5 jun 2017 - 21:36

Flor

Tutor(a): Maiara Vasconcelos

Oi gente, eu sou a Flor, mas minha grande família também me chama de Florzinha, princesa, bebê, hebreia, dahlit, e outros apelidos carinhosos. Minha mamãe me encontrou num dia que estava indo limpar minha atual casa com meu papai e minha madrinha. Eles estavam à pé e quando passaram por um terreno baldio, ouviram meus latidos, quase fui atropelada por um carro quando papai me chamou, pois assim que os vi fiquei muito feliz e fui toda saltitante pra perto da mamãe, que mesmo que não gostasse muito de cachorros (ela tinha medo), não conseguiu me deixar lá sozinha, então me colocou dentro da bolsinha da minha madrinha e me levou pra casa, de ônibus. Cheguei à casa dos meus avós com um pouco de medo, mas depois que todo mundo começou à fazer festa sempre que me via, passei a fazer parte da família e hoje amo todos. Tenho duas casas, 2 avôs e 1 avó, madrinha, 6 titias e um titio que tem medo de mim. Gosto de comer tudo, e isso inclui areia, tinta de parede, pão e frutas. Mamãe acha que fui abandonada pois tenho medo de ficar sozinha e sempre choro quando eles saem, por isso passo o dia todo seguindo ela pra lá e pra cá. Minha mãe briga comigo porque minha brincadeira favorita é morder as mãos dela e roer tudo, mas logo ela vem me mimar, diz que não vive sem mim, que sou o tesouro e a vida dela.