Síndrome da Espinha Curta em cães (SEC)

Rara, síndrome tem sido conhecida pelo público pelas celebridades caninas portadoras, como Pig e Cuda

por George Augusto — publicado 19 out 2014 - 18:39

Muitas pessoas nunca ouviram falar e não tem idéia do que seja a Síndrome da Espinha Curta em cães, pois é uma patologia bastante rara, tendo apenas casos isolados por todo o mundo. Existe uma celebridade canina chamada Pig, conhecida mundialmente por apresentar o pescoço e corpo encurtado, ganhando um apelido entre os seus admiradores de “bola de pelo”. É importante enfatizar que um animal que apresenta essa anomalia, não tem risco nenhum de transmitir essa doença (zoonose), pelo fato de a mesma se tratar de problema congênito.

Para se ter idéia da raridade da incidência dessa doença, foram diagnosticadas apenas 8 casos em termos mundiais. Sendo: 6 nos Estados Unidos (Alabama, Florida, Maryland, Nova Iorque, Ohio, Wisconsin) e 2 na Itália.

Um cachorro que é portador da Síndrome da Espinha Curta, pode viver uma vida quase normal. Os tutores que tem pets com essa doença, relatam que são cães brincalhões, obedecem seus donos, são carinhosos, e o mais extraordinário, é que são cães que dão exemplo pra qualquer Ser Humano.

Síndrome da Espinha Curta em cães. Foto: Reprodução

Síndrome da Espinha Curta em cães. Foto: Reprodução

A SEC é uma anomalia de origem congênita, acarretando uma má formação óssea, afetando principalmente as vértebras da coluna do animal. No cão que é portador da síndrome, as vértebras, em grande parte, ficam na sua forma de cartilagem, não alcançando o estágio de endurecimento ósseo. Com isso, as vértebras são comprimidas, ocasionando um encurtamento significante. Em alguns animais, podem aparecer vértebras fundidas, ou seja, coladas em bloco, fazendo com que haja pouca flexibilidade da coluna vertebral. Por conta dessa anomalia na coluna, toda a estrutura física do animal sofre alterações, como por exemplo o posicionamento da cabeça e da omoplata (escápula).

Outro sinal clínico bem clássico é percebido na parte posterior do animal, a garupa, que é mais baixa que em um animal normal. Outro ponto bem clássico, é o formato da cauda do pet, apresentando-se curta e torcida e com os cabelos emaranhados. A abertura anal é ligeiramente inclinada e a metade inferior do abdômen parece maior que o habitual.

Apesar dos membros posteriores e anteriores serem do tamanho correto, eles podem apresentar um posicionamento anormal. A doença também afeta a caixa torácica,  que aparece comprimida consideravelmente e com uma redução significante das costelas do pet.  É comum os cães terem uma certa dificuldade para desempenhar algumas funções diárias, como: Correr, saltar e comer em alturas muito baixas. Porém, como dito anteriormente, os animais portadores da SEC podem levar uma vida consideravelmente normal.

Alguns profissionais médicos veterinários, indicam a eutanásia nos casos de Síndrome da Espinha Curta, por conta de algumas restrições ligadas à doença que o animal apresenta.  No entanto, a prática executada pelos tutores desses animais, comprovou que, mesmo tendo o animal limitações no seu cotidiano, é possível que ele possa conviver de maneira relativamente satisfatória no dia-a-dia.

Apesar disso, é indispensável que este animal seja frequentemente acompanhado por um médico veterinário, que poderá avaliar seu quadro e proporcionar uma melhor qualidade de vida para o cão especial.

 

Cães com Síndrome da Espinha Curta. Foto: Reprodução

Cães com Síndrome da Espinha Curta. Foto: Reprodução

 

 

Conheça a história de dois cãezinhos muito adoráveis, o Cuda (link) e o Pig (link), aqui no Portal do Dog.

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: [email protected]

Cachorro faz cirurgia para restaurar visão e tem reação linda ao ver sua tutora

por Andrezza Oestreicher — publicado 19 ago 2017 - 18:35

O amor entre um cão e seu tutor ou tutora é uma coisa pura e extremamente especial. E para os amantes de animais, qualquer esforço vale a pena quando estamos lutando pelo bem-estar de nossos queridos cachorros.

A catarata nos cães pode ser bem diferente dos humanos e dependendo do caso e da idade do animal é tarde demais para corrigir o problema e a cirurgia nem sempre é bem sucedida.

Por conta das complicações que podem acontecer durante um procedimento cirúrgico,

 » Read more about: Cachorro faz cirurgia para restaurar visão e tem reação linda ao ver sua tutora  »

Cachorro encontra caixa misteriosa e todos ficam surpresos com o conteúdo

por Andrezza Oestreicher — publicado 19 ago 2017 - 9:28

O cachorro Aragon foi resgatado e encaminhado para um lar temporário. Todos os dias, a voluntária que está cuidando do cão caminha por uma região de montanhas na Grécia procurando animais abandonados, pois essa é uma área onde muitos animais são deixados para morrer.

Em um dos dias dessa caminhada, o cachorro Aragon foi levado junto. Eles estavam andando por uma direção quando, de repente, o cão começou a puxar a mulher para o outro lado.

 » Read more about: Cachorro encontra caixa misteriosa e todos ficam surpresos com o conteúdo  »

Cachorro se apaixona por sete filhotinhos de gato e cuida de todos eles

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 ago 2017 - 9:17

Apesar de ainda muita gente acreditar que cães e gatos não se gostam, está cada vez mais comum ver grandes e fortes amizades entre esses animais. E o caso de amor entre um cãozinho e filhotes de gato pode provar isso.

A tutora de duas gatinhas estava servindo na Marinha e precisou viajar. Ela deixou seus animais com uma amiga, a usuária da rede social Imgur que possui alguns cachorros, mas ninguém ficou preocupado quanto a isso e todos os animais se deram bem.

 » Read more about: Cachorro se apaixona por sete filhotinhos de gato e cuida de todos eles  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Cachorro faz cirurgia para restaurar visão e tem reação linda ao ver sua tutora

por Andrezza Oestreicher — publicado 19 ago 2017 - 18:35

O amor entre um cão e seu tutor ou tutora é uma coisa pura e extremamente especial. E para os amantes de animais, qualquer esforço vale a pena quando estamos lutando pelo bem-estar de nossos queridos cachorros.

A catarata nos cães pode ser bem diferente dos humanos e dependendo do caso e da idade do animal é tarde demais para corrigir o problema e a cirurgia nem sempre é bem sucedida.

Ao ver sua tutora, a cadelinha foi andando diretamente até ela. (Foto: Reprodução / Little Things / WTSP Tampa)

Por conta das complicações que podem acontecer durante um procedimento cirúrgico, muitos tutores preferem não correr o risco e não mandam seus cães para cirurgia, principalmente quando não influencia na qualidade de vida do animal.

Porém, quando soube que existia a possibilidade fazer sua cadelinha Aurora voltar a enxergar, sua tutora não mediu esforços para conseguir arrecadar o valor da cirurgia, que custou 4.500 dólares.

Aurora, uma cadelinha que havia sido resgatada, nasceu com catarata nos dois olhos e, com dois anos de idade, era jovem o suficiente para ser um candidato interessante para a cirurgia.

O encontro foi emocionante e cheio de amor. (Foto: Reprodução / Little Things / WTSP Tampa)

A apaixonada tutora da cadelinha então se esforçou bastante para conseguir arrecadar e juntar todo o valor da cirurgia e teve uma linda recompensa quando sua Aurora conseguiu ver.

O encontro entre as duas após a cirurgia, quando finalmente Aurora conseguia enxergar de forma clara, não poderia ter sido mais emocionante. A cadelinha foi para os braços de sua mamãe e a lambeu bastante, se aninhando em seus braços cheia de amor.

Fonte: Little Things

Cachorro encontra caixa misteriosa e todos ficam surpresos com o conteúdo

por Andrezza Oestreicher — publicado 19 ago 2017 - 9:28

O cachorro Aragon foi resgatado e encaminhado para um lar temporário. Todos os dias, a voluntária que está cuidando do cão caminha por uma região de montanhas na Grécia procurando animais abandonados, pois essa é uma área onde muitos animais são deixados para morrer.

Em um dos dias dessa caminhada, o cachorro Aragon foi levado junto. Eles estavam andando por uma direção quando, de repente, o cão começou a puxar a mulher para o outro lado. Ele certamente estava ouvindo ou sentindo alguma coisa.

Aragon encontrou uma caixa com quatro gatinhos abandonados. (Foto: Reprodução / Bored Panda / Second Chance Animal Rescue Society)

A mulher decidiu seguir o instinto do cachorro. Até que ele parou em um local onde estava uma caixa largada no chão. Ao abrir a caixa veio a surpresa. Quatro pequenos filhotes de gato estavam lá dentro.

Os gatinhos eram apenas mais alguns dos animais que costumavam ser largados na região para morrer. Porém, esses tiveram muita sorte. Eles foram encontrados por Aragon e resgatados pela mulher que estava cuidando dele.

Os animais foram resgatados e o cão passou a cuidar dos filhotes. (Foto: Reprodução / Bored Panda / Second Chance Animal Rescue Society)

“Nós estávamos andando com Aragon perto da montanha, na verdade planejando um vídeo sobre o grande número de animais abandonados lá, quando Aragon começou a nos puxar para outra direção – basicamente ele foi o salvador”, contou a voluntária.

Chegando em casa, a mulher teve uma nova surpresa, Aragon se aproximou bastante dos pequenos gatinhos e passou a cuidar deles. “Aragon tem curiosidade sobre os gatinhos e, desde o primeiro momento em que os viu, teve uma necessidade constante de mantê-los todos juntos e de limpá-los”, afirmou ela.

Aragon é o melhor papai que os gatinhos poderiam ter. (Foto: Reprodução / Bored Panda / Second Chance Animal Rescue Society)

Os filhotes, que ganharam o melhor papai que poderiam, estão bem e serão todos colocados para adoção.

Fonte: Bored Panda