóide, por isso é exigido um exame laboratorial para fim de diagnóstico.

As principais causas para o aparecimento da leucemia em cães ainda são de origem desconhecida. Estudiosos afirmam que o aparecimento da leucemia é devido a uma mutação somática do DNA, acarretando alterações, anomalias e proliferação de glóbulos brancos e que pode surgir devido ao animal ser exposto à substâncias cancerígenas e/ou à radiação.

A avaliação para a confirmação do diagnóstico da leucemia deve ser feita por um médico veterinário. É feito o exame físico do animal, avaliando a sintomatologia do paciente, e também solicitados os exames laboratoriais sanguíneos, que são de suma impoortância. O médico veterinário irá receitar exames de acordo com a necessidade do quadro.

O tratamento para a leucemia consiste em sessões de quimioterapia e medicamentos de apoio. O tratamento deve ser feito exclusivamente por um médico veterinário, pois se trata de uma doença delicada e bastante agressiva, assim sendo necessário um profissional da área.

A prevenção, tanto para leucemia linfoide quanto para a leucemia mielóide é evitar ao máximo o animal ser exposto à radiação e à substâncias cancerígenas. Outro ponto que ocorre bastante, não só em animais com câncer como em qualquer patologia, é que habitualmente os tutores esperam o animal ficar bem debilitado para levar à uma clínica veterinária. Na leucemia, assim como em qualquer câncer, é necessário que a doença seja descoberta no início, pois as chances de cura aumentam de forma significativa. Diante de qualquer anormalidade observada num animal, este deve ser levado imediatamente a um médico veterinário.

 

Leucemia em cachorros. Foto: Reprodução

Leucemia em cachorros. Foto: Reprodução

 

Saiba mais sobre câncer em cachorros AQUI

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: [email protected]

Conheça a grande paixão de Anajú Dorigon, o cachorrinho de estimação Woody

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 abr 2018 - 17:32

A atriz Anajú Dorigon, que está no ar atualmente como a personagem Cecília na novela “Orgulho e Paixão”, é uma das nossas, apaixonada por animais.

Tutora de uma cadela vira-lata chamada Betty, que foi adotada pela família em uma feira de adoção em uma praça localizada perto da casa dos seus pais, Anajú queria um cãozinho pequeno para ela cuidar. Foi aí que surgiu em sua vida o pequeno Woody.

Minha vida !

 » Read more about: Conheça a grande paixão de Anajú Dorigon, o cachorrinho de estimação Woody  »

Mulher é flagrada abandonando cães em terreno baldio e não se intimida ao ser filmada

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 abr 2018 - 13:42

Por motivos diversos, alguns fúteis e outros reais, algumas pessoas acabam doando seus animais para pessoas que vão cuidar deles com todo o amor ou para abrigos que vão encaminhá-los para adoção. Nestes casos, pensamos que “pelo menos” a pessoa teve a preocupação de encontrar um bom local para o pet ficar.

Porém, nós não entendemos porque, mesmo com a opção de doar, muitas pessoas ainda abandonam seus próprios animais na rua, sem nenhum tipo de preocupação ou remorso.

 » Read more about: Mulher é flagrada abandonando cães em terreno baldio e não se intimida ao ser filmada  »

De casa ao trabalho, Ana Maria Braga tem sempre a gostosa companhia de seus cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 abr 2018 - 18:45

Tem muito tutor por aí que seria muito mais feliz no trabalho se pudesse ter a companhia do seu animal de estimação durante o tempo que precisa ficar fora de casa se dedicando a sua profissão.

Aqui no Brasil ainda são poucas as empresas que permitem a presença dos pets de seus funcionários. Mas algumas pessoas têm bastante sorte de poder ter a companhia de seus amados peludos em todo lugar, e uma delas é a querida apresentadora Ana Maria Braga.

 » Read more about: De casa ao trabalho, Ana Maria Braga tem sempre a gostosa companhia de seus cachorros  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Conheça a grande paixão de Anajú Dorigon, o cachorrinho de estimação Woody

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 abr 2018 - 17:32

A atriz Anajú Dorigon, que está no ar atualmente como a personagem Cecília na novela “Orgulho e Paixão”, é uma das nossas, apaixonada por animais.

Tutora de uma cadela vira-lata chamada Betty, que foi adotada pela família em uma feira de adoção em uma praça localizada perto da casa dos seus pais, Anajú queria um cãozinho pequeno para ela cuidar. Foi aí que surgiu em sua vida o pequeno Woody.

Minha vida ! ❤️🦁 #woody #pom

A post shared by ANAJÚ (@anajudorigon) on

A atriz contou em uma entrevista para o Vídeo Show que quando decidiu que raça de cachorro queria (Lulu da Pomerânia), foi até um local conhecer alguns filhotes. Chegando lá, tinha um em especial que fazia muito barulho e que, quando foi solto, logo pulou em seu colo e começo a lamber o seu rosto. Era Woody.

“Quando soltaram os filhotes, ele veio correndo em direção a mim, pulou no meu colo, começou a me lamber e, desde então, a gente não se separou”, disse a atriz.

a m o r ❤️ #puppy #animals

A post shared by ANAJÚ (@anajudorigon) on

Anajú fala com muito amor e carinho de seu pequeno Woody Allen, nome completo do cãozinho. Ela diz que o cachorrinho, que já vive com a atriz há três anos, é seu melhor amigo e que ele traz muita luz para a sua vida. “Eu costumo brincar que ele é Meu arco-íris ambulante, é a maior felicidade que eu tenho, é o meu refúgio”, diz ela apaixonada por seu peludo.

A tutora contou ainda que tem sempre muito cuidado com a alimentação do cãozinho para que ele esteja com a saúde sempre em dia e tenha muita energia para brincar e confessou que o pequeno peludo tem loucura por bichinhos de pelúcia.

mi angelito 👼🦁 #pom #puppy

A post shared by ANAJÚ (@anajudorigon) on

Nós ficamos apaixonados pelo pequeno Woody Allen de Anajú Dorigon, e voccês?

Fonte: GShow

Mulher é flagrada abandonando cães em terreno baldio e não se intimida ao ser filmada

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 abr 2018 - 13:42

Por motivos diversos, alguns fúteis e outros reais, algumas pessoas acabam doando seus animais para pessoas que vão cuidar deles com todo o amor ou para abrigos que vão encaminhá-los para adoção. Nestes casos, pensamos que “pelo menos” a pessoa teve a preocupação de encontrar um bom local para o pet ficar.

Porém, nós não entendemos porque, mesmo com a opção de doar, muitas pessoas ainda abandonam seus próprios animais na rua, sem nenhum tipo de preocupação ou remorso.

Mulher simplesmente coloca os animais para fora do carro, entra no veículo e vai embora. (Foto: Reprodução / Viral Hog)

No dia 13 de abril deste ano, 2018, uma mulher foi flagrada abandonando quatro cachorros de uma vez em uma área com terrenos baldios em San Antonio, no Texas, Estados Unidos.

Uma moradora da região viu no momento em que uma mulher saiu de um carro e retirou quatro cachorros lá de dentro. Ela chega bem perto e, enquanto filmava, tentava convencer a mulher a levar seus cachorros para o Animal Care Services, abrigo municipal que cuida e ajuda a buscar um novo lar para animais abandonados.

A mulher até parece escutar as dicas da moradora, que avisa que a multa pelo crime de abandono é de 500 dólares por cada animal abandonado. Mas a mulher retira o último animal do carro, entra no veículo e o motorista acelera de ré para irem embora. Uma pessoa que está sentada no banco de trás ainda faz um gesto obsceno com a mão para a moradora que estava gravando tudo.

(Vídeo: Reprodução / YouTube ViralHog)

De acordo com a moradora que gravou tudo, ela fez isso por estar cansada de ver animais sendo abandonados frequentemente na região onde vive.

Graças à moradora que fez o vídeo e rapidamente entrou em contato com o abrigo municipal, três dos quatro cachorros logo foram resgatados. De acordo com informações do local, a mulher responsável pelo abandono voltou ao lugar onde largou os animais, pegou o quarto cão e o levou para o Animal Care Services, onde se entregou.

A mulher que aparece no vídeo é a única suspeita do crime de abandono e pode ser acusada por cada um dos quatro cachorros que ela abandonou. A pessoa que está conduzindo o carro e a que está no banco de trás não foram identificadas.

Os animais ficam olhando para o carro sem entender o que está acontecendo. (Foto: Reprodução / Viral Hog)

Felizmente, dois dos quatro cachorros já foram adotados e encontraram um novo lar. Os outros dois buscam por um lar temporário enquanto esperam ser adotados.

Fonte: Daily Mail UK