Diarréia em cães

Esse sintoma é de grande importância e merece uma atenção exclusiva, pois é uma das principais causas da desidratação.

por George Augusto — publicado 24 nov 2014 - 21:13

A diarréia é um um sintoma encontrado em grande parte das doenças que acometem os cães. Esse sintoma é de grande importância e merece uma atenção exclusiva, pois é uma das principais causas da desidratação. Um animal que apresenta um grau de diarréia crônica, e não é acompanhado por um profissional, pode chegar a uma desidratação severa em questão de poucos dias, levando a maioria a óbito pela perda exacerbada de líquido. Um grande erro que os tutores cometem é “diagnosticar”, e tentar reverter o quadro, em casa. Muitos pets dão entrada na clínica em um estado de desidratação severa, muitas vezes não conseguindo  resistir, por conta da negligência e das tentativas fracassadas dos tutores. A diarréia tem inúmeras origens, e a conduta adequada não é só cessar a evacuação, e sim, descobrir a causa que levou a esse quadro.

Diarréia em cães. Foto: Reprodução

Diarréia em cães. Foto: Reprodução

As causas da diarréia em cães, normalmente, são de origem viral. As principais doenças que causam uma diarréia grave, são: Cinomose, Parvovirose, Coronavirose, entre outras. Também são encontradas as de origem não viral, em doenças como, por exemplo, a Ehrlichiose e  a Babesiose, ambas popularmente conhecida como Doença do Carrapato. Além das ditas acima, nas enfermidades de origem parasitária também podem ocorrer diarréia. Toxinas e remédios administrados erroneamente, podem também levar a um quadro diarréico. É importante pontuar que a diarréia não necessariamente é uma doença grave, podendo ser apenas o resultado uma comida que não fez bem ao animal.

Os animais que são acometidos por uma diarréia crônica, podem apresentar alterações no comportamento e na saúde, visíveis pelo tutor. As principais alterações, são: O animal anda sem coordenação; Fraqueza geral; Diarréia com ou sem sangue; Inapetência; O pet não responde à brincadeira; Endoftalmia (Olhos fundos); extremidades frias; Ao puxar a pele, a mesma demora – ou não volta –  para a posição normal ; entre outras evidências.

O diagnóstico da origem da diarreia deve ser unicamente feito por um médico veterinário. É necessário que sejam feitos exames laboratoriais para fechar o diagnóstico. Pode ser requerido hemograma e exame de fezes. Jamais o balconista do petshop ou da farmácia deve ser consultado. Cada caso é diferente, e como dito anteriormente, tem que ser descoberta a causa primária para que seja revertido o caso o quanto antes. Não adianta comprar remédio para cessar a diarréia, quando a causa primária não foi combatida.

O tratamento deve que ser feito depois dos exames requeridos. O animal, dependendo do caso, deve ser rapidamente internado para que o quadro seja revertido. Caso a diarréia seja por conta de uma doença mais grave, deve ser elaborada uma terapia medicamentosa, escolhida pelo médico veterinário que esteja acompanhando o paciente.

A prevenção para que seja evitada a diarréia, deve ser feita anualmente, através da manutenção em dia de todas as vacinas necessárias, do cuidado com a infecção por parasitas e por um acompanhamento rotineiro com um profissional. Qualquer alteração nas fezes do animal – seja por amolecimento ou por conta de uma coloração diferente –  requer uma consulta ao médico veterinário. Jamais deixe o pet sem um checkup rotineiro, pelo menos uma vez ao ano, isso evitará que seu animal seja acometido por uma doença grave.

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: [email protected]

Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 jun 2017 - 9:33

Os cães Stitch e Cookie, ambos da raça Labrador, sempre foram melhores amigos e faziam tudo juntos e até dividiam o potinho de comida.

Desde que chegou na casa de sua família, a cadelinha Cookie aprendeu a deixar metade da ração que tinha no pote para que Stitch, o outro cão que já vivia na casa, comesse depois dela.

O tutor dos animais sempre colocava uma quantidade de ração suficiente para os dois e Stitch sempre se certificava de que sua amiga Cookie estava deixando a parte dele.

 » Read more about: Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu  »

Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 18:50

Para comemorar o aniversário de quatro anos de sua filha com kanye West, Kim Kardashian deu para a pequena North West um filhote de cachorro como presente.

Kim apresentou o pequeno cachorro em suas redes sociais, mas não deu grandes detalhes.

O filhote parece ser da raça Lulu da Pomerânia, também conhecida por Spitz Alemão. Alguns sites internacionais especulam que o cão seja um Teacup Lulu Da Pomeranian, tamanho maior e que apresentaria menos problemas de saúde do que o micro.

 » Read more about: Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha  »

Casal que mantinha 170 cães em péssimas condições é proibido de ter animais

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 9:33

Nos Estados Unidos, um casal foi condenado por maus-tratos a animais por manterem cerca de 170 cachorros em péssimas condições. Mark Vattimo, de 72 anos, e Christine Calvert, de 62, se declararam culpados por negligenciarem os cachorros, todos da raça Yorkshire Terrier.

Em janeiro deste ano, 2017, dezenas de cachorros foram encontrados em uma sala escura. A situação era terrível. Os animais estavam vivendo em meio a muita sujeira e com urina cobrindo o chão e até paredes.

 » Read more about: Casal que mantinha 170 cães em péssimas condições é proibido de ter animais  »

deixe seu comentário:

Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 jun 2017 - 9:33

Os cães Stitch e Cookie, ambos da raça Labrador, sempre foram melhores amigos e faziam tudo juntos e até dividiam o potinho de comida.

Desde que chegou na casa de sua família, a cadelinha Cookie aprendeu a deixar metade da ração que tinha no pote para que Stitch, o outro cão que já vivia na casa, comesse depois dela.

Stitch e Cookie eram melhores amigos e sempre dividiam o mesmo pote de comida. (Foto: Reprodução / Twitter @_EasyBreasy_)

O tutor dos animais sempre colocava uma quantidade de ração suficiente para os dois e Stitch sempre se certificava de que sua amiga Cookie estava deixando a parte dele. Dessa forma, cada um comia o tanto certo.

Porém, infelizmente, o cachorro Stitch faleceu no início deste mês de junho, e Cookie perdeu o seu melhor amigo.

Como agora só tinham um cão em casa, o tutore passou a colocar uma quantidade menor de comida no pote que os cães dividiam, pois agora a ração seria apenas para a cadela.

Acontece que o tutor reparou que, mesmo se passando vários dias após a morte de Stitch, a cadela Cookie não se esquece de seu melhor amigo e continua deixando metade da ração para ele comer depois dela.

Mesmo após a morte do amigo Stitch, a cadela Cookie continuou deixando metade de sua comida para ele. (Foto: Reprodução / Twitter @_EasyBreasy_)

“Nós peguamos Stitch quando eu estava no jardim de infância. Na terceira série, pegamos Cookie. Eu sentia que o Stitch precisava de companhia. Mas eles eram como Batman e Robin, estavam sempre juntos, sempre um ao lado do outro, brincando ou tomando conta um do outro”, contou o tutor dos animais sobre a amizade dos cães.

É, os cães sempre nos mostrando e provando que não existe amor e nem amizade maior do que a deles.

Fonte: Estadão

Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 18:50

Para comemorar o aniversário de quatro anos de sua filha com kanye West, Kim Kardashian deu para a pequena North West um filhote de cachorro como presente.

Kim apresentou o pequeno cachorro em suas redes sociais, mas não deu grandes detalhes.

Kim Kardashian deu um fofo cachorrinho de presente para a sua filha. (Foto: Reprodução / Instagram @kimkardashian)

O filhote parece ser da raça Lulu da Pomerânia, também conhecida por Spitz Alemão. Alguns sites internacionais especulam que o cão seja um Teacup Lulu Da Pomeranian, tamanho maior e que apresentaria menos problemas de saúde do que o micro.

O que também se sabe é que Penélope, filha de Kourtney Kardashian e sobrinha de Kim, também ganhou um filhote igual ao da prima North.

Ao mostrar o pequeno filhote para seus fãs pela primeira vez, Kim só contou que o animal era da sua filha e que ele ainda não tinha nome.

Kim apresentou o filhote para seus fãs através das redes sociais. (Foto: Reprodução / Daily Mail UK / Kim Kardashian Snapchat)

“Gente, quão fofo é o cachorrinho de Northie?”, perguntou Kim para os seus seguidores do Snapchat. Ainda em um vídeo publicado na rede social, Kim olha para o fofo filhote e pergunta: “Como devemos chamar você?”.

Em seu perfil oficial no Instagram, a esposa de kanye West contou que sua sobrinha já escolheu o nome do seu cachorrinho, que agora se chama Honey e perguntou para os seus seguidores: “Como deveremos chamar o nosso?”.

North West e sua prima Penélope ganharam cachorrinhos iguais.
(Foto: Reprodução / Instagram @kimkardashian)

O que sabemos de fato até agora é que ambos os filhotes são muito lindos e fofinhos e esperamos que eles sejam sempre muito bem cuidados.

Fonte: TMZ / Daily Mail UK