Otite canina

Inflamação do conduto auditivo, mais conhecida como Otite, acomete um número significante de cães anualmente. Saiba quais são as causas, como reconhecer os sintomas, tratamento e prevenção

por George Augusto — publicado 28 fev 2014 - 0:41

A inflamação do conduto auditivo, mais conhecida como Otite, é uma enfermidade que acomete um número significante de animais todos os anos. Existem raças de cães que têm predisposição para a presença de otite, como por exemplo: Golden Retriever, Pastor Alemão, Dachshund, Cocker Spaniel, Basset Hound,  entre tantos outros. Essas raças são mais acometidas devido à sua morfologia, pois eles têm orelhas grandes, peludas e caídas, ocasionando assim, a não secagem adequada do canal auditivo, levando a um quadro de inflamação.

Ao contrário do que muitos pensam, não são só os “cães orelhudos” que são as vítimas da otite. Essa doença acomete qualquer tipo de cão, independentemente da sua raça. A otite pode se apresentar de três formas: Otite externa, otite média e otite interna (não visualizada sem o uso de um otoscópio).

 

Otite em cães. Foto: Reprodução

Otite em cães. Foto: Reprodução

Causas para a otite canina

As principais causas do aparecimento da inflamação  do conduto auditivo, são:

– Produção excessiva de cera no ouvido;

– Fungos;

– Parasitas;

– Infecção;

– Traumas;

– Corpo estranho;

– Genética herdada dos pais,

– entre tantas coisas.

A grande maioria dos casos  de animais que são levados para a clínica veterinária, está relacionada à otite por fungos e à presença de grande quantidade de cera no conduto auditivo, pois a maioria dos proprietários não faz a higienização da orelha do animal na hora do banho.

 

Sinais clínicos da otite

Os sinais clínicos da otite são bem clássicos e de fácil diagnóstico, porém devem sempre ter uma atenção especial por parte do tutor. Os Sinais clínicos, são:

– Agitação da cabeça;

– Coceira intensa (o cão começa a coçar intermitentemente a orelha e esfregá-la em objetos);

– Muitos cães aparecem com a orelha bem machucada;

– Orelha com presença de secreção:

– Ao observar o ouvido do animal, em alguns casos, percebe-se uma secreção de coloração bem amarelada e/ou com pus no local;

– Perda da acuidade auditiva;

– Inchaço;

– Ouvido escurecido ou avermelhado;

– Mau odor;

– Presença de dor na orelha.

 

Diagnosticando a otite em cães

O diagnóstico só deve ser feito por um médico veterinário. Com o apoio de um otoscópio (equipamento utilizado para visualização interna do conduto auricular), o médico veterinário irá avaliar a gravidade do caso.

 

Tratamento para otite

O tratamento da otite canina consiste na limpeza do conduto auricular acometido, e também, terapia medicamentosa escolhida pelo profissional habilitado. Dependendo do grau e da severidade da otite, o animal deve ser sedado, devido à dor que a inflamação causa. O tratamento da otite não pode ser feito pelo tutor, pois caso seja feito de modo incorreto, pode levar à perda da audição do animal.

 

Prevenção

A prevenção da otite consiste em vários fatores, como por exemplo: Não deixar o animal levar ventos fortes em excesso no rosto; não molhar a parte interna da orelha na hora do banho; fazer a limpeza do ouvido com soluções apropriadas, escolhidas pelo médico veterinário, e, diante de qualquer comportamento anormal do animal, levá-lo imediatamente a um profissional. Jamais tome decisões precipitadas, aplicando soluções sem uma prescrição médica no animal, pois pode agravar ainda mais o quadro da doença. A otite é uma doença de fácil tratamento e bom prognóstico, então é muito mais válido confiá-la a um acompanhamento de um profissional.

 

Não deixe de conferir o artigo: Como limpar a orelha do cachorro

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: george_medvet@hotmail.com

Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 18:50

Para comemorar o aniversário de quatro anos de sua filha com kanye West, Kim Kardashian deu para a pequena North West um filhote de cachorro como presente.

Kim apresentou o pequeno cachorro em suas redes sociais, mas não deu grandes detalhes.

O filhote parece ser da raça Lulu da Pomerânia, também conhecida por Spitz Alemão. Alguns sites internacionais especulam que o cão seja um Teacup Lulu Da Pomeranian, tamanho maior e que apresentaria menos problemas de saúde do que o micro.

 » Read more about: Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha  »

Casal que mantinha 170 cães em péssimas condições é proibido de ter animais

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 9:33

Nos Estados Unidos, um casal foi condenado por maus-tratos a animais por manterem cerca de 170 cachorros em péssimas condições. Mark Vattimo, de 72 anos, e Christine Calvert, de 62, se declararam culpados por negligenciarem os cachorros, todos da raça Yorkshire Terrier.

Em janeiro deste ano, 2017, dezenas de cachorros foram encontrados em uma sala escura. A situação era terrível. Os animais estavam vivendo em meio a muita sujeira e com urina cobrindo o chão e até paredes.

 » Read more about: Casal que mantinha 170 cães em péssimas condições é proibido de ter animais  »

Cães treinados trabalharam no processo de buscas após incêndio da Grenfell Tower, em Londres

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 jun 2017 - 18:15

Na madrugada do dia 14 de junho, um grande e trágico incêndio tomou conta de um prédio residencial de 24 andares localizado em Londres, o Grenfell Tower, e causou a morte de mais de 70 pessoas.

Bombeiros e policiais começaram a trabalhar o mais rápido possível para apagar o fogo e começar as buscas por sobreviventes. E foi aí que começou a participação de cães de serviço.

Cachorros especialmente treinados ajudaram no lento e meticuloso processo de busca.

 » Read more about: Cães treinados trabalharam no processo de buscas após incêndio da Grenfell Tower, em Londres  »

deixe seu comentário:

Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 18:50

Para comemorar o aniversário de quatro anos de sua filha com kanye West, Kim Kardashian deu para a pequena North West um filhote de cachorro como presente.

Kim apresentou o pequeno cachorro em suas redes sociais, mas não deu grandes detalhes.

Kim Kardashian deu um fofo cachorrinho de presente para a sua filha. (Foto: Reprodução / Instagram @kimkardashian)

O filhote parece ser da raça Lulu da Pomerânia, também conhecida por Spitz Alemão. Alguns sites internacionais especulam que o cão seja um Teacup Lulu Da Pomeranian, tamanho maior e que apresentaria menos problemas de saúde do que o micro.

O que também se sabe é que Penélope, filha de Kourtney Kardashian e sobrinha de Kim, também ganhou um filhote igual ao da prima North.

Ao mostrar o pequeno filhote para seus fãs pela primeira vez, Kim só contou que o animal era da sua filha e que ele ainda não tinha nome.

Kim apresentou o filhote para seus fãs através das redes sociais. (Foto: Reprodução / Daily Mail UK / Kim Kardashian Snapchat)

“Gente, quão fofo é o cachorrinho de Northie?”, perguntou Kim para os seus seguidores do Snapchat. Ainda em um vídeo publicado na rede social, Kim olha para o fofo filhote e pergunta: “Como devemos chamar você?”.

Em seu perfil oficial no Instagram, a esposa de kanye West contou que sua sobrinha já escolheu o nome do seu cachorrinho, que agora se chama Honey e perguntou para os seus seguidores: “Como deveremos chamar o nosso?”.

North West e sua prima Penélope ganharam cachorrinhos iguais.
(Foto: Reprodução / Instagram @kimkardashian)

O que sabemos de fato até agora é que ambos os filhotes são muito lindos e fofinhos e esperamos que eles sejam sempre muito bem cuidados.

Fonte: TMZ / Daily Mail UK

Casal que mantinha 170 cães em péssimas condições é proibido de ter animais

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 9:33

Nos Estados Unidos, um casal foi condenado por maus-tratos a animais por manterem cerca de 170 cachorros em péssimas condições. Mark Vattimo, de 72 anos, e Christine Calvert, de 62, se declararam culpados por negligenciarem os cachorros, todos da raça Yorkshire Terrier.

Em janeiro deste ano, 2017, dezenas de cachorros foram encontrados em uma sala escura. A situação era terrível. Os animais estavam vivendo em meio a muita sujeira e com urina cobrindo o chão e até paredes. Os policiais precisaram usar máscaras para conseguirem entrar no local.

Os cães foram encontrados em péssimas condições, vivendo em meio a muita sujeira e doentes. (Foto: Reprodução / UOL / San Diego Humane Society)

Além da visível negligência em relação à higiene do local e dos animais, a saúde dos cães também não estava recebendo a atenção necessária. Vários cachorros estavam com infecções e apresentando perda de pelo.

Após ser identificado, o casal foi encontrado com mais 31 cachorros. Algumas semanas depois, a mulher foi presa em Nevada. Ela estava em um motorhome (também conhecido como trailer) com mais 46 cães.

No total, foram resgatados cerca de 170 cães que estavam sob a responsabilidade e posse do casal. Algumas cadelas estavam grávidas e tiveram seus bebês já em um lugar melhor.

Os oficiais precisaram usar máscaras para conseguirem entrar onde os cães estavam. (Foto: Reprodução / UOL / San Diego Humane Society)

O casal se declarou culpado e foi condenado. Mark Vattimo e Christine Calvert estão proibidos de ter qualquer animal por pelo menos uma década e terão de encarar três anos de pena em liberdade condicional.

Fonte: UOL