Viajando de carro com seu cachorro

por Samantha Kelly — publicado 4 set 2012 - 23:24

 

O cachorro Ted, da raça Shih-tzu, tem 4 anos e é acostumado a viajar de carro com os donos, que moram no bairro da Barra, em Salvador. A professora Zélia Cunha conta que logo que ganhou o pet, comprou uma cadeira específica para o transporte de cães e gatos. O assento é preso ao banco do carro com ajuda do cinto de segurança.

A professora afirma que prefere viajar apenas de carro com o animal porque não gosta de usar as caixas de transporte para cães adequadas no caso de viagens de avião ou ônibus. “Acho que ele fica preso. A cadeira é mais ventilada, ele nunca estranhou, vai quieto, não pula. Muitas vezes, ele vai dormindo. Nunca viajamos com ele de avião porque não vou botar ele em uma gaiola para ir no bagageiro. Tenho medo que ele morra”, teme a dona.

“No início, a gente dava um remédio para ele não enjoar, agora não precisa mais”, complementa o aposentado Rui Alberto Sampaio, marido de dona Zélia, sobre a “tranquilidade” em ter o cão como companheiro de viagem.

Os cuidados tomados pelo casal são importantes para a segurança, mas por lei não são obrigatórios. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) orienta que, embora a lei não obrigue a “retenção dos animais” em caixas ou coleiras, essa é a forma mais segura de sair com eles em veículos pelas estradas. As polícias rodoviárias federal e estadual é que fazem a fiscalização nas estradas, seguindo as normas previstas no Código Brasileiro de Trânsito.

Para o transporte em carros, pode ser usado, além da cadeira, um cinto específico para cães, que é preso ao cinto do veículo. Outra opção é isolar os bancos de trás com uma grade divisória.

O que, segundo o Detran, corresponde a uma infração grave prevista no artigo 235 do Código Brasileiro de Trânsito é transportar animais na parte externa do carro (no caso de caminhonetes) ou com parte do corpo para fora da janela do veículo. Caso seja flagrado nesta situação, o motorista pode perder cinco pontos na carteira de habilitação e pagar multa de R$ 127, 69. O Código ainda prevê uma multa considerada média, caso o condutor esteja dirigindo com o animal à sua esquerda, ou entre os braços e as pernas. A punição é de quatro pontos na carteira e multa de R$ 85,13.

O veterinário Mateus Passos explica que em qualquer ocasião, é necessário ficar atento às regras do órgão regulador. Duas exigências comuns em todos os meios de transporte, no caso de cães e gatos, é que eles estejam com a vacina antirrábica atualizada e que o dono apresente um atestado de saúde do animal emitido por um veterinário.

 

G1

Câmera de segurança flagra ladrões roubando cachorros para consumo no Vietnã

por Samantha Kelly — publicado 28 jun 2017 - 11:15

Uma câmera de segurança no Vietnã flagrou o momento chocante em que dois ladrões, utilizando armas com arpões elétricos, invadiram uma propriedade e mataram três cachorros.

Apesar do responsável tentar impedir o roubo, os homens se aproveitaram do fato de estarem armados e fugiram rapidamente com os animais, a essa altura já mortos, na moto.

 

 

O roubo de animais de estimação para a venda no mercado de carnes é muito comum no Vietnam e há diversos registros online desse crime bárbaro sendo repetido diversas vezes.

 » Read more about: Câmera de segurança flagra ladrões roubando cachorros para consumo no Vietnã  »

Cão da raça Mastiff Napolitano é considerado o mais feio do mundo

por Andrezza Oestreicher — publicado 28 jun 2017 - 9:13

14 cães participaram, na última sexta-feira, dia 23 de junho, de um concurso em que nem todos os tutores gostaram de ver seus lindinhos animais de estimação. O concurso em questão iria escolher o cachorro mais feio do mundo.

Em sua 29ª edição, o concurso, realizado Petaluma, na Califórnia, teve a fêmea Martha, da raça Mastiff Napolitano (Mastim Napolitano) como grande vencedora. E bota grande nisso, já que Martha é um animal enorme e que pesa cerca de 57 kg.

 » Read more about: Cão da raça Mastiff Napolitano é considerado o mais feio do mundo  »

Padre Fábio de Melo fala sobre seu cachorro Lucca em bate-papo com Pedro Bial

por Andrezza Oestreicher — publicado 27 jun 2017 - 18:32

Nós, amantes de cachorro, volta e meia nos pegamos falando de nossos cães como se fossem pessoas, seres humanos assim como nós. Muitas vezes, nossos cachorros são muito mais do que apenas animais de estimação. Eles são grandes amigos e companheiros que rapidamente se tornam um membro de nossas famílias.

Para o Padre Fábio de Melo parece que também é assim. Durante um bate-papo com o apresentador Pedro Bial, ele falou sobre seus três cachorros.

 » Read more about: Padre Fábio de Melo fala sobre seu cachorro Lucca em bate-papo com Pedro Bial  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Câmera de segurança flagra ladrões roubando cachorros para consumo no Vietnã

por Samantha Kelly — publicado 28 jun 2017 - 11:15

Uma câmera de segurança no Vietnã flagrou o momento chocante em que dois ladrões, utilizando armas com arpões elétricos, invadiram uma propriedade e mataram três cachorros.

Apesar do responsável tentar impedir o roubo, os homens se aproveitaram do fato de estarem armados e fugiram rapidamente com os animais, a essa altura já mortos, na moto.

 

 

O roubo de animais de estimação para a venda no mercado de carnes é muito comum no Vietnam e há diversos registros online desse crime bárbaro sendo repetido diversas vezes.

Cão da raça Mastiff Napolitano é considerado o mais feio do mundo

por Andrezza Oestreicher — publicado 28 jun 2017 - 9:13

14 cães participaram, na última sexta-feira, dia 23 de junho, de um concurso em que nem todos os tutores gostaram de ver seus lindinhos animais de estimação. O concurso em questão iria escolher o cachorro mais feio do mundo.

Em sua 29ª edição, o concurso, realizado Petaluma, na Califórnia, teve a fêmea Martha, da raça Mastiff Napolitano (Mastim Napolitano) como grande vencedora. E bota grande nisso, já que Martha é um animal enorme e que pesa cerca de 57 kg.

Cadela Martha ganhou o concurso de cachorro mais feio do mundo. (Foto: Reprodução / TMZ / Getty)

A cadela, que já era apontada como favorita pelo público para levar o troféu de primeiro lugar, foi resgatada por sua atual tutora, Shirley Zindler, quase cega. Shirley, então, ofereceu todos os cuidados necessários para Martha, que fez várias cirurgias e conseguiu voltar a enxergar.

Por conta das cirurgias, Martha, que tem o rosto já bastante enrugado, tem inúmeras cicatrizes nos olhos, o que pode ter ajudado no concurso. Assim como Martha outros cães que participaram do concurso já sofreram maus-tratos no passado e por isso apresentam algumas marcas e cicatrizes consideradas feias pelo corpo.

Porém, o que pode ser feio para os outros, é belo para os tutores dos animais, além de ser um sinal de superação e sobrevivência dos cachorros.

Além do troféu, a cadela recebeu um prêmio de US$ 1,5 mil. (Foto: Reprodução / TMZ / Getty)

Além do troféu de cachorro mais feio do mundo, a vencedora do concurso de 2017 Martha recebeu, junto com sua tutora, um prêmio de US$ 1,5 mil e muito espaço nas mídias e na imprensa mundial.

Em segundo lugar ficou um Griffon de Bruxelas de 16 anos chamado Moe, o cãozinho mais velho do concurso, e em terceiro lugar ficou um Cão de Crista Chinês chamado Chase.

Fonte: TMZ / O Globo