Queda de pelo em cachorros, é normal?

Queda de pelos em cachorro. O que fazer para evitar a queda de pelos? É normal o cachorro perder tanto pelo? Descubra tudo o que você precisa saber sobre queda de pelo em cães.

por Samantha Kelly — publicado 22 jan 2013 - 9:09

Independente da raça, todos os cães soltam pelos! A única diferença é que alguns soltam mais e outros menos. Neste artigo, separamos todas as informações que você precisa saber sobre queda de pelos em cachorros.

Soltar pelos é uma forma dos cachorros eliminarem os pelos danificados e deixar que novos cresçam no lugar. Danos podem ocorrer pelos mais variados motivos, como fatores ambientais, de saúde, shampoos e muitos outros.

O pelo do seu cão passa por fases de crescimento e a duração dessas fases determina o quão frequente o seu cachorro vai soltar pelo.

 

Queda de pelo nos cachorros. Foto: Reprodução


LER TAMBÉM: Top 15 raças de cachorro que soltam MENOS pelo


LER TAMBÉM: Top 15 raças de cachorro que soltam MAIS pelo

 

Fases de crescimento do pelo do seu cão:

Anágena: Fase em que pelo novo irá crescer.

Catágena: Fase de transição na qual o pelo para de crescer e a camada que envolve a raiz se agarra ao pelo.

Telógena: Fase de repouso na qual o pelo não cresce nem cai.

Exógeno: O pelo cai  e os folículos voltam à fase Anágena de crescimento.

 

Por que alguns cães soltam menos pelo do que outros?

Cães que soltam menos pelo são aqueles que a pelagem tem uma fase maior de crescimento, transição e repouso e consequentemente uma fase menor de queda.

 

Perda de pelo sazonal

Os cães geralmente perdem o pelo do inverno à primavera e então para o verão ganham uma pelagem mais leve e curta. No outono o ciclo é revertido, já que o cão perde a pelagem curta e leve do verão para ganhar uma que proteja mais para os meses de frio intenso do inverno.

A mudança é mais óbvia em cães que possuem uma dupla pelagem, ou em outras palavra,s um sub-pelo denso, como os da raça Collie. Essas raças não só tem pelo longo e protetor por cima, como um subpelo fino e isolante.

 

O que fazer com a queda de pelo de seu cão?

Uma das atitudes mais importantes que você pode fazer é manter sempre uma pelagem saudável, incluindo uma higiene adequada e escovação, assim como uma dieta saudável.

A frequência vai ser determinada de acordo com o tipo de pelo que o seu cão tem, assim como o tipo de escova.

Escovar o pelo do seu cachorro remove o pelo que já está solto, evitando que ele caia no ambiente ou crie nós.

Fora isso, é um tempo que você dedica exclusivamente para o seu cão, criando uma conexão especial.

A queda de pelo natural é positiva para o cão que com esse processo se mantém saudável e protegido.

 

Doenças que podem influenciar na queda de pelo no seu cachorro

Conhecer o seu cachorro e saber como o ciclo de queda de sua pelagem normalmente se comporta é importante para que o tutor possa identificar o que é um padrão comum de queda e o que é anormal.

Em casos de queda de pelo anormal, confira os fatores que podem influenciar:

 

  • Parasitas (ex.: pulgas);
  • Infecções fungais ou bacterianas;
  • Reações alérgicas à comida;
  • Problemas relacionados aos rins, fígado e tireóide;
  • Gravidez;
  • Determinados medicamentos;
  • Trauma auto-induzido com lambidas e mordidas à área;
  • Cancer;
  • Doenças imunológicas;
  • Queimadura de sol;
  • Contato com substâncias causticas ou que possa irritar a pele.

 

Quando é hora de levar ao veterinário?

De preferência, se você notar algo diferente no comportamento do seu cão, é sempre bom levar ao veterinário para que ele possa examinar o seu pet.

Abaixo alguns sintomas que o dono deve sempre prestar atenção:

 

  • Irritação da pele, incluindo vermelhidão, inchaços, manchas ou cicatrizes;
  • Feridas abertas de qualquer tipo;
  • Carecas ou afinamento do pelo;
  • Pelo seco que sai facilmente;
  • Coceira;
  • Constantes lambidas no local onde o pelo caiu.

 

Fontes:

Vetinfo.com

VetStreet.com

Aspca.org

deixe seu comentário: