Falta de ar

por Samantha Kelly — publicado 8 jul 2012 - 17:28

Excetuando-se a falta de ar devida a um esforço, que cessa após o repouso, e aquela ligada à temperatura elevada, ela traduz uma afecção respiratória ou cardíaca.

 

SINTOMAS:

A falta de ar é acompanhada do aumento da frequência respiratória e da dificuldade para respirar. O cão fica sentado, com os membros anteriores afastados, a boca aberta, os movimentos de seu tórax parecem amplificados. Suas mucosas ficam às vezes arroxeadas. Trata-se de um sintoma grave que pode ser resultado de um edema pulmonar, da presença de líquido nas pleuras, de uma hérnia diafragmática (passagem de órgãos abdominais no tórax após perfuração do diafragma, em consequência de um acidente, por exemplo).

 

CUIDADOS:

Sempre grave, a falta de ar necessita de uma consulta urgente ao veterinário.

deixe seu comentário: